Educação Ambiental para a conservação do rio São Francisco: da percepção a ação

  • Andrea Luciana de Aragão Ribeiro Silva Instituto Federal de Alagoas
  • Ronise Nascimento de Almeida Universidade Federal de Sergipe
Palavras-chave: Educação. Percepção ambiental. Rio São Francisco

Resumo

Assim como os demais recursos naturais, o rio São Francisco evidencia os impactos causados pela ação antrópica, principalmente no que diz respeito ao desmatamento da vegetação ciliar, lançamento de esgotos e redução da vazão, fatores estes que interferem na vida das espécies aquáticas e da população ribeirinha. A sensibilização das comunidades é apontada como alternativa para a conservação deste recurso hídrico, no qual a educação ambiental desempenha importante papel na conservação do rio, que poderá ser alcançada por meio da adoção de ações educativas com viés sustentável. Assim esta pesquisa tem como objetivo analisar a percepção que os discentes dos cursos técnicos integrados em Meio Ambiente e Açúcar e Álcool do campus Penedo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) têm a respeito da importância do rio São Francisco para a comunidade da cidade de Penedo (AL); da sua evidente degradação e do papel que a educação ambiental pode desempenhar para a conservação deste recurso natural. Utilizar-se-á do método comparativo de casos, conduzidos de forma exploratória e descritiva e abordagem quantitativa, com base em uma perspectiva interdisciplinar. A coleta de dados deu-se por meio da análise documental e entrevistas estruturadas aplicadas diretamente a comunidade escolar e analisada utilizando o método da Análise do Discurso do Sujeito, por meio do software DSCsoft. O resultado da pesquisa aponta a percepção que os discentes entrevistados possuem a respeito da importância do rio São Francisco para a localidade de Penedo, situada na margem alagoana do “Velho Chico”; de como percebem a educação ambiental, importante ferramenta para a sua conservação e aponta as ações educativas promovidas pelo campus Penedo no intento de sensibilizar a comunidade escolar para com conservação do rio, e, por conseguinte, para a promoção de mudança de atitude dos indivíduos que com ele mantém relações de interdependência.

Biografia do Autor

Andrea Luciana de Aragão Ribeiro Silva, Instituto Federal de Alagoas
Engenheira de pesca e engenheira de segurança do trabalho. Docente da área de Segurança do Trabalho no Instituto Federal de Alagoas - Campus Piranhas, desde set/2013, dos cursos técnicos integrados, Subsequente, PROEJA e Superior. Mestranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente, pela Universidade Federal de Sergipe.
Ronise Nascimento de Almeida, Universidade Federal de Sergipe
Professora doutora da Universidade Federal de Sergipe e Instituto Federal de Sergipe.
Publicado
2019-06-29
Como Citar
Silva, A. L. de A. R., & Almeida, R. N. de. (2019). Educação Ambiental para a conservação do rio São Francisco: da percepção a ação. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 14(2), 9-29. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2654
Seção
Artigos