Um Jogo colaborativo como ferramenta de Educação Ambiental crítica na região da Baía de Guanabara (RJ)

Autores

  • Carolina Silva Universidade Nova de Lisboa
  • Juliana Cristina Fukuda Instituto de Conservação Chico Mendes https://orcid.org/0000-0002-0343-1514
  • Natalia Tavares Rios Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Bruno Coutinho Kurtz Escola Nacional de Botânica Tropical/JBRJ

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.13165

Palavras-chave:

Material Didático-instrucional; Atividade Lúdica; Justiça Ambiental; Unidade de Conservação; Área de Proteção Ambiental de Guapi-Mirim.

Resumo

Unidades de Conservação são excelentes espaços para a promoção da educação ambiental. O presente trabalho propõe uma atividade dinâmica e lúdica sobre a Baía de Guanabara, Rio de Janeiro, a ser aplicada na APA de Guapi-Mirim. Foi criado um jogo de dados e cartas que propõe aos participantes a criarem uma história que interligue todos os elementos sorteados. Os participantes conhecerão espécies de animais e plantas de importância ecológica e/ou econômica presentes na área, os principais grupos de populações tradicionais e os principais estressores do ecossistema em questão, possibilitando a abordagem de conceitos como endemismo, invasão biológica, desequilíbrio ecológico, conflitos ambientais e justiça ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACSELRAD, H. Justiça ambiental – ação coletiva e estratégias argumentativas. In: ACSELRAD, H.; HERCULANO, S.; PÁDUA, J.A. (orgs.) Justiça Ambiental e Cidadania. Rio de Janeiro: Relume Dumará, p. 23-39, 2004.

ANTUNES, J.; NASCIMENTO, V.S.; QUEIROZ, Z.F. Ciência dos jogos aplicada a educação: um estudo do processo criativo de confecção do jogo analógico Umuechem. Rev. Faeeba, v.29, p.377-402, 2020.

BRASIL. Lei Nº 9985 de 18 de julho de 2000. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9985.htm>. Acesso em: 18 set. 2021.

CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez Editora, 2017. 256p.

COELHO; B.H.S.; LOUREIRO, C.F.B. Considerações sobre o potencial político-pedagógico de conselhos gestores de unidades de conservação. In: FERNANDES, J.A.B.; PINTO, V.P.S.; SOBRAL, M.M. (orgs.) Anais do IX EPEA - Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora: UFJF, UFF, FFCLRP/USP, p. 1-12, 2017. Disponível em: <http://epea.tmp.br/epea2017_anais/pdfs/plenary/0048.pdf> Acesso em: 27 jun. 2021.

DALLABONA, S.R.; MENDES, S.M.S. O lúdico na educação infantil: jogar, brincar, uma forma de educar. Rev. Divulg. Técn.-Cient. ICPG, v.1, p.107-112, 2004.

DE ANGELIS, C.T.; BAPTISTA, V.F. A transversalidade da Educação Ambiental na prática. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v.15, p.440-463, 2020.

FERREIRA, D.M.; BOZELLI, R.L. (coords.). Fichas dos seres, v. 5. Rio de Janeiro: Lab. Limnologia, IB/UFRJ, s/data.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 144p.

FRUEHAUF, S.P. Rhizophora mangle (Mangue vermelho) em áreas contaminadas de manguezal na Baixada Santista. 2005. 223p. Tese (Doutorado em Ecologia de Agroecossistemas) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – Universidade de São Paulo, Piracicaba. Disponível em: <https://teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-09112005-142729/publico/SandraFruehauf.pdf> Acesso em: 15 jul. 2021.

FUKUDA, J.C.; SANTANA, A.P.; COELHO, Z.S.; MUNIZ, M.B.; MELLO, T.F.; SENRA, K.V.; COELHO, B.H.S.; FERNANDES, A.; MALAFAIA, A. Visitas de escolas e universidades à Área de Proteção Ambiental de Guapimirim (RJ), com ênfase nos anos de 2011 e 2012. Rev. Eletrôn. Uso Públ. Unid. Conserv., v.1, p.65-72, 2013a.

FUKUDA, J.C.; SANTANA, A.P.; MALAFAIA, A.; TARTAGLIA, L.; SILVA, M.S.; ESTRASA, G.C.D.; CHAVES, T.C.O; SODRE, S.; ANTUNES, A.; SANTOS, J.R.N.; JESUS FILHO, H.F.; FERREIRA JUNIOR, O.L.; FILHO, J.C.; MELLO, T.F. Passatempos: Manguezais da Baía de Guanabara. Guapimirim: ICMBio, 2013b.

FUKUDA, J.C.; SANTANA, A.P.; MELLO, T.F.; BISPO, M.G.S. Conhecendo a APA de Guapi-Mirim e ESEC da Guanabara. Guapimirim: ICMBio, 2015.

GUIMARÃES, M.; PRADO, C. Educação em direitos humanos e Educação Ambiental: ética e história. In: SILVA, A.M.M.; TIRIBA L. (orgs.) Direito ao ambiente como direito à vida: desafios para a educação em direitos humanos. São Paulo: Cortez Editora, p.78-109, 2014.

