Um audiovisual como ferramenta de Educação Ambiental

  • Marisa Braga Instituto Gaia Guria/Oca de Gaia
  • Jussara Prates dos Santos Girardi Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Adriane Jules Kniphoff da Cruz Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Educação Ambiental, Recursos Hídricos, Comunicação, História e Conhecimento

Resumo

Os ecossistemas de três arroios da cidade de Portão: Boa Vista, Cascalho e Noque são descritos na produção audiovisual, resultado da pesquisa de natureza quali-quantitativa, sob a coordenação local municipal da Educação Ambiental, com fomento do edital público Pró Sinos e participação das escolas municipais. A análise remete ao papel das ferramentas de comunicação as quais possam ser propagadas nas redes sociais e mídias em geral, na promoção da consciência ambiental, através de informações sobre os aspectos físicos, históricos, econômicos, culturais e das formas de ocupação e expansão territorial, e os fatores que contribuíram na degradação dos ambientes naturais e a sua relação com os recursos hídricos.

Biografia do Autor

Marisa Braga, Instituto Gaia Guria/Oca de Gaia

Mestre em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos – IPH, UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Especialista em Gestão e Educação Ambiental; Especialista em Tutoria e Aprendizagem a Distância. Graduada em Pedagogia – UNISINOS, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, RS. 

Jussara Prates dos Santos Girardi, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Especialista em Coordenação Pedagógica Ciências Sociais, Negócio e Direito. Esp. Supervisão Educacional. Esp. Gestão de Arquivos. Graduada em História. Graduanda em Ciências Biológicas. UNISINOS. 

Adriane Jules Kniphoff da Cruz, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Bacharel em Comunicação Social Habilitação: Publicidade e Propaganda. UNISINOS.

Referências

ANA – Agência Nacional de Águas. Sobre a ANA. Brasil, Disponível em: https://www.ana.gov.br/@@busca?SearchableText=usos+consuntivos Acesso em: 20 mai. 2020.

BOFF. L. Sustentabilidade: o que é: o que não é. 2. Ed. – Petrópolis, RJ: vozes, 2013.

BRAGA. M. 2018. 85f. Etnografia dos Agentes Sociais de um Comitê de Bacia: Aplicação na Legitimação da Decisão do COMITESINOS. Dissertação (Mestrado Profissional). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Pesquisas Hidráulicas, Programa de Pós-Graduação em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos, Porto Alegre, BR-RS. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/194843 Acesso em: 09 jun. 2020.

BRASIL. Lei Federal nº 9.433, de 08 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o Inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e Altera o art. 1º da Lei Nº 8.001, de 13 de Março de 1990, que modificou a Lei nº 7.990, de 28 de Dezembro de 1989. Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9433.htm. Acesso em: 10 mai. 2020.

BRASIL. Novo Código Florestal, Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nºs 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nºs 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória nº 2.166- 67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm Acesso em: 30 mai. 2020.

BRASIL. Lei Federal Nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm Acesso em: 10 jun. 2020.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituiçao.htm Acesso em: 08 jun. 2020.

BRASIL. Serviço Geológico do Brasil. CPRM. Ação Emergencial para Delimitação de Áreas em Alto e Muito Alto Risco a Enchentes e Movimentos de Massa Município de Portão – RS Novembro de 2015. Disponível em: http://energiaemineracaoprobrasil.mme.gov.br/ e em: https://www.cprm.gov.br/ Acesso em: 06 jun. 2020.

CAPRA. F. Alfabetização Ecológica: a educação das crianças para um mundo sustentável. Michael K. Stone e Zenobia Barlow, orgs; prólogo David w. Orr; prefácio Fritjof Capra; prefácio à edição brasileira Mirian Dualibi; tradução Carmem Fischer. – São Paulo: Cultrix, 2006.

COMITÊ DE GERENCIAMENTO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOS SINOS – COMITESINOS. Plano de Bacia. São Leopoldo, 2013. Disponível em: http://www.comitesinos.com.br/arquivos/1--plano-de-bacia---enquadramento--2014---o-rio-que-temos-2017-07-03-1499111561.pdf Acesso em: 09 mai. 2020.

