Percepção ambiental de professores do ensino básico sobre arborização urbana do ambiente escolar entre os anos 1998 a 2022

Autores

  • Ismael Costa da Silva Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Josélia Carvalho de Araújo Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Juliana Kallyne Torres Marinho Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Rejane Botrel Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) https://orcid.org/0000-0001-9908-1450

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14339

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Estado do Conhecimento, Meio Ambiente, Percepção Ambiental

Resumo

Este artigo objetiva conhecer o que vem sendo produzido, no meio acadêmico, a respeito da percepção ambiental de professores do ensino básico, sobre o tema arborização urbana do ambiente escolar, nos últimos anos. Realizamos a análise de doze produções acadêmicas, disponíveis no portal de periódicos CAPES, que versam sobre a temática. O texto se constitui num estudo de caráter inventariante e descritivo. Dentre os trabalhos analisados, 07 apresentaram a percepção ambiental de professores do ensino básico com relação ao meio ambiente, e 05 indicaram a percepção com relação a práticas pedagógicas envolvendo a Educação Ambiental. Os trabalhos apontam que professores reconhecem a importância da preservação do meio ambiente, além de demonstrarem interesse por atividades ligadas à Educação Ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, E. O. Educação Ambiental: Percepções E Ações De Docentes E Discentes Do Ensino Público No Município De Boa Vista/RR. Dissertação de Mestrado, Centro Universitário-UNIVATES, Lajeado - RR, 2015.

ANDRÉ, M. E. D. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Revista Brasileira sobre Formação Docente, Belo Horizonte, v. 01, n. 01, p. 41-56, ago./dez. 2009.

ARAÚJO, J. L. M.; ARAÚJO, A. C.; ARAÚJO, A. C. Percepção ambiental dos residentes do bairro presidente Médici em Campina Grande-PB, no tocante à arborização local. Revista da Soc. Bras. de Arborização Urbana, Piracicaba – SP, v.5, n.2, p.67-81, 2010.

BELLO, A. A. Fenomenologia e ciências humanas. Bauru: EDUSC, 2004.

BEZERRA, T.M.O. Percepção do Ambiente por Alunos e Professores no Entorno da Estação Ecológica de Caetés, Paulista Pernambuco. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife – PE, 2006.

BIONDI, D. et al. Aspectos importantes das plantas ornamentais em escolas públicas estaduais da cidade de Curitiba – PR. Revista brasileira de Ciências Agrarias, UFPE- PE, Brasil, vol. 3, 2008.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 436 p., 1998.

BRASIL. Lei n. 9795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e da outras providências. Diário Oficial da União de 28 de abril de 1999. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm>. Acesso em: 04 nov. 2022.

CABRAL, P. I. D. Arborização urbana: problemas e benefícios. Revista Especialize On-line IPOG, Goiânia, v. 1, n. 006, s/p, 2013.

CALDERÓN-GARCIDUEÑAS, L. et al.; Air pollution, cognitive deficits and brain abnormalities: A pilot study with children and dogs. Brain and Cognition 68, 117–127, 2008.

CAPRÂNICA, P.; KAWASAKY, C. S. As concepções ecológicas de estudantes sobre a arborização urbana: subsídio para Educação Ambiental. Anais do VII Encontro Perspectiva de Ensino de Biologia. São Paulo, 2000.

CARVALHO, C. A. et al. Educação Ambiental na operação de tratamento de esgoto - ferramenta facilitadora para a gestão ambiental, saúde pública e marketing institucional. Anais do XXVII Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental. São Paulo – SP, 2000. Disponível em: m: <http://wwwbvsde.paho.org/bvsaidis/ImpacTo s/vi-056.pdf>. Acesso em: 06 nov. 2022.

CAMARGO, S. C. G. A Educação Ambiental Na Visão Dos Professores De Ciências Naturais, Humanas E Linguagem, Balneário Camboriú, SC. Dissertação de Mestrado, Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, Balneário Camboriú – SC, 2003.

COSTA, A.V.R. Análise da Percepção Ambiental dos Professores das Escolas Estaduais na sede do Município de Rorainópolis/RR. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Roraima, Boa Vista – RR, 2015.

