A criadagem servil e as tentativas de regulação policial dos trabalhos domésticos em Fortaleza,1880-1887

  • Eylo Fagner Silva Rodrigues Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Ceará. Trabalho doméstico. Regulamentação

Resumo

Este artigo trata da ascensão da questão dos criados de servir num contexto de imediato pós-Abolição, no Ceará, correlacionando-a aos debates em todo o país acerca desse tema. Procura-se delinear o assunto relativo à contratação dos criados domésticos como sucessor da questão do elemento servil, dada à correlação com a organização das famílias proprietárias nas cidades. O foco desse texto, após essa contextualização, volta-se para a Postura de Contratação dos Criados de Servir, e aqui se dá a ver a sua complementariedade com o recenseamento da população de Fortaleza; ambos compreendidos como polícia preventiva para manutenção da paz das famílias. Nesse ponto, vê-se o enfrentamento dos criados contra os patrões, amiúde antigos proprietários de escravos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eylo Fagner Silva Rodrigues, Universidade Federal do Ceará

Mestre e Doutor em História Socail pela Universidade Federal do Ceará.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
Silva Rodrigues, E. F. (2020). A criadagem servil e as tentativas de regulação policial dos trabalhos domésticos em Fortaleza,1880-1887. Almanack, 1(26), 1-46. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/alm/article/view/9936
Seção
Artigos