A educação e a comunicação ambiental transformadora: abordagens, diretrizes e práticas na gestão de bacias hidrográficas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12123

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Comunicação Ambiental, Bacias hidrográficas

Resumo

A distância temporal dos problemas ambientais, aliada aos efeitos abstratos em um primeiro momento dos impactos ambientais que não afetam diretamente as pessoas, provoca dificuldades para o despertar de uma consciência ecológica e um comportamento pró-ambiental. Para isso, os campos de estudo da Educação Ambiental e da comunicação ambiental poderão auxiliar as pessoas no sentido de despertar para novos comportamentos e compreensões do mundo. Assim, o objetivo desse artigo é identificar e contribuir com práticas, diretrizes e ações que envolvem a educação e a comunicação ambiental em bacias hidrográficas, sob a ótica e opiniões de integrantes da Câmara Técnica de Educação Ambiental do Tietê – Jacaré (CTEA-TJ).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinicius Perez Dictoro, Universidade Federal de São Carlos

Doutorando do Programa de Ciências Ambientais, Departamento de Ciências Ambientais. Áreas de Gestão Ambiental, conservação da água, gestão da água, Educação Ambiental, ambiente e sociedade.

Frederico Yuri Hanai, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP

Docente do Departamento de Ciências Ambientais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) do campus São Carlos-SP, no Curso de Bacharelado em Gestão e Análise Ambiental e nos Cursos de Mestrado e de Doutorado (credenciado como orientador permanente) no Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais da UFSCar. Possui pós-doutorado pelo Instituto de Ciências e Tecnologias Ambientais da Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha (ICTA/UAB) e pós-doutorado pelo Centro de Recursos Hídricos e Estudos Ambientais (CRHEA) da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC/USP), é Doutor em Ciências da Engenharia Ambiental, Mestre em Hidráulica e Saneamento, Especialista em Educação Ambiental e Recursos Hídricos, Engenheiro pela Universidade de São Paulo (EESC/USP) e Especialista em Ecoturismo, Educação e Interpretação Ambiental pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Atua no ensino de graduação e pós-graduação, em projetos de extensão universitária e desenvolve pesquisas científicas nas áreas de Gestão Ambiental, Gestão de Bacias Hidrográficas, Gestão da Água, Conservação da Água, Sustentabilidade, Indicadores, Percepção, Sensibilização e Comunicação Ambiental.

Referências

ABERS, R.; JORGE, K.D. Descentralização da gestão da água: porque os comitês de bacia estão sendo criados. Ambiente & Sociedade, São Paulo, v.8, n.2, p. 99 – 124, 2005.

BACCI, D.L.C.; PATACA, E.M. Educação para a água. Estudos avançados, São Paulo, v. 22, n. 63, p. 211 – 226, 2008.

BARBOSA, F.D. Comitês de Bacias Hidrográficas, representação e participação: desafios e possibilidades à gestão da água e dos recursos hídricos no Brasil. 2019. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) – Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos – SP.

BARROS, A.J.S.; LEHFELD, N.A.S. Fundamentos de metodologia: um guia para a Iniciação Científica. 2 Ed. São Paulo: Makron Books, 2000.

CARDOSO, M.L.M. Desafios e potencialidades dos comitês de bacias hidrográficas. Ciência e Cultura, Campinas, v. 55, p. 40-41, 2003.

COHEN, M.P.; SAENZ, I.Z. Perspectivas ambientales sobre la contaminación y la recuperación del río Magdalena en la ciudad de México. Revista internacional de contaminación ambiental, Coyoacán, v. 33, n. 3, p. 377 – 391, 2017.

DARWISH, A.F.E.; HUBER, G.L. Individualism vs Collectivism in different cultures: a cross-cultural study. Intercultural Education, v. 14, n. 1, p. 47-56, 2003.

DICTORO, V.P.; FIGUEIREDO, R.A.; CASSIMIRO, M.O.; GONÇALVES, J.C. A relação ser humano e natureza a partir da visão de alguns pensadores históricos. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 14, n. 4, p. 159 – 169, 2019.

DICTORO, V.P.; HANAI, F.Y. Contribuições para a conservação da água: pesquisa com membros de Comitês de Bacias Hidrográficas. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 27, n. 49, p. 227-246, 2017.

