A Estruturação do Rol de Oportunidades de Visitação no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO)

  • Thamyris Carvalho Andrade Universidade Federal do Tocantins, Arraias, TO
  • Thiago do Val Simardi Beraldo Souza Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Brasília, DF
  • André de Almeida Cunha Universidade de Brasília, Brasília, DF
Palavras-chave: Turismo, Áreas Protegidas, Parques Nacionais, ROVUC

Resumo

Este artigo versa sobre a aplicação do método do Rol de Oportunidades de Visitação em Áreas Protegidas – ROVUC [recentemente atualizado e validado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio] no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – PNCV. Seu objetivo foi identificar ações prioritárias de planejamento de uso público que subsidiem a construção do Plano de Uso Público da referida Unidade de Conservação – UC. Para a coleta de dados foram realizadas oficinas com a participação de alguns atores sociais, a saber: gestores da UC e guias de Turismo atuantes na região. Sua justificativa se dá pela expansão da área de extensão do PNCV que associada ao crescente fluxo de visitação dos últimos dez anos reforçou a necessidade de um levantamento de subsídios que auxiliem em seu planejamento por se tratar de uma área de Cerrado de acentuado interesse ecológico. A partir dos procedimentos realizados e aqui descritos identificou-se que a diversificação das oportunidades é uma aliada para a gestão do PNCV, no que tange à oportunização do visitante não somente à realização de uma determinada atividade, mas sim, o favorecimento de uma experiência.

Biografia do Autor

André de Almeida Cunha, Universidade de Brasília, Brasília, DF

Doutorado em Ecologia, Conservacao e Manejo da Vida Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil(2010)
Professor Adjunto 2 da Universidade de Brasília , Brasil

Referências

ANDRADE, T.C. A Experiência das Visitas Guiadas e Autoguiadas: Um Ensaio Interpretativo pelo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – GO. Thamyris Carvalho Andrade, 2014.

BEETON, S. Regional community entrepreneurship through tourism: the case of Victoria’s rail trails. Int. J. Innovation and Regional Development, v.2, nº 1/2, 2010.

BRASIL. Decreto de 5 de junho de 2017. Amplia o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, localizado nos Municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Nova Roma, Teresina de Goiás e São João da Aliança, Estado de Goiás.

BRASIL. Decreto nº 5.419 de 07 de maio de 2001. Dispõe sobre a criação da Área de Proteção Ambiental - APA de Pouso Alto e dá outras providencias.

BRASIL. Lei nº 9985, de 18 de julho de 2000. SNUC, Sistema Nacional de Unidades de Conservação.

BRASIL. Plano de Manejo do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Brasília: 2009

HARSHAW, H.W.; SHEPPARD S.R.J. Using the recreation opportunity spectrum to evaluate the temporal impacts of timber. harvesting on outdoor recreation settings. Journal of Outdoor Recreation and Tourism; v.1, n.2: p.40-50. 2013.

ICMBIO – Instituto Chico Mendes. Disponível em: . Acessado em 04 de novembro de 2018.

ICMBio. Mapa da Reserva da Biosfera. Disponível em: <http://www.icmbio. gov.br/parnachapadadosveadeiros/images/stories/reserva_da_biosfera/MAPA_1.1_RESERVA_BIOSFERA.jpg>. Acesso em: 29 de novembro de 2018

ICMBio. Uso Público e Turismo. Disponível em: <http://qv.icmbio.gov.br/ QvAJAXZfc/opendoc2.htm?document=painel_corporativo_6476.qvw&host=Local&anonymous=true>. Acesso em: 01 de dezembro de 2018

KALTENBORN, B.P.; EMMELIN, L. Tourism in the high north: management challenges and recreation opportunity spectrum planning in Svalbard, Norway. Environmental Management, v.17, n.1, p.41-50, 1993.

LIMA, P.C.A.; FRANCO, J.L.A. As RPPNS como estratégia para a conservação da Biodiversidade: O caso da Chapada dos Veadeiros. Soc. & Nat., v.26 n.1, p.113- 125. 2013

MORE, T.A.; BULMERS, S.; HENZEL, L.; MATES, A.E. Extending the recreation opportunity spectrum to nonfederal lands: an implementation guide. Gen. Tech. Rep. NE-309. Newtown Square, PA: U.S. Department of Agriculture, Forest Service, Northeastern Research Station, 25 p., 2003.

NASCIMENTO, D.T.F.; BRITO, B.N.; ÁVILA, R.C.; MELO, P.V.F. Caracterização Socioeconômica e Mapeamento Físico como Fomento à Gestão e ao Manejo da Reserva da Biosfera Goyaz – goiás/brasil. Geografia em Questão. Vol. 09. 2016

NEUPANE, R.; KC, A.; PANT, R. Assessing Tourism Potential In Bhaktapur Durbar Square, Nepal. International Journal of Environment, v;2, n.1, p.250-261, 2013.

NYBAKK, E.; HANSEN, E. Entrepreneurial attitude, innovation and performance among Norwegian nature-based tourism enterprises. Forest Policy and Economics. Volume 10, Issues 7–8, October 2008, Pages 473-479

OLIVEIRA, D.A.; PIETRAFESA, J.P.; BARBALHO, M.G.S. Manutenção da Biodiversidade e o Hotspots Cerrado. Caminhos da Geografia, v.9 p.101-114. 2008

PIRES, P.S. A dimensão conceitual do Ecoturismo. Turismo – Visão e Ação, nº1, p. 75–91, 1998

RODRIGUES, C.G.O. O uso público nos Parques Nacionais: a relação entre as esferas pública e privada na apropriação da biodiversidade. Universidade de Brasilia. 2009

ROSA, A.N.; TOLENTINO, R.C. Plano de Manejo: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. ICMBio/ MMA, Brasília, 2009.

ROVUC. Rol de Oportunidades de Visitação em Unidades de Conservação. 2018 (No prelo)

UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação; Reserva da Biosfera do Cerrado; disponível em: http://www.rbma.org.br/mab/unesco_03_rb_cerrado.asp. Acesso em 30/11/2018, p.01.

WASHINGTON, DC: U.S. Department of Agriculture Forest Service. General Technical Reprot NE-309.

Publicado
2020-05-02
Como Citar
Andrade, T. C., Souza, T. do V. S. B., & Cunha, A. de A. (2020). A Estruturação do Rol de Oportunidades de Visitação no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 13(2). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2020.v13.10227
Seção
Artigos