COUTRO, E. M; MIRANDA, G. M. Levantamento da arborização urbana de Irati – PR e sua influência na qualidade de vida de seus habitantes. Revista eletrônica. Lato Sensu – ano 2, nº 1, julho de 2007.

DEL RIO, V. Desenho urbano e revitalização na área portuária do Rio de Janeiro: a contribuição do estudo da Percepção Ambiental. Tese de Doutorado, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo-USP, São Paulo,1991.

DEL RIO, V. Cidade da Mente, Cidade Real. Percepção Ambiental e Revitalização na Área Portuária do Rio de Janeiro. In: DEL RIO, V; OLIVEIRA, L. (Org.). Percepção ambiental: a experiência brasileira. São Paulo: Universidade de São Carlos. Studio Nobel, 1996.

DEUS, T. R. V. et al. Educação Ambiental Nas Escolas: Arborização Do Colégio Estadual Rui Barbosa, Juazeiro-BA. Anais do V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental Belo Horizonte/MG. IBEAS – Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais, p. 1-3, 2014.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: Princípios e Práticas. 8.ed. Gaia, 2003.

DIAS, G. F. Eco Percepção: Um Resultado Didático Dos Desafios Socioambientais. São Paulo. Gaia, 2004.

FEDRIZZI, B. et al. Vegetação No Pátio Escolar: Um Estudo Para A Realidade De Porto Alegre–RS. Anais do Congresso Brasileiro de Arborização Urbana, 7, 2003, Belém, Belém-PA., v.1, p.1-4, 2003.

FERREIRA, N. S. A. As Pesquisas Denominadas “Estado Da Arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

FILHO, J.F.P. Áreas Livres: Um Estudo De Percepção Dos Professores Sobre As Áreas Verdes Do Entorno Predial Escolar. Dissertação de Mestrado, Universidade de Brasília - UnB, Brasília-DF, 2016.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro. Paz e Terra, 2005.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T (Orgs.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 120p, 2009.

HUSSERL, E. Ideias para uma fenomenologia pura e para uma filosofia fenomenológica (Coleção Subjetividade Contemporânea). 3. ed. Aparecida: Ideias e Letras, 2006.

JESUS, A. J. F. Do Timor-Leste a Paraíba: Percepção Ambiental e as Representações Sociais de Meio Ambiente de Professores e Educandos do Ensino Médio. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa-PB, 2013.

LIMA, L. C. de. Processo de Planejamento e Implantação do Parque Natural Municipal de Lages – SC com ênfase na Conservação de Bacias Hidrográficas e na Percepção da Comunidade do Entorno. 2007. (Tese em engenharia Ambiental) Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Centro Tecnológico Programa de Pós-Graduação - Tese em Engenharia Ambiental. Florianópolis, SC.

LUSTOSA, A. A. S. Arborização Urbana Como Instrumento Para Educação Ambiental Na Formação Continuada De Professores De Educação De Jovens E Adultos Na Modalidade Especial. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Maringá, Goioerê – PR, 2020.

MARQUES, J. G. W. Etnoecologia, Educação Ambiental e superação da pobreza em áreas de manguezais. Anais do Encontro Nacional de Educação Ambiental em Áreas de Manguezais. 1, Maragogipe [s.n.], 1993, p. 29-35.

MARTINS, L. T. R. Percepção e Educação Ambiental: contribuições metodológicas para o estudo das relações entre áreas naturais protegidas e instituições de ensino. Tese de Doutorado, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro - SP, 2015.

MINAYO, M. C. S. O desafio da pesquisa social. In: MINAYO, M. C. S. (Org.) Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 28. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. p. 9-29.

NASCIMENTO, M. V. E. Estudo das Percepções Ambientais e de Ações Educativas Promotoras da Biodiversidade em uma Unidade de Conservação do RN. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, Natal-RN, 2011.

OLIVEIRA, A. S. et al. Benefícios da arborização em praças urbanas – o caso de Cuiabá/MT. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 9, n. 9, p. 1900-1915, 2013.