IBAMA. Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental de Guapi-Mirim. IBAMA, 2004. 381p. Disponível em: <https://www.gov.br/icmbio/pt-br/assuntos/biodiversidade/unidade-de-conservacao/unidades-de-biomas/marinho/lista-de-ucs/apa-de-guapa-mirim/arquivos/apa_guapi_mirim.pdf> Acesso em: 18 fev. 2021.

ICMBIO; WWF. Educação Ambiental em unidades de conservação: ações voltadas para comunidades escolares no contexto da gestão pública da biodiversidade. Brasília: ICMBio, WWF, 2016. 63p. Disponível em: <https://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/comunicacao/publicacoes/publicacoes-diversas/DCOM_ICMBio_educacao_ambiental_em_unidades_de_conservacao.pdf>. Acesso em: 17 jul. 2021.

IPBES. Summary for policymakers of the global assessment report on biodiversity and ecosystem services of the Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services. Bonn: IPBES Secretariat, 2019. 56p.

KRENAK, A. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. 64p.

LOPES, A.F.; MELLO, D.S.; MIRO, J.M.R. Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba: ficha dos seres. Macaé: APAJ, 2003.

LOPES, A.F.; BOZELLI, R.L. (orgs.). Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba: fichas dos seres, v. 2. Rio de Janeiro: PPGE/UFRJ, 2004.

LOPES, T.S.; ABÍLIO, F.J.P. Educação Ambiental crítica: (re)pensar a formação inicial de professores/as. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v.16, p.38-58, 2021.

LOUREIRO, C.F.B.; CUNHA, C.C. Educação Ambiental e gestão participativa de unidades de conservação: elementos para se pensar a sustentabilidade democrática. Ambient. Soc., v.11, p.237-253, 2008.

MEC. Resolução nº 2 de 15 de junho de 2012. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=10988-rcp002-12-pdf&category_slug=maio-2012-pdf&Itemid=30192> Acesso em: 12 fev. 2021.

MELLO-SILVA, C.; FUKUDA, J.C.; KURTZ, B.C. Vida na Baía de Guanabara, Rio de Janeiro, Brasil. Figshare, 2021. 76p. Disponível em: <https://doi.org/10.6084/m9.figshare.17076137.v1> Acesso em: 24 nov. 2021.

MMA; ICMBio. Diretrizes para Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental em Unidades de Conservação - ENCEA. Brasília: MMA, ICMBio, 2011. 40p. Disponível em: <https://www.icmbio.gov.br/educacaoambiental/images/stories/Politica/politica-encea/encea.pdf>. Acesso em: 25 set. 2021.

QUINTAS, J.S. Educação no processo de gestão ambiental pública: a construção do ato pedagógico. Sobradinho, 2008. 31p. Disponível em: <https://www.icmbio.gov.br/educacaoambiental/images/stories/biblioteca/educacao_ambiental/EDUCACAO_NO_PROCESSO_DE_GESTAO_AMBIENTAL_PUBLICA.pdf>. Acesso em: 02 mai. 2021.

RIOS-RAMIARINA, N.T. Educação Ambiental e direitos humanos na formação inicial de professores de Ciências Biológicas. Tese (Doutorado em Educação) – Departamento de Educação – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: < https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/28123/28123.PDF>. Acesso em: 12 fev. 2021.

SALEME, F. Interpretação ambiental, aspectos biológicos e educacionais do Parque Estadual da Costa do Sol e da Área de Proteção Ambiental do Pau-brasil nos limites do município de Cabo Frio – RJ. Trabalho de Conclusão de Curso (Mestrado Profissional em Biodiversidade em Unidades de Conservação) – Escola Nacional de Botânica Tropical – Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: <https://w2files.solucaoatrio.net.br/atrio/jbrj-mpenbt_upl/THESIS/46/dissertao_fernanda_saleme_20160902122550512.pdf>. Acesso em: 30 fev. 2021.

SALEME, F.; KURTZ, B.C. Fichas dos seres do Centro de Diversidade Vegetal de Cabo Frio: a restinga de Massambaba. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Biodiversidade, 2016. Disponível em: <http://www.brbio.org.br/media/FichasBRBio_small.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2019.

SALEME, F.; ALMEIDA BRAGA, M.R.; KURTZ, B.C. A qualificação de educadores sobre as restingas da Região dos Lagos/RJ: avaliação e perspectivas. BioBrasil, v.10, p.121-132, 2020.

TIRIBA, L. Crianças da natureza. In: I Seminário Nacional: Currículo em Movimento – Perspectivas Atuais, Anais do Seminário realizado em novembro de 2010, Belo Horizonte: p.1-20, 2010. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2010-%20pdf/7161-2-9-artigo-mec-criancas-natureza-lea-tiriba/file>. Acesso em: 12 nov. 2021.

Downloads

Publicado

01-06-2022

Como Citar

Silva, C., Fukuda , J. C. ., Rios , N. T., & Kurtz , B. C. (2022). Um Jogo colaborativo como ferramenta de Educação Ambiental crítica na região da Baía de Guanabara (RJ). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 17(3), 512–528. https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.13165

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2022-01-06
Aceito: 2022-04-11
Publicado: 2022-06-01