Escavando saberes: a análise arqueológica como estratégia para uma Educação Ambiental pós-moderna

  • Adalberto Ferdnando Inocêncio Universidade Estadual de Londrina
  • Rosana Figueiredo Salvi Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Método Arqueológico. Crise Ambiental. Discursos.

Resumo

O presente artigo visa trazer um recorte analítico que compôs uma dissertação de mestrado que consistiu em uma investigação dos discursos anunciados por professores do município de Maringá-PR a respeito de EA e alguns de seus desdobramentos. Para isso, contou, no âmbito metodológico, com a entrevista estruturada. Os focos apresentados são analisados com base nas teorizações do filósofo francês Michel Foucault, mais precisamente considerando seu primeiro domínio – o arqueológico. Nota-se a prevalência de direcionamentos de discursos que se forjaram na modernidade, sendo que, quando confrontados pela crise ambiental contemporânea tais discursos se imiscuem em posicionamentos políticos não nítidos.
Publicado
2017-09-29
Como Citar
Inocêncio, A. F., & Salvi, R. F. (2017). Escavando saberes: a análise arqueológica como estratégia para uma Educação Ambiental pós-moderna. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 12(4), 165-179. https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2300
Seção
Artigos