Práticas em Educação Ambiental no ensino médio: o uso e destilação de fermentado de caldo de cana de açúcar como ferramenta didática para a educação básica

  • Rayani Garcia Instituto Federal Do Espírito Santo
  • Valéria Batista de Carvalho Instituto Federal Do Espírito Santo
  • Washington Carneiro Instituto Federal Do Espírito Santo
Palavras-chave: Educação ambiental; Fermentação; Destilação alcoólica; Degradação ambiental.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo geral apresentar uma sequência didática que apresenta conceitos químicos, biológicos, históricos e sociais no decorrer da sua aplicação. Por meio dela, são descritos o processo de produção de álcool a partir da fermentação e a destilação do mosto de caldo de cana de açúcar. A metodologia em questão explora dados qualitativos, explicativos e o método descritivo. A sequência didática expõe variadas formas de poluição geradas no processo e os meios para evitar a degradação ambiental. A sequência didática e o exemplo prático da fermentação, bem como do mosto e produção de álcool por destilação simples se apresentam como ferramentas didáticas relevantes para exposição dos processos físico-químicos, biológicos e sociais. Assim como permitem abordar a possibilidade de dano ao meio ambiente, mas também apontam no sentido da promoção de uma consciência ambiental em alunos do segundo ano do ensino médio ao tentar propor um debate voltado para a formação de uma consciência ecológica, bem como busca como alternativas sustentáveis e ações que mitiguem os efeitos dos danos ambientais causados pelo processo de produção industrial de álcool. Desse modo, o trabalho pretende contribuir com a formação de sujeitos conscientes a fim de reduzir os impactos ambientais e a interferência agressiva do homem. A contribuição (diferencial e importância) do estudo para a educação ambiental.

 

Referências

ALVES, F. C. Diário – um contributo para o desenvolvimento profissional dos professores e estudo dos seus dilemas. Instituto politécnico de Viseu. Disponível em www.ipv.pt/millenium/millenium29/30. Acesso em 25 de abril de 2013.

ANDRADE, M. L. F; MASSABNI, V. G. O desenvolvimento de atividades práticas na escola: Um desafio para professores de Ciências. Ciência & Educação, v.17, n.4, p. 835-854, 2011.

CELANTE, Gisele X. M.; TERRA, Vilma R.; SGARBI, Antônio D.; CELANTE, Vinícius G.Uma sequência didática sobre destilação da cachaça: da contextualização histórica ao compromisso social. XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química, Florianópolis, SC, 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 dez. 2018.

Como a cana de açúcar vira etanol? Etanol sem fronteira – episódio 3. Petrobras. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zFfpQsne_bg; Acessado em: 05 de Nov. 2018.

FROTA-PESSOA, Oswaldo; GEVERTZ, Rachel; SILVA, Ayrton Gonçalves da. Como ensinar ciências. 5.ed. São Paulo: Nascional, 1985.

GATTI, Bernardete A.. Didática e formação de professores: Provocações. Caderno de Pesquisa da Fundação Carlos Chagas, São Paulo, SP, v. 47, n. 166, p. 1150-1164, 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 dez. 2018.

HODSON, D. Hacia um enfoque más crítico del trabajo de laboratório. Enseñanza de las Ciencias, v.12, n. 13, p.299-313, 1994.

OLIVEIRA, A. M; STROSCHOEN, A. G. Diário de bordo: Uma ferramenta para o registro da alfabetização científica. Centro Universitário UNIVANTES – Programa de Pós-graduação em ensino de ciências exatas – Mestrado. Disponível em: < https://www.univates.br/ppgece/media/pdf/2015/aldeni_melo_de_oliveira.pdf>. Acesso em 07 de dez. 2018.

PEIXOTO, Carlos R. de M.; ROSA, Gilber R.; SILVA, Camila N.; SANTOS , Bianca T. e ENGELMANN, Tamiris L.. Miniprojeto para ensino de Química Geral Experimental baseado na fermentação do caldo de cana-de-açúcar. Revista Química Nova, São Paulo, SP, v. 35, n. 8, p. 1686-1691, 2012. Disponível em: . Acesso em: 11 dez. 2018.

PILETTI, Claudino. (Org.) Didática especial. 6.ed. São Paulo: Ática S.A, 1988.

PORLÁN, Rafael; MARTÍN, José. El diario del profesor. Sevilla: Díada Editora, 1997.

RIBAS, Cláudio Pereira; UHMANN, Rosangela Ines Matos. Aulas práticas/teóricas em ciências: uma memória reflexiva na formação docente. Revista da SBEnBio - Número 9. 2016.

VASCONCELLOS, C. D. S. Planejamento: plano de ensino: aprendizagem e projeto educativo. 4.ed. São Paulo: Libertad, 1951.
Publicado
2019-06-19
Como Citar
Garcia, R., Carvalho, V. B. de, & Carneiro, W. (2019). Práticas em Educação Ambiental no ensino médio: o uso e destilação de fermentado de caldo de cana de açúcar como ferramenta didática para a educação básica. Revista Brasileira De Educação Ambiental, 14(2), 268-276. https://doi.org/10.34024/revbea.2019.v14.6830
Seção
Artigos