Os esquecidos no processo de Independência: uma história a se fazer

  • Lúcia Bastos
Palavras-chave: Memory

Resumo

Este artigo propõe-se uma outra abordagem da história da Independência do Brasil, para além das grandes personagens conhecidas pela historiografia, que possibilite trazer à tona os indivíduos, muitas vezes, esquecidos desse processo. Tal questão não significa, contudo, escolher uma personagem não original, apenas um nome de que se procura reconstituir sua trajetória, sem inseri-lo no contexto mais amplo da conjuntura que marcou a separação do Brasil de Portugal. Utilizando-se de pequenas histórias de vida, é possível encontrar aqueles que também elaboraram argumentos que possibilitaram releituras do processo. Estruturaram ainda um discurso que buscou decifrar as linguagens da época e responder às questões por meio de práticas e princípios que, em certa medida, traduziam as culturas políticas daquele momento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-10-12
Como Citar
Bastos, L. (2020). Os esquecidos no processo de Independência: uma história a se fazer. Almanack, 1(25), 1-44. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/alm/article/view/10505
Seção
Fórum

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##