PEDRINI, A. et al. Percepção ambiental de crianças e pré-adolescentes em vulnerabilidade social para projetos de Educação Ambiental. Ciência & Educação, v. 16, n. 1, p. 163-179, 2010.

PERES, A. D. Percepção Ambiental de Professores e Alunos de uma Escola Municipal de Pindamonhangaba – SP. Dissertação de Mestrado, Universidade de Taubaté, Taubaté-SP, 2009.

PINHEIRO, C. R. et al. A importância da arborização nas cidades e sua influência no microclima. Revista de Gestão e Sustentabilidade Florianópolis, v. 6, n. 1, p.67-82, abr./set. 2017.

REIGOTA, M. O que é Educação Ambiental. 2. ed. Revista e ampliada: São Paulo: Brasiliense, 2009 (Coleção primeiros passos), 2009.

RODRIGUES, C. A. G. et al. Arborização urbana e produção de mudas de essências florestais nativas em Corumbá, MS. Documentos 42. EMBRAPA Pantanal, 26p. 2002.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educ., Curitiba, v. 6, n.19, p.37-50, set./dez. 2006.

SANCHOTENE, M. C. Desenvolvimento e perspectivas da arborização urbana no Brasil. Anais do Congresso Brasileiro de Arborização Urbana, 2., São Luis.. São Luis: SBAU. p.15-25, 1994.

SATO, M. Educação para o ambiente amazônico. 1997. Tese de Doutorado. Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais) -Universidade Católica de Goiás, 246p,1997.

SANTOS, C. M. Conexão Com A Natureza, Percepção Ambiental E Práticas Pedagógicas De Professoras/Es Em Escolas De Alta Floresta – MT. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos – SP, 2020.

SANTOS, K. R. Políticas públicas na formação de professores de Geografia: Análise dos efeitos do Programa Institucional de Bolsa a Iniciação à Docência nos anais do ENPEG 2013. 2018. 70f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Ciências humanas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018.

SILVA, W. C. O Lugar da Educação Ambiental nas Concepções e Praticas Pedagógicas dos Professores da Rede Pública Estadual no Semiárido Sergipano. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Sergipe – UFS, São Cristóvão – SE, 2012.

SCHAFER, A. et al. Fundamentos Ecológicos para Educação Ambiental: Municípios de Mostardas, Tavares, São José do Norte e Santa Vitória do Palmar. Caxias do Sul: Educs, 2009.

SHIRAISHI, J. C. Conflitos ambientais em unidades de conservação: percepções sobre a Reserva Biológica da Contagem, DF. 2011. 115 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) – Centro de Desenvolvimento Sustentável, Universidade de Brasília, Brasília, 2011. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/8662/1/2011_JulianaCostaShiraishi.pdf>. Acesso em: 3 jul. 2022.

SUGLIA, S.F. et al. Association between Traffic-Related Black Carbon Exposure and Lung Function among Urban Women. Environmental Health Perspectives, volume 116 | number 10 | october 2008.

VIVIANI, J. C. Um espaço escolar mais verde e arborizado, reforçando a discussão sobre Educação Ambiental. Curitiba, artigo PDE, 2013.

ZUBEN, F. V. Meio Ambiente, Cidadania e Educação. Departamento de Multimeios. Unicamp. Tetra Pak Ltda. 1998. Disponível em: <http://www.planetareciclavel.com.br/sala_de_aula/Tetra_Pak/Cadernos_do_professo r.pdf>. Acesso em: 03 nov. de 2022.

WHYTE, A. V. T. La Perception De L‘Environnement: Lignes Directrices Méthodologiques Pour Les Etudes Sur Le Terrain. Paris: Unesco, 1974.

Downloads

Publicado

01-02-2023

Como Citar

Silva, I. C. da, Araújo, J. C. de, Marinho, J. K. T., & Botrel, R. (2023). Percepção ambiental de professores do ensino básico sobre arborização urbana do ambiente escolar entre os anos 1998 a 2022. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 18(1), 133–154. https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14339

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2022-09-22
##plugins.generic.dates.accepted## 2022-11-23
##plugins.generic.dates.published## 2023-02-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.