A Educação Ambiental na formação de estudantes surdos

Autores

  • César Augusto Yaya Vargas Universidade Federal do Rio Grande
  • Luis Fernando Minasi Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.13954

Palavras-chave:

Formação de Professores, Estudantes Surdos, Ciências Naturais, Educação Ambiental

Resumo

O presente artigo é parte do Relato Crítico Reflexivo desenvolvido na pesquisa de mestrado que teve como um dos seus fins discutir a formação de professores de estudantes surdos a partir das bases teóricas da Educação Ambiental e do Materialismo Dialético como Método/Metodologia de pesquisa. O artigo aborda como se manifestam os saberes da Educação Ambiental no ensino das Ciências Naturais em uma escola de Ensino Fundamental para surdos, em Rio Grande/RS, onde desde as suas práticas pedagógicas procura os recursos e formação necessária de seus professores de modo a gerar espaços e ambientes de emancipação e liberdade que burlem, dentro do possível, o modo de produção capitalista da existência humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANTES, A. C. F. F. S.; PIRES, E. M. A importância da formação do professor bilíngue na educação do surdo. Revista Eletrônica de Educação da Faculdade Araguaia, Goiás, v. 3, n. 3, p. 109-119, 2012.

COIMBRA, A. Interdisciplinaridade e Educação Ambiental: Integrando seus Princípios Necessários. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. 14, n. 1, janeiro a julho 2005.

FENEIS. Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos. Nota Oficial: Educação de Surdos na Meta 4 do PNE. Blog Oficial da FENEIS, [S. l.], p. 1, 19 set. 2013. Disponível em: <https://blog.feneis.org.br/nota-meta-4-do-pne/>. Acesso em: 9 jul. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

KRUG, L. C.; MINASI, L. F.; DIAS, C. M. S.; KITZMANN, D. A Constituição de Educadores Ambientais no Campo das Ciências do Mar: estudo de caso do Curso de Oceanologia da FURG. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Rio Grande, v. 59, p. 65-93, jan./jun. 2022.

LEFF, E. Saber Ambiental. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 1998.

LIBÂNEO, J. C. Didática. Coleção magistério 2º grau. Série formação do professor. São Paulo: Cortez, 1994.

MINASI, L. F. O projeto de pesquisa: desenvolvimento, teoria e método. Material impresso, 2012.

MORET, M. (2017) A proposta bilíngue na educação de surdos: práticas pedagógicas no processo de alfabetização, Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v.12, n.3, p. 1792-1801.

QUADROS, R. M.; PERLIN, G. (Orgs.). Estudos Surdos II. Petrópolis, RJ: Arara Azul, 2007. p. 18-38. Disponível em: <http://www.librasgerais.com.br/materiais-inclusivos/downloads/Estudos-Surdos-II.pdf>. Acesso em: 01 ago. 2021.

TERRA, C. L. O processo de constituição das identidades surdas em uma escola especial para surdos sob a ótica das três ecologias. 2011. 187f. Dissertação (Mestrado em Educação Ambiental) – Curso de Pós-graduação em Educação Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande – FURG, Rio Grande, 2011. Disponível em: <http://repositorio.furg.br/handle/1/2405>. Acesso em: 07 jul. 2021.

ZACARIAS, R. Consumo, lixo e Educação Ambiental: uma abordagem crítica. Juiz de Fora: FEME, 2000.

Downloads

Publicado

01-04-2023

Como Citar

Vargas, C. A. Y., & Minasi, L. F. (2023). A Educação Ambiental na formação de estudantes surdos. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 18(3), 77–91. https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.13954

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2022-05-30
Aceito: 2022-12-13
Publicado: 2023-04-01

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.