Environmental perception as a tool to predict pro-environmental actions

Autores

  • Mirlaine Rotoly de Freitas Universidade Federal de Lavras
  • Renato Luiz Grisi Macedo Universidade Federal de Lavras
  • Matheus Puggina de Freitas Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2016.v11.2129

Resumo

A percepção ambiental possui diferentes níveis de complexidade, os quais estão relacionados com o grau de ações pró-ambientais. As percepções ambientais podem ser obtidas de diversas maneiras, com ênfase particular, neste trabalho, em desenhos sobre meio ambiente e réguas de intensidade. Esses métodos podem ser aplicados em, por exemplo, estudantes e agricultores, com o intuito de compreender o seu estágio de concepção ambiental, bem como para prever a categoria de suas prováveis ações pró-ambientais. Práticas de ensino podem ser traçadas a partir desses resultados para tornar as ações pró-ambientais mais eficazes no curto, médio e longo prazo. O método é concisamente descrito neste trabalho e tem sido aplicado em alguns estudos de caso reportados pelos autores em outros meios de comunicação, com o objetivo de capturar a percepção ambiental, como uma ferramenta de previsão do grau de significância das ações pró-ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mirlaine Rotoly de Freitas, Universidade Federal de Lavras

Bacharel e licenciada em Geografia pela UNESP - Rio Claro Mestre em Ciências Florestais pela UFLA Doutora em Ciências Florestais (Manejo Ambiental) pela UFLA Pós-doutoranda em Química pelo Programa de Pós-Graduação Multicêntrico em Química de Minas Gerais, DQI-UFLA

Renato Luiz Grisi Macedo, Universidade Federal de Lavras

Professor titular do Departamento de Ciências Florestais da UFLA

Matheus Puggina de Freitas, Universidade Federal de Lavras

Professor associado do Departamento de Química da UFLA

Downloads

Publicado

2016-03-31

Como Citar

Freitas, M. R. de, Macedo, R. L. G., & Freitas, M. P. de. (2016). Environmental perception as a tool to predict pro-environmental actions. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 11(1), 355–360. https://doi.org/10.34024/revbea.2016.v11.2129

Edição

Seção

Relatos de Experiências
Recebido em 2015-06-17
Aceito em 2016-03-11
Publicado em 2016-03-31