Subsídios para implantação da Educação Ambiental no Parque Nacional de Sete Cidades (PI) por meio da percepção dos moradores de uma comunidade do entorno

  • Toni Nhaga Universidade Federal da Paraíba
  • Maria de Fátima Camarotti Universidade Federal da Paraíba
  • Maria Luíza Dias Correia Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Percepção Ambiental, Biodiversidade Animal, Moradores da Zona de Amortecimento

Resumo

Com o propósito de compreender a inter-relação dos moradores da zona de amortecimento do PNSC - Parque Nacional de Sete Cidades (PI) com os animais que vivem fora e dentro da Unidade de Conservação através da Educação Ambiental (EA), realizou-se uma investigação a partir das abordagens qualitativa e quantitativa. Os dados foram coletados utilizando entrevistas semiestruturadas com os moradores (n=28) da comunidade de Cachoeira e interpretados através da técnica de análise de conteúdo. O estudo concluiu que os moradores da região possuíam pouco conhecimento formal do conjunto de conteúdos que podem ser definidos como Consciência Ambiental. E, a partir das ações desenvolvidas nesta pesquisa, a estruturação deste conhecimento foi ampliada, com destaque às discussões sobre a fauna local, sobretudo acerca dos animais considerados peçonhentos.  

Biografia do Autor

Toni Nhaga, Universidade Federal da Paraíba

Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente - PRODEMA – Universidade Federal da Paraíba – UFPB, (2020). Graduado em Turismo pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2016). Experiência em Turismo de acessibilidade. Estágio na Secretaria de Turismo de Olinda, especificamente no Receptivo Casa do Turismo. Estágio na Prefeitura da Cidade Universitária junto a Superintendência de Projetos e Obras da UFPE. Atuação voluntária na Copa do Mundo de 2014 no setor de transporte da Arena Pernambuco.

Maria de Fátima Camarotti, Universidade Federal da Paraíba

Universidade Federal da Paraíba, Professora Associada II (Departamento de Metodologia da Educação).

Maria Luíza Dias Correia, Universidade Federal da Paraíba

Bacharela no curso de Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Mestra em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA), da Universidade Federal da Paraíba, com afinidade pelas áreas de Conservação, Etnobotânica e Percepção Ambiental.

Referências

ABÍLIO, F. J. P. Educação Ambiental em unidade de conservação na caatinga paraibana: Práticas pedagógicas e formação continuada de professores. João Pessoa: Editora do CCTA, 2017. 321p.

ABÍLIO, F. J. P. Ética, cidadania e Educação Ambiental. In: ANDRADE, M. O. de (Org.). Meio Ambiente e desenvolvimento: bases para uma formação interdisciplinar. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2008. p. 325-349.

ABÍLIO, F. J. P. Educação Ambiental para Semiárido. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2011. 580p.

ALVES, E. R. de A.; SOUZA, G. da S.; MARRA, R. Êxodo e sua contribuição à urbanização de 1950 a 2010. Área de Informação da Sede-Artigo em periódico indexado (ALICE), Revista de política Agrícola, Brasília, ano 20, n. 2, pag. 80-88, abr./maio/jun./2011.

ANDRADE, M. C. de. O Nordeste e a questão regional. 2. ed. São Paulo: Ática, 1993. p.70.

AZEVEDO, A. A. Gestão socioambiental da Gruta do Salitre, Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, sudeste do Brasil. In: ZAMPAULO, R. A. (Org.) CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPELEOLOGIA, 35, 2019. Bonito. Anais [...] Campinas: SBE, 2019. p.278-283. Disponível em: <http://www.cavernas.org.br/anais35cbe/35cbe_278-283.pdf>. Acesso em: 06 dez. 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3. reimpr.1. ed. São Paulo: Edições 70, 2016.

BERARDINELLI, L. M. M.; SANTOS, M. L.S. C. Oficina pedagógica de enfermagem: uma experiência da convergência cuidado-educação. Revista Gaúcha de Enfermagem. v. 28, n. 3, n. 430-8, 2007.

BERK, A.; DA MATTA, R.; ROCHA, M. B.; RAMOS, A.; QUEIROY, L.; LISBOA, R. A produção de documentários ambientais sobre o parque nacional da tijuca: uma experiência de estudantes da graduação. Rio de Janeiro: Ciência em Tela. v.11, n.2 – 2018.

BRASIL. Decreto nº 50.744, de 8 de junho de 1961. Cria o Parque Nacional de Sete Cidades, integrante da Seção de Parques e Florestas Nacionais do Serviço Florestal, do Ministério da Agricultura.

BRASIL. Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000. Mensagem de Veto Regulamenta o art. 225, § 1º, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa Brasil, Brasília, DF, 19 dez. 2000. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/estruturas/240/_arquivos/snuc_240.pdf>. Acesso em: 23 out. 2018.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Série Educação Ambiental e Comunicação em Unidades de Conservação. Brasília: MMA, 07. out. 2015. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/publicacoes/educacao-ambiental/category/154-serie-ea-uc>. Acesso em: 09 nov. 2019.

CÓRDULA, E. B. L. Educação Ambiental e sensibilização para conservação dos recursos naturais em um assentamento agrícola em Lucena-PB. 2015. 198f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) ─ Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente - PRODEMA, Universidade federal da Paraíba, João Pessoa, 2015.

COSTA NETO, E. M. Os insetos que ofendem: Artrópodes na visão dos moradores da região da Serra da Jibóia, Bahia, Brasil. Sitientibus, Série Ciências Biológicas, v. 4, n.1/2, n. 59-68, 2004.

DA SILVA, M. M. P.; LEITE, V. D. Estratégias para realização de Educação Ambiental em escolas do ensino fundamental. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Porto Alegre, RS. v. 20, 2008.

DE SOUSA, J. D.; L.; D. C.; DA SILVA BRITO, F. C.; DE MEDEIROS, A. P.; DE PAIVA, A. C. C.; MARACAJA, P. B. O desenvolvimento da região nordeste: uma abordagem econômica e ambiental. Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient., v. 11, n. 1, p. 42-48, 2017.

FAVERA, J. C.D. Parque Nacional de Sete Cidades, PI: magnífico monumento natural. Sítios geológicos e paleontológicos no Brasil, v. 1, 2002, p.335-342.

GALLO, D.; NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.; CARVALHO, R. P. L.; BATISTA, G. C.; BERTI FILHO, E.; PARRA, J. R. P.; ZUCCHI, R. A.; ALVES, S. B.; VENDRAMIN, J. D.; MARCHINI, L. C.; LOPES, J. R. S.; OMOTO, C. Entomologia agrícola. Piracicaba: FEALQ, 2002.

ICMBio. – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade / MMA – Ministério do Meio Ambiente. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção: Volume III – Aves / -- 1. ed.-- Brasília, DF: ICMBio/MMA, 2018.7 v. : il.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia cientifica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LIMA, S. S.; LEITE, L. F. C.; OLIVEIRA, F. C.; COSTA, D. B. Atributos químicos e estoques de carbono e nitrogênio em argissolo vermelho-amarelo sob sistemas agroflorestais e agricultura de corte e queima no norte do Piauí. Revista Arvore, v. 35, p. 51-60, 2011.

MACHADO, M. G.; ABÍLIO, F. J. P. Educação Ambiental contextualizada para a Educação de Jovens e Adultos no bioma Caatinga: vivências pedagógicas em uma escola pública do Cariri Paraibano. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S. l.], v. 34, n. 1, p. 127–147, 2017.

MELAZO, G. C. Percepção Ambiental e Educação Ambiental: uma reflexão sobre as relações interpessoais e ambientais no espaço urbano. Uberlândia: Olhares e Trilhas. Ano VI, n. 6, p. 45-51, 2005.

MORIN, E. Os Sete Saberes necessários à Educação do Futuro. 11. ed. São Paulo: Cortez, UNESCO, 2006.

MUENCHEN, C.; DELIZOICOV, D. Os três momentos pedagógicos e o contexto de produção do livro "Física". Ciênc. educ. (Bauru), Bauru, v. 20, n. 3, p. 617-638, Set. 2014.

PALMA, I. R. Análise da percepção ambiental como instrumento ao planejamento da Educação Ambiental. 83 folhas. Tese Dissertação (Mestrado em Engenharias) – Universidade Federal de Rio Grande de Sul. Porta Alegre. 2005.

PEREIRA, C. C.; SILVA, F. K.; RICKEN, I.; MARCOMIN, F. E. Percepção e Sensibilização Ambiental como instrumentos à Educação Ambiental <BR> Perception and awareness as tools for Environmental Education. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S. l.], v. 30, n. 2, p. 86–106, 2014.

PERINOTTO, A. R. C.; COÊLHO, H. F. C. Educação e fotografia: Uma análise quantitativa do projeto" olhar socioambiental". Educação: Teoria e Prática, v. 22, n. 41, p. 61-81, 2012.

RICHARDSON, R. J.; PIRES, J. A. S.; WANDERLEY, J. C. V.; MARTINS, L. C.; PIRES, M. H. M. et al. Pesquisa social: Métodos e Técnicas. 3. ed. 11. reimpr. São Paulo: Atlas, 2010.

ROHDE, G. M. A origem geológica das formações rochosas de Sete Cidades. Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul, n. 19, p. 51-61, 2014.

SANTANA, D. A.; MOURA, J. D. P. A fotografia como instrumento para a consciência socioambiental. JORNADA DE DIDÁTICA-O ENSINO COMO FOCO E FÓRUM DE PROFESSORES DE DIDÁTICA DO ESTADO DO PARANÁ, 1. 2012. Anais [...] Londrina: UEL, 2012.

SATO, M. Apaixonadamente pesquisadora em Educação Ambiental. Educação Teoria e Prática, Rio Claro, v. 9, n. 16/17, p. 24-35, 2001.

SAUVÉ, L. Uma cartografia das correntes de Educação Ambiental. In: SATO M.; CARVALHO I. C. M. (Orgs.). Educação Ambiental: pesquisas e desafios. Porto Alegre: Artmed, p. 17-44. 2005.

SILVA, R. L. F.; KRASILSHIK, M. Dimensão ética e política de filmes didáticos de meio ambiente: um estudo com a programação da TV Escola. ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL, 4., Rio Claro. Anais [...] Rio Claro: EPEA, 2007.

TAMAIO, I. O professor na construção do conceito de natureza: uma experiência de Educação Ambiental. São Paulo: Annablume, 2002.

TEIXEIRA FILHO, N. P. Tradições e Transformações Culturais: o aumento do consumo de insetos pelo ocidente. In: TOLEDO, F dos S. (org.) Meio Ambiente em Foco. v.7 Belo Horizonte: Poisson, 2019, p.58-68.

Publicado
2021-02-07
Como Citar
Nhaga, T., Camarotti, M. de F., & Correia, M. L. D. (2021). Subsídios para implantação da Educação Ambiental no Parque Nacional de Sete Cidades (PI) por meio da percepção dos moradores de uma comunidade do entorno. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(1), 527-547. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.11008
Seção
Artigos