O parque como espaço da relação sociedade – natureza: algumas reflexões

Autores

  • Michael Wellington Sene Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Marquiana de Freitas Vilas Boas Gomes Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
  • Carla Luciane Blum Vestena Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2249

Palavras-chave:

Percepção Ambiental, Parque das Crianças, Usuários

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar de que maneira os usuários tem percebido ambientalmente o Parque das Crianças, localizado na cidade de Guarapuava-PR. Para que essa analise fosse possível utilizou-se como instrumentos de pesquisa um formulário que foi aplicado aos usuários do parque, observação em campo, conversas informais. A percepção ambiental é fruto de um processo formativo que envolve diversos fatores sejam eles sensoriais, cognitivos, subjetivos, valores sociais, ambientais e culturais dos indivíduos envolvidos no processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michael Wellington Sene, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO/PR

Downloads

Publicado

27-09-2017

Como Citar

Sene, M. W., Gomes, M. de F. V. B., & Vestena, C. L. B. (2017). O parque como espaço da relação sociedade – natureza: algumas reflexões. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 12(4), 104–118. https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2249

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 13/12/2015
##plugins.generic.dates.accepted## 29/08/2017
##plugins.generic.dates.published## 27/09/2017

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.