Incorporando a territorialidade em um programa de Educação Ambiental biorregionalista: o caso do projeto "Morada dos Saberes", São Mateus do Sul (PR)

  • Manuela Dreyer da Silva Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Karin Cristina Escobar Yamashiro Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Décio Estevão do Nascimento Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Palavras-chave: Educação Ambiental, Biorregionalismo, Territorialidade, Saberes Locais

Resumo

O objetivo deste artigo foi apresentar os resultados do projeto "Morada dos Saberes" à partir do diálogo com elementos da territorialidade, evidenciando as contribuições e os desafios para a prática de educação ambiental no município de São Mateus do Sul. O projeto foi estruturado para funcionar como mecanismo de multiplicação, tendo como método de base o biorregionalismo. Foram feitas oficinas para educadores, elaboração de materiais paradidáticos, promoção de espaços de debate sobre temáticas socioambientais locais, além do fortalecimento de parcerias da rede educativa. A territorialidade, permeando as distintas ações pensadas para o projeto "Morada dos Saberes", mostrou-se efetiva como conceito chave no desenvolvimento de projetos em educação ambiental.

Biografia do Autor

Manuela Dreyer da Silva, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
É Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela UFPR, com mestrado em Ecologia e Conservação também pela UFPR. Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade PPGTE, UTFPR, e educadora ambiental no Instituto Neotropical de Pesquisa e Conservação - INPCON, Curitiba. Foi professora substituta no IFPR Campus Paranaguá, no Eixo de Recursos Naturais. Atua na área de gestão de recursos naturais e planejamento territorial.
Karin Cristina Escobar Yamashiro, Universidade Estadual de Ponta Grossa
Possui graduação em Zootecnia e Especialização em Educação, Meio ambiente e desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná e Especialização em Gestão de Projetos pela PUCPR. Atualmente é estudante de Pedagogia na UEPG. Tem experiência na área de extensão aquícola e educação e meio ambiente.
Décio Estevão do Nascimento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Possui graduação em Engenharia de Operação, Modalidade Eletrotécnica pela UTFPR, especialização em Engenharia da Produção pela UFSC, mestrado e doutorado em Ciências do Homem e Tecnologia, pela Université de Technologie de Compiègne (França) e pós-doutorado em Política Científica e Tecnológica pela Unicamp (DPCT). É professor-pesquisador da UTFPR, com atuação nos Programas de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) e em Planejamento e Governança Pública (PGP). Desenvolve pesquisas relacionadas ao tema "Processos e Dinâmicas de Territorialidade e Sustentabilidade".
Publicado
2018-06-30
Como Citar
Silva, M. D. da, Yamashiro, K. C. E., & Nascimento, D. E. do. (2018). Incorporando a territorialidade em um programa de Educação Ambiental biorregionalista: o caso do projeto "Morada dos Saberes", São Mateus do Sul (PR). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 13(2), 214-227. https://doi.org/10.34024/revbea.2018.v13.2491
Seção
Relatos de Experiências