FERREIRA, F.N.; RIBEIRO, H.M.C.; BELTRÃO, N.E.S.; PONTES, A.N.; LOPES, S.R.M. Gestão de recursos hídricos na Amazônia: um panorama da participação da sociedade civil nos espaços deliberativos. Holos, Natal, v. 8, p. 336 – 351, 2017.

GAO, Y.; CHURCH, S. P.; PEEL, S.; PROKOPY, L. S. Public perception towards river and water conservation practices: Opportunities for implementing urban stormwater management practices. Journal of Environmental Management, v. 223, p. 478 – 488, 2018.

GÉRIN-LAJOIE, J.; HERRMANN, T.M.; MACMILLAN, G.A. ; HÉBERT-HOULE, E.; MONFETTE, M. IMALIRIJIIT: A Community-Based Environmental Monitoring Program in the George River Watershed, Nunavik,Canada. ÉCOSCIENCE, v. 25, n. 4, p. 381 – 399, 2018.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 2012.

GODFREY, M.; FENG, P. Communicating sustainability: Student perceptions of a behavior change campaign. International Journal of Sustainability in Higher Education, v. 18, n. 1, p. 2 – 22, 2017.

GOLOB, N. Learning Science through Outdoor Learning. The New Education Review, v. 25, n. 3, p. 221 – 234, 2011.

HSU, W.-C.; TSENG, C.-M.; KANG, S. –C. Using exaggerated feedback in a virtual reality environment to enhance behavior intention of water conservation. Educational Technology & Society, v. 21, n. 4, p. 187 – 203, 2018.

JUNIOR, S.P.R. et al. Governança colaborativa aplicada à gestão de conflitos socioambientais na despoluição de córregos na cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, v. 11, n. 1, p. 113 – 134, 2015.

LIANG, Y. J.; KEE, K.F.; HENDERSON, L.K. Towards an integrated model of strategic environmental communication: advancing theories of reactance and planned behavior in a water conservation context. Journal of Applied Communication Research, v. 46, n. 2, p. 135 – 154, 2018.

LOUREIRO, C.F.B. Educação Ambiental transformadora. In: LAYRARGUES, P. P. (coord.). Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Brasília: MMA, 2004, p. 65-84.

MARTÍNEZ GIL, F.J. Los problemas del agua en España: análisis de una realidad. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, v. 15, n. 3, p. 228 – 239, 2007.

OLIVEIRA, H.T. Potencialidades do uso educativo do conceito de bacia hidrográfica em programas de Educação Ambiental. In: SCHIAVETTI, A.; CAMARGO, A. F. M. (Orgs.). Conceitos de bacias hidrográficas: teorias e aplicações. Ilhéus: Editus, 2002. p. 125-138.

PERKINS, P.E. Public participation in watershed management: International practices for inclusiveness. Physics and Chemistry of the Earth, v. 36, p. 204 – 212, 2011.

PINTO, B.C.T.; BORGES, J.L. C. Uma atividade de Educação Ambiental em espaço não formal: potencialidades do uso de bacias hidrográficas. Tempos e espaços em educação, São Cristóvão, v. 8, n. 16, p. 109 – 124, 2015.

SCHULTZ, T.; FIELDING, K.; NEWTON, F. Images that engage people with sustainable urban water management. Science Communication, v. 40, n. 2, p. 199 – 227, 2018.

TEIXEIRA, A.C. Educação Ambiental: caminho para a sustentabilidade. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 2, n. 1, p. 23-31, 2007.

TUNDISI, J.G. Governança da água. Revista da UFMG, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 222 – 235, 2013.

VILAÇA, M. F. et al. Bacia hidrográfica como unidade de planejamento e gestão: o estudo de caso do ribeirão Conquista no município de Itaguara – MG. Anais do XIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. Viçosa-MG, 2009. Disponível em: < http://www.geo.ufv.br/simposio/simposio/trabalhos/trabalhos_completos/eixo3/070.pdf>. Acesso em 20 Mar 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-01

Como Citar

Dictoro, V. P., & Hanai, F. Y. (2021). A educação e a comunicação ambiental transformadora: abordagens, diretrizes e práticas na gestão de bacias hidrográficas. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(6), 104–124. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12123

Edição

Seção

Artigos
Recebido em 2021-05-10
Aceito em 2021-08-03
Publicado em 2021-12-01

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)