O turismo de base local e o desenvolvimento territorial do Assentamento 72 em Ladário (MS)

Autores

  • Éder Damião Goes Kukiel Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Corumbá, MS
  • Edgar Aparecido Costa Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Corumbá, MS
  • Milton Augusto Pasquotto Mariani Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6522

Palavras-chave:

Turismo de Base Local, Desenvolvimento Local, Assentamento 72, Empoderamento, Agricultura Camponesa.

Resumo

Este artigo discute as possibilidades de implementação do turismo com base local no Assentamento 72, localizado no município de Ladário, no estado de Mato Grosso do Sul, Brasil, com base nas potencialidades locais e de acordo com os elementos do espaço, propostos por Milton Santos em sua obra “Espaço e Método”, de 1985. O turismo é abordado como ferramenta dinamizadora do desenvolvimento territorial rural sustentável, capaz de promover mudanças sociais e econômicas, tendo os camponeses como protagonistas do seu próprio desenvolvimento. Adotou-se como procedimentos metodológicos pesquisa bibliográfica e trabalho de campo. Percebeu-se que o turismo pode ser uma importante alternativa de renda secundária dos camponeses, neste caso, facilitada pela presença de parceiros de reconhecida competência. Contudo, existe uma evidente carência de capacitação do grupo para essa atividade e incremento de infraestrutura, especialmente no que se refere à conservação das estradas. The locally based tourism and territorial development of the settlement 72 in Ladário (MS, Brazil) ABSTRACT This article discusses the possibilities of implementing tourism locally based in Settlement 72, located in the municipality of Ladário in the state of Mato Grosso do Sul, Brazil, based on local potentials and according to the elements of space, proposed by Milton Santos in his “Espaço e Método” from 1985. The tourism is approached as a dynamic tool for rural sustainable territorial development that promotes social and economic changes, taking peasants as protagonists of their own development. It was adopted as methodological procedures, bibliographic research and fieldwork. It was realized that tourism can be an important alternative for secondary income of peasants, in this case facilitated by the presence of partners of recognized competence. However, there is a clear lack of training for the group considering this activity and infrastructure increasing, especially as regards the maintenance of roads. KEYWORDS: Locally Based Tourism; Local Development; Settlement 72; Empowerment; Peasant Agriculture.

Biografia do Autor

Éder Damião Goes Kukiel, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Corumbá, MS

Graduado em Geografia e mestrando em Estudos Fronteiriços pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/Campus do Pantanal

Edgar Aparecido Costa, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Corumbá, MS

Geógrafo, professor do Mestrado em Estudos Fronteiriços e do Curso de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/Campus do Pantanal

Milton Augusto Pasquotto Mariani, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS

Geógrafo, professor do Mestrado em Estudos Fronteiriços e do Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Administração da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Downloads

Publicado

29.02.2016

Como Citar

Kukiel, Éder D. G., Costa, E. A., & Mariani, M. A. P. (2016). O turismo de base local e o desenvolvimento territorial do Assentamento 72 em Ladário (MS). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 9(1). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6522
##plugins.generic.dates.received## 2015-10-08
##plugins.generic.dates.accepted## 2015-11-25
##plugins.generic.dates.published## 2016-02-29

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.