COMITÊ DE GERENCIAMENTO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOS SINOS – COMITESINOS. Planície de Inundação. Deliberação 061/2015. São Leopoldo, 2016. Acesso em: 31 mai. 2020.http://www.comitesinos.com.br/risco/docs/JustificativasCA_mar16PDF.pdf

COSTA. M.V. Caminhos investigativos: novos Olhares na Pesquisa em Educação. (Org.)- 2. Ed. Rio de janeiro: DP&A,2002.

FREIRE. P. Pedagogia da Autonomia, saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra. 25º Edição, 1996.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2020. Panorama cidades. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/portao/panorama>. Acesso em: 10 mar. 2020.

GIRARDI, J.P.S. (organizadora); ROCHA, C.B.; ALVES, E.M. Conhecer para amar e respeitar nossa história. Secretaria de Educação/ Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo de Portão. Portão. p. 137, 2013.

MEDINA, N.M. Breve histórico da Educação Ambiental. Julho 2008. Disponível em: <http://docplayer.com.br/1415782-Artigo-breve-historico-da-educacao-ambiental-nanamininni-medina.html >. Acesso em: 23 mai. 2020.

MENDES. A. T. Entrevista concedida a Luis Egyto: O Globo. Observatório da Imprensa. 09. jan. 2006. Disponível em: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/armazem-literario/as-obrigacoes-do-jornalismo-ambiental/

MURADÁS. K. 2011. 123f. Análise de Parâmetros para Mapeamento de Vulnerabilidade de Contaminação das Águas Subterrâneas do Aquífero Guarani nos Municípios de Portão e Estância Velha. Dissertação (Mestrado em Geologia) – do Curso do Programa de Pós-Graduação em Geologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Rio Grande do Sul. Disponível em: http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/3025 Acesso em: 30 mai. 2020.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTÃO. Lei Municipal nº 2.206/2011 com redação dada pela Lei nº 2.080/2010 institui o 2º Plano Diretor. Disponível em: https://portao.cespro.com.br/visualizarDiploma.php?cdMunicipio=7776&cdDiploma=20112206 = Acesso em: 21 mai. 2020.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTÃO. Decreto Municipal nº 887/2014. Institui a Corticeira do Banhado como Árvore Símbolo de Portão. Disponível em: https://portao.cespro.com.br/visualizarDiploma.php?cdMunicipio=7776&cdDiploma=201400887&NroLei=887&Word=&Word2= Acesso em: 30 mai. 2020.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTÃO. Decreto Municipal Nº 1.155 de 05 de dezembro de 2019. Aprova o Plano de Saneamento Básico de Portão. Disponível: em: http://www.portao.rs.gov.br/_images/uploads/arquivos/Decreto%20n%C2%BA%20115 e Dispõe do Plano Municipal de saneamento Básico. Disponível em: http://www.portao.rs.gov.br/_images/uploads/arquivos/PORT%C3%83O_Vol%20II_2019.pdf Acesso em 07 jun. 2020.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTÃO. Plano Local de Habitação de Interesse Social de Portão – PLHIS (2009), População na RMPA (Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul, 2002) – PLHIS, 2009.Disponível em: http://www.portao.rs.gov.br/secretaria/10/secretarias-planejamento-obras-e-viacao-sempov Acesso em: 04 jun 2020.

RIO GRANDE DO SUL. (Estado). Lei Nº 10.350 de 30 de dezembro de 1994. Institui o Sistema Estadual de Recursos Hídricos, regulamentando o artigo 171 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS. Disponível em: http://www.al.rs.gov.br/filerepository/repLegis/arquivos/10.350.pdf Acesso em: 10 jun. 2020.

SILVA, J. B. MENDES. André Trigueiro - Mundo Sustentável 2: novos rumos para um planeta em crise. São Paulo: Globo, 2012. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S. l.], v. 34, n. 1, p. 330–336, 2017.

Publicado
2020-12-07
Como Citar
Braga, M., Girardi, J. P. dos S., & Cruz, A. J. K. da. (2020). Um audiovisual como ferramenta de Educação Ambiental. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(7), 186-205. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10785
Seção
Artigos