O consumo de carne, a crise climática e a saúde mundial pela perspectiva da Educação Ambiental complexa

Autores

  • Rhuann Carlo Viero Taques Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Patricia Neumann Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • Thiago Francisco Costa Solak Universidade Estadual do Centro-Oeste

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10792

Palavras-chave:

Complexidade, Pandemia, COVID-19, Transdimensional

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir a relação entre o consumo de carne, a crise climática e a saúde mundial pela perspectiva da Educação Ambiental Complexa. O método foi bibliográfico e considerou-se a pandemia causada pelo COVID-19. Os resultados apontam que o consumo de carne como uma das causas diretas do surgimento de pandemias e consequente adoecimento da humanidade. Considera-se que a Educação Ambiental Complexa proporciona uma perspectiva de compreensão sistêmica e ampla desta problemática e propõe a construção possível de uma sociedade sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rhuann Carlo Viero Taques, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduando em Ciências Biológicas e membro do Comite Gestor de Educação Ambiental na Universidade Estadual do Centro-Oeste.

Patricia Neumann, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduada em Psicologia pela Faculdade Guairacá. Graduada em Filosofia e Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste. 

Thiago Francisco Costa Solak, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Graduado em Medicina Veterinária e pós granduando do programa de Aprimoramento a Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Centro-Oeste. 

Referências

AABRAMOVAY, R. Amazônia: por uma economia do conhecimento da natureza. São Paulo: Elefante. 2020. 112p.

ALAGMIR, M.; CAMPBELL, M. J.; SLOAN, S.; GOOSEM, M.; CLEMENS, G.R.; MAHMOUD, M.I.; LAURANCE, W.F. Economic, Socio-Political and Environmental Risks of Road Development in the Tropics. Current Biology, v. 27, p. 1130–1140, 2017.

ANTONIO, J.M.; NEUMANN, P. A Educação Ambiental nas Diretrizes Curriculares: apontamentos à formação de professoras(es). Anais do XVII Encontro Paranaense de Educação Ambiental. XVII EPEA, 2019. Universidade Estadual de Londrina. Anais do XVII Encontro Paranaense de Educação Ambiental, 2019, p. 1-12. Disponível em: <https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea/article/view/10546/7706>. Acesso em: 09 mai. 2020.

BARBER C.P.; COCHRANE, M.A.; SOUZA, C.M.; LAURANCE, W.F. Roads, deforestation, and the mitigating effect of protected areas in the Amazon. Biology Conservation v. 177, n. 1, p. 203–209, 2014.

BARBOSA, C. Pecuária é responsável por 80% do desmatamento. Belém do Pará: Brasil de Fato, c2019. Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/2019/09/05/pecuaria-e-responsavel-por-80-do-desmatamento-na-amazonia-afirma-pesquisadora>. Acesso em: 28 abr. 2020.

BREY, N.K.; CAMILO, S.P.O.; MARCON, R.; ALBERTON, A.A.A. A estrutura de propriedade das corporações: conexões políticas a partir da dependência de recursos. Revista Ibero-Americano de estratégia, v. 10, n 3, p. 126-146, 2011.

CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2008.

DIAMOND, J. The mysterious origin of AIDS. Natural History, v. 101, n. 9, p. 25-9, 1992.

DUARTE, I.S. Impactos ambientais da produção de carne para consumo humano: a indústria da carne na contramão da tutela constitucional do meio ambiente. 2008. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade Federal de Pernambuco. 117f., 2008.

EISLER, M.C.; LEE, M.R.F.; TARLTON, J.F.; MARTIN, G.B.; BEDDINGTON, J.; DUNGAIT, J.A.L.; GREATHEAD, H.; LIU, J.; MATHEW, S.; MILLER, H.; MISSELBROOK, T.; MURRAY, P.; VINOD, V.K.; SAUN, R.V.; WINTER, M.; Agriculture: Steps to sustainable livestock. Nature, v. 507, p. 32–34, 2014.

FEYERABEND, P. Contra o Método, 2. ed. São Paulo: Unesp, 2011.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION (FAOSTAT). Food and agriculture data, c2013. Disponível em: <http://www.fao.org/faostat/en/#home>. Acesso em: 3 jun. 2020.

GE, M.; LEVIN, K.; FRIEDRICH, J. Tracking Progress of the 2020 Climate Turning Point. Washington D.C.: World Resources Institute, 2019.

GONÇALVES, E.S.; SILVA, J.M.B.; PAVESI, T.; MOREIRA, J.C. A importância da determinação analítica de intermediários reativos e de seus produtos de reações com biomacromoléculas: uma mini revisão. Química nova, v. 37, n. 2, p. 317-322, 2014

GRACE, D.; MUTUA, F.; OCHUNGO, P.; KRUSKA, R.; JONES, K.; BRIERLEY, L.; LAPAR, L.; SAID, M.; HERRERO, M.; PHUC, P.D.; THAO, N.B.; AKUKU, I.; OGUTU, F. Mapping of Poverty and Likely Zoonoses Hotspots. International Livestