O trabalho interdisciplinar em Educação Ambiental: reflexão sobre a prática docente

  • Teresinha Maria Gonçalves Universidade do Extremo Sul Catarinense
Palavras-chave: Consciência Ambiental, Pensamento Complexo, Interdisciplinaridade, Educação Ambiental

Resumo

Este artigo constitui-se uma reflexão sobre a educação ambiental numa perspectiva crítica, de modo a valorizar o trabalho interdisciplinar nesse processo. Ele é parte do trabalho docente da autora. Avalia a dicotomia entre sociedade e natureza na percepção dos discentes, o que leva a práticas compartimentadas no campo ambiental. Em geral, as metodologias utilizadas são deficitárias na medida em que não conseguem ultrapassar a denúncia do conflito socioambiental e contextualizá-lo em uma sociedade diversa e complexa como o Brasil. Como consequência, a educação ambiental, nesse contexto, apresenta-se como uma prática repetitiva imbuída, por vezes, de valores antropocêntricos. O pensamento complexo sugere uma educação para as sensibilidades, o que altera modos simplificadores do pensar.

Biografia do Autor

Teresinha Maria Gonçalves, Universidade do Extremo Sul Catarinense
Possui mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná. Pós Doutorado em Naturaleza. Espacio y Sociedad pela Universidad de Chile-UCHILE ( 2015) . Especialista em Metodologia da Pesquisa de Campo pela Fundación Konrad Adenauer - México . Especialista em Filosofia Política pela UFPR . Especialista em Saúde Pública pela FIOCRUZ. Atualmente é professor titular da Universidade do Extremo Sul Catarinense, atuando no Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais ( mestrado e doutorado e no curso de Psicologia). Coordena o Grupo Interdisciplinar e Interinstitucional de Estudos e Pesquisas sobre Meio Ambiente e Espaço Urbano-GIPMAUR e dirige o Laboratório de Pesquisa sobre Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Psicologia Ambiental que agrega estudantes de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado e pesquisadores de outras universidade como UNISINOS, UFPR , PUC-PR e UCHILE. Tem experiência em Ciências Ambientais atuando nos seguintes temas; meio ambiente e desenvolvimento, sustentabilidade, ética, natureza e sociedade. meio ambiente urbano, gestão ambiental e gestão ambiental urbana,os espaços públicos da cidade, sustentabilidade urbana, urbanidade e psicologia ambiental. Em Psicologia tem experiência em Psicologia Social e Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: a produção da subjetividade.O processo de subjetivação na sociedade contemporânea, apropriação do espaço, percepção, a ética e os valores que orientam a relação sociedade/natureza , a sociedade pós-moderna e as desigualdades socioculturais. .Consultora..ad hoc da CAPES na área de Psicologia Social. Docente do curso de Psicologia da UNESC. É filiada à ANPPAS-Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade.Consultora do CYTED-Programa Ibero Americano de Ciência e Tecnologia. Filiada a Associação Colombiana de Planejamento Urbano Regional - ACIUR. .membro adjunto del Núcleo Interdisciplinario de Estudios Socioambientales (NIES) de la Universidad de Chile, en su calidad de miembro de la red internacional del NIES
Publicado
2019-09-13
Como Citar
Gonçalves, T. M. (2019). O trabalho interdisciplinar em Educação Ambiental: reflexão sobre a prática docente. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(3), 41-49. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2675
Seção
Artigos