Minicompostagem ecológica: uma estratégia de Educação Ambiental em escolas de educação básica no município de Lages (SC)

  • Silvia Maria Alves da Silva de Oliveira Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
  • Mariane Souza Melo de Liz Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais - Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC)
  • Aline Nunes Programa de Pós Graduação em Produção Vegetal - Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC)
  • Lucia Ceccato de Lima Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
  • Ana Emilia Siegloch Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
Palavras-chave: resíduos orgânicos, educação continuada, destinação de resíduos

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o uso da Minicompostagem Ecológica (MCE) como estratégia contínua de Educação Ambiental nas escolas municipais e estaduais de educação básica de Lages/SC. O estudo mostrou que a prática da minicompostagem dos resíduos orgânicos no local onde foi gerado, apesar de ser um grande desafio para as escolas, tem sido uma importante estratégia para desenvolver uma educação ambiental continuada, sistematizada e multidisciplinar.

Biografia do Autor

Silvia Maria Alves da Silva de Oliveira, Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Planalto Catarinense (1989). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde da Universidade do Planalto Catarinense (2016). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação de Sistemas, Instituições, Planos e Programas Educacionais.
Mariane Souza Melo de Liz, Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais - Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC)
Possui graduação em Engenharia Ambiental pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2015). Tem experiência na área de Educação Ambiental, com ênfase em tratamentos alternativos de Resíduos Sólidos, atuando principalmente nos seguintes temas: educação ambiental, ambiente e saúde. Atualmente, cursa o Mestrado Acadêmico em Ciências Ambientais pela Universidade do Estado de Santa Catarina, atuando na área de Recursos Hídricos, através das áreas de Gestão Integrada de Recursos Hídricos e Modelagem de Recursos Hídricos.
Aline Nunes, Programa de Pós Graduação em Produção Vegetal - Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC)
Possui graduação em Ciências Biológicas no Centro Universitário Unifacvest (2016). Mestranda em Produção Vegetal na Universidade do Estado de Santa Catarina/CAV. Tem experiência em educação ambiental, sustentabilidade, plantas medicinais, óleos essenciais, agroecologia, levantamento de fauna e flora e agrohomeopatia.
Lucia Ceccato de Lima, Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
Pos - doutora em Educação Ambiental e Sustentabilidade pela Universidade Autonoma de Madrid - Espanha ( 2017) Doutora em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Mestre em Educação/Educação e Ciência pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999). Especialista em Metodologia da Pesquisa pela Universidade do Planalto Catarinense (1996). Especialista em Educação pela Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC (1993). Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (1984). Atualmente é professora e pesquisadora dos mestrados da UNIPLAC: Mestrado em Educação ? PPGE e Mestrado em Ambiente e Saúde ? PPGAS, integrando as linhas de pesquisa: Educação, Processos-socioculturais e Sustentabilidade (PPGE) e Condições da Vida e Manejo Ambiental (PPGAS). É líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Ambiente, Educação e Saúde - GEPES AMBIENS. O Grupo atua na investigação das relações a do ser humano com o ambiente, tendo como espaço de mediação interdisciplinar a educação ambiental, articulando ensino, pesquisa, extensão e gestão da universidade e educação básica, considerando as políticas públicas e a gestão ambiental como estratégias ambientalização das instituições e de desenvolvimento territorial sustentável em áreas de abrangência do Aquífero Guarani/ Serra Geral. Discute ainda, teorias do conhecimento para a formação humana no âmbito teórico metodológico no ensino superior e na educação básica. A professora e pesquisadora busca analisar a episteme presente nas relações do homem com seu entorno, identificando as possibilidades de mudança de estilo de pensamento e a construção de relações transdisciplinares mediadas pela a teoria da complexidade em temas como: - Educação Ambiental, Saúde, Ciências Ambientais, - Ambientalização Curricular e Educação para a Sustentabilidade, - Educação Científica e Tecnológica e Formação de Professores, - Fundamentos epistemológicos e metodológicos, e - Gestão Ambiental e Sustentabilidade. É professora concursada na UNIPLAC desde 1989 nos cursos: Ciências Biológicas, Administração, Pedagogia, Biomedicina, Matemática, Educação Física entre outros. Atuou em diversos cargos administrativos: Pro-reitoria de Ensino, Chefia de Departamento, Coordenação de cursos, Assessoria Pedagógica, entre outros. Participou dos conselhos universitários. Atualmente é representante do stricto sensu no CONSUNI. Professora aposentada da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (1984 - 2017) onde atuou na educação básica nas disciplinas: Ciências, Biologia, Química Ambiental, Saneamento Ambiental e Legislação Ambiental. Participa de redes nacionais e internacionais de Educaç para sustentabilidade: REASUL, ARIUSA, RISU, RASES e RGSG CRBio 3 Reg. n. 04281/86
Ana Emilia Siegloch, Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde - Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)
possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2004), mestrado e doutorado em Entomologia pela Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (2006 e 2010, respectivamente) e pós-doutorado em Ecologia pela Universidade Federal de Santa Catarina com bolsa oriunda do CNPq/CTHidro entre 2010 e 2011 e pós-doutorado no mesmo programa e instituição com bolsa oriunda do Programa Nacional de Pós-Doutorado - PNPD/ CAPES entre 2011 e 2012. Atualmente é docente da Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC. Faz parte do Corpo Docente do Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Saúde, onde leciona disciplinas, orienta alunos de mestrado. Tem experiência na área de entomologia e ecologia de comunidades, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia de insetos aquáticos, biodiversidade, educação ambiental e gestão de resíduos
Publicado
2019-06-18
Como Citar
Oliveira, S. M. A. da S. de, Liz, M. S. M. de, Nunes, A., Lima, L. C. de, & Siegloch, A. E. (2019). Minicompostagem ecológica: uma estratégia de Educação Ambiental em escolas de educação básica no município de Lages (SC). Revista Brasileira De Educação Ambiental, 14(2), 102-118. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.2630
Seção
Artigos