Ecoturismo e Educação Ambiental nas trilhas guiadas no Vale do Capão (BA)

Autores

  • Tatiane Evaristo da Silva Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB
  • Maria Cristina Crispim Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB
  • Maristela Oliveira de Andrade Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB
  • Paloma de Sousa Regala Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2021.v14.11416

Palavras-chave:

Ecoturismo; Trilhas Guiadas; Educação ambiental; Vale do Capão. Parque Nacional da Chapada Diamantina;

Resumo

O artigo objetiva discutir o ecoturismo com foco na educação ambiental, tomando o caso das trilhas ecológicas realizadas em um dos principais destinos turísticos do Brasil, o Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD). Com a finalidade de contribuir com o fomento de uma perspectiva de educação ambiental nas atividades ecoturísticas foi oferecida uma formação para os guias da Associação de Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC), localizada no distrito Caeté-Açu, no município de Palmeiras/BA. Trata-se de uma Investigação de Ação Participante (IAP) que se constituiu em três etapas: 1. aplicação de um questionário estruturado, no qual objetivou-se recolher informações sobre o conhecimento dos guias sobre ecoturismo, educação ambiental e a conduta deles nas trilhas; 2. realização de um curso de formação, através de apresentação dos conceitos de ecoturismo, bem como a sua aplicação a partir de uma perspectiva de Educação Ambiental (EA); 3. Aplicação do questionário estruturado, novamente, como uma forma de identificar se houve mudanças na percepção dos guias, antes e após o curso de formação. A pesquisa contou com a participação de 11 condutores/guias inscritos através do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA), em uma ação conjunta que uniu uma pesquisa científica de mestrado e um projeto de extensão, apenas 9 condutores/guias finalizaram o curso. Ao final da pesquisa, conclui-se que, embora o Vale do Capão seja um dos destinos mais procurados como opção ecoturística, não há clareza sobre os princípios do ecoturismo, por parte dos condutores/guias nas trilhas ecológicas, o que dificulta a efetivação das finalidades do ecoturismo. Após a realização do curso notou-se uma mudança na percepção dos condutores/guias, que passaram a compreender o ecoturismo nas diversas dimensões: Educação/Conscientização e Conservação ambiental, demonstrando a importância da realização de formações continuadas nesses espaços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Evaristo da Silva, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Graduada em Turismo na UFPB, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente-(PRODEMA) Paraíba.

Referências

ARAÚJO, L.C. A Sustentabilidade Trilheira do Vale do Capão/ Palmeiras-BA. Revista de Desenvolvimento Econômico, ano XIII, v12, n22. Salvador: UNIFACS. 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília: 2017. Versão impressa. Edição administrativa do texto constitucional.

BRASIL. Lei n° 6.938 de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos d e formulação e aplicação, e dá outras providências Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6938.htm> Acesso: 01/07/2020

BRASIL. Lei n° 9.985 de 18 de julho de 2000. Institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Disponível em: < <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9985.htm#:~:text=LEI%20No%209.985%2C%20DE%2018%20DE%20JULHO%20DE%202000.&text=Regulamenta%20o%20art.,Natureza%20e%20d%C3%A1%20outras%20provid%C3%AAncias.> Acesso: 01/07/2020

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Recomendações da Tbilisi. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/informma/item/8065-recomenda%C3%A7%C3%B5es-de-tbilisi.htm> acesso: 01/07/2020

BRASIL. Ministério do Turismo. Ecoturismo: Orientações Básicas. 2° edição. Brasília, DF, Ministério do Turismo, 2010. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Ecoturismo_Versxo_Final_IMPRESSxO_.pdf Acesso: 01/07/2020

BACKES, L.; RUDZEWICZ, L. A Visão dos Turistas sobre a Experiência de Ecoturismo no Parque Estadual de Itapuã – RS. Anais do VII Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul. Caxias do Sul, RS: 2012. Disponível em: <https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/a_visao_dos_turistas.pdf> acesso: 01/07/2020

BUZATTO, L.; KUHNEN, C.F.C. Trilhas interpretativas uma prática para a educação ambiental. Revista Vivências. Erechim-RS, v. 16, n. 30, p. 219-231 | jan./jun. 2020.

CÂMARA, J.T.; LIMA, A.R. O uso de Trilhas Ecológicas para Trabalhar Educação Ambiental. Educação Ambiental em Ação, v. 16, n 59 mar-mai, 2017.

CAVALCANTI, A. Ecoturismo, Meio Ambiente e Sustentabilidade: Análises e propostas. In: SEABRA, G. Educação Ambiental no Mundo Globalizado: Uma ecologia de riscos, desafios e resistência. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2011.

CARVALHO, I.B.P.; CRISPIM, M.C. Proposta de criação de uma trilha ecológica como forma de aproveitamento econômico de Áreas de Proteção Permanente (APP): Fazenda Serra Grande e o Caminho das Águas. Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.10, n.4, jan. 2018, pp.831-855.

DEBEUS, G.; CRISPIM, M.C. O turismo nas piscinas naturais de Picãozinho, João Pessoa, PB – percepções, conflitos e alternativas. Revista de estudos ambientais REA, v.10, n. 1, p. 21-32, jan./jun. 2008.

DIEGUES, A. C. Ecologia Humana e Planeamento Costeiro. São Paulo: NUPAUB, 2001.

EISENLOHR, P.V.; MEYER, L.; MIRANDA P.L.; S.; REZENDE, V.L.; SARMENTO, C.D.S.; MOTA T.J.R.C.; GARCIA, L.C.; MELO, M.M.R.F. Trilhas e seu papel ecológico: o que temos aprendido e quais as perspectivas para a restauração de ecossistemas? Hoehnea. São Paulo, v. 40, n° 3, p. 407-418, 2013

ESTOCOLMO. Declaração da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano. Estocolmo, 1972. Disponível em: <https://apambiente.pt/_zdata/Politicas/DesenvolvimentoSustentavel/1972_Declaracao_Estocolmo.pdf> Acesso: 08/10/2019.

FERREIRA, L.F. COUTINHO, M.C.B. Ecoturismo: a importância da Capacitação Profissional do Condutor Ambiental Local. In: ARLINDO, P.J. Gestão Ambiental e Sustentabilidade no Turismo. Barueri: Manole, 2010. (Coleção Ambiental, v. 9)

FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO DO RIO. Ações que alavancaram o turismo da Costa Rica são apresentadas no Fórum, 2017. Disponível em: <https://www.querodiscutiromeuestado.rj.gov.br/noticias/5038-acoes-que-alavancaram-o-turismo-da-costa-rica-sao-apresentadas-no-forum>. Acesso em: 08/09/2020.

GENTILE, C.; FRANCO, J.L.A.; SAYAGO, D.A.V. Um Modelo de Capacitação Rumo à Sustentabilidade: Os guias de Alto Paraíso de Goiás - Chapada dos Veadeiros (GO). Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science • v.5, n.1, p. 168-185, jan.-jun. 2016.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Declaração da Conferência Intergovernamental sobre Educação Ambiental. In: Educação Ambiental e Desenvolvimento: documentos oficiais. São Paulo, Secretaria do Meio Ambiente, 1994. p. 28-30 Disponível em: <http://arquivos.ambiente.sp.gov.br/cea/cea/EA_DocOficiais.pdf>. Acesso: 12 de out. de 2020

GUZZATTI, T.C.; SAMPAIO, C.A.C.; CORIOLANO, L.N.M.T. Turismo de base comunitária em territórios rurais: caso de Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia (SC). Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.6, n.1, jan/abr-2013, p 93-106.

ICMBIO. Parque Nacional da Chapada Diamantina. Disponível em: <https://www.icmbio.gov.br/portal/visitacao1/unidades-abertas-a-visitacao/9396-parque-nacional-da-chapada-da-diamantina>. Acesso: 06/07/2020.

KINKER, S. Ecoturismo e conservação da natureza em parques nacionais. Campinas/ São Paulo: Editora Papirus, 2002.

MARCONI, M.A.; LAKATOS, E.M. Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração e análise e interpretação de dados. 7.ed. São Paulo: Atlas, 2015.

MINISTÉRIO DO TURISMO. MTur destaca importância do ecoturismo para economia brasileira. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/12864-turismo-destaca-import%C3%A2ncia-do-ecoturismo-para-economia-brasileira.html> acesso: 01/07/2020

OECO. O que é ecoturismo. Disponível em: <https://www.oeco.org.br/dicionario-ambiental/28936-o-que-e-ecoturismo/> Acesso: 01/07/2020

ORTIZ, M.; BORJAS, B. La Investigación Acción Participativa aporte de Fals Borda a la educación popular. Espacio Abierto Cuaderno Venezolano de Sociologia. Zulia. v17, n 4, p. 615-627, out-dez/2008,

RAMOS, E.C. Educação ambiental: origem e perspectivas. Educar. Curitiba: Editora da UFPR, pp.201-218, 2001

REGALA, P.S. Contribuições para o Planejamento Ecoturístico na Trilha da Fumaça por cima, no Vale do Capão – Parque Nacional da Chapada Diamantina/BA. 2013. Dissertação (mestrado). Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013.

SANTOS, J.S.; LOURENÇO, L.J.S.; CRISPIM, M.C.; ELOY, C.C. Percepção ambiental dos visitantes do Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha, Cabedelo, PB. Anais do III Encontro Nacional de Educação Ambiental e V Encontro Nordestino de Biogeogafia (2013, João Pessoa). João Pessoa: p. 707-712, 2013.

Downloads

Publicado

2021-08-01

Como Citar

Silva, T. E. da, Crispim, M. C., Andrade, M. O. de, & Regala, P. de S. (2021). Ecoturismo e Educação Ambiental nas trilhas guiadas no Vale do Capão (BA). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 14(3). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2021.v14.11416
Recebido em 2020-11-18
Aceito em 2020-12-01
Publicado em 2021-08-01