Monitoramento a usuários pós-AVC na Atenção Primária: uma revisão sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.12023

Palavras-chave:

Acidente Vascular Cerebral, Atenção Primária à Saúde, Infarto Cerebral

Resumo

Introdução. Aproximadamente 60% dos pacientes ficam com sequelas motoras, cognitivas e distúrbios de comunicação. Objetivo. Apresentar evidências científicas com base em revisão sistemática da literatura achados referentes ao monitoramento de usuários pós-AVC na atenção primária. Método. Para a seleção dos estudos foi utilizada a combinação baseada no Medical Subject Heading Terms (MeSH). Foram utilizadas as bases de dados MEDLINE (Pubmed), LILACS, SciELO, SCOPUS, WEB OF SCIENCE e BIREME. Sem restrição de idioma, período e localização. Resultados. Foram identificados 88 artigos inicialmente, dos quais 25 foram para a avaliação de resumos. Desses, 22 foram excluídos por não responderem a pergunta norteadora. Procedeu-se a leitura na íntegra dos 2 artigos e após a aplicação dos critérios de elegibilidade, no qual foram inclusos na pesquisa. Conclusão. Os estudos mostraram uma evolução significativa dos pacientes que realizaram acompanhamento na atenção primária pós-AVC, demonstrando assim a sua importância de continuidade de intervenção após a alta hospitalar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Mello GAM, Bridi BPL, Oliveira DC, Jantsch LB. Prevalência de internações hospitalares por acidente vascular cerebral em crianças e adolescentes. Res Soc Dev 2020;9:e45297440. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4404

Santos LB, Waters C. Perfil epidemiológico dos pacientes acometidos por acidente vascular cerebral: revisão integrativa. Braz J Dev 2020;6:2749-75. https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-198

Ribeiro PW. O efeito da reperfusão cerebral na deglutição de indivíduos após Acidente Vascular Cerebral (Tese). Botucatu: Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, 2017, 30 f. http://hdl.handle.net/11449/150108

Roxa GN, Amorim ARV, Caldas GRF, Ferreira ADSH, Alencar Rodrigues FE, et al. Perfil epidemiológico dos pacientes acometidos com AVC isquêmico submetidos a terapia trombolítica: uma revisão integrativa. Braz J Devel 2021;7:7341-51.

https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-496

Silva RG, Cobo DL, Dall MH, Foss A, Vale ME, Cavenaghi S. Perfil epidemiológico da unidade de AVC em um hospital de ensino. BJHR 2021;4:22023-30. https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-298

Sousa BT, Neto CDM, Araújo FLC, Assis SC. Epidemiologia do acidente vascular cerebral no Brasil. Temas em Saúde 2016;16:1-17. https://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2016/08/16221.pdf

Santana NM, Santos Figueiredo FW, Melo Lucena DM, Soares FM, Adami F, Cardoso LD, et al. The burden of stroke in Brazil in 2016: an analysis of the Global Burden of Disease study findings. BMC Res Notes 2018;11:1-5. https://doi.org/10.1186/s13104-018-3842-3

Sarikaya H, Ferro J, Arnold M. Stroke prevention--medical and lifestyle measures. Eur Neurol 2015;73:150-7. https://doi.org/10.1159/000367652

Anderle P, Rockenbach SP, Goulart BNGD. Reabilitação pós-AVC: identificação de sinais e sintomas fonoaudiológicos por enfermeiros e médicos da Atenção Primária à Saúde. CoDAS 2019;31:1-7. https://doi.org/10.1590/2317-1782/20182018015

Morais HCC, Gonzaga NC, Aquino PDS, Araujo TLD. Estratégias de autocuidado apoiado para pacientes com acidente vascular cerebral: revisão integrativa.Rev Esc Enferm USP 2015;49:136-43. https://doi.org/10.1590/S0080-623420150000100018

Moher D, Shamseer L, Clarke M. Preferred reporting items for systematic review and meta-analysis protocols (PRISMA-P) 2015 statement. Syst Rev 2015;4:1. https://doi.org/10.1186/2046-4053-4-1

Pithon MM, Santos, Anna LI, Baião FC, Santos RL, Coqueiro RS, et al. Assessment of the effectiveness of mouthwashes in reducing cariogenic biofilm in orthodontic patients: A systematic review. J Dent 2015;43:297-308. https://doi.org/10.1016/j.jdent.2014.12.010

Olaleye OA, Hamzat TK, Owolabi MO. Stroke rehabilitation: should physiotherapy intervention be provided at a primary health care centre or the patients’ place of domicile? Disabil Rehabil 2014;36:49-54. https://doi.org/10.3109/09638288.2013.777804

Aziz AFA, Nordin NAM, Abd Aziz N, Abdullah S, Sulong S, Aljunid SM. Care for post-stroke patients at Malaysian public health centres: self-reported practices of family medicine specialists. BMC Fam Pract 2014;15:40. https://doi.org/10.1186/1471-2296-15-40

Downloads

Publicado

2022-02-09

Como Citar

Braz, C. H., Gonçalves, L. F., Rech, C. R., Haas, P., & Paiva, K. M. (2022). Monitoramento a usuários pós-AVC na Atenção Primária: uma revisão sistemática. Revista Neurociências, 30, 1–14. https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.12023

Edição

Seção

Revisão Sistemática
Recebido: 2021-04-18
Aceito: 2022-01-13
Publicado: 2022-02-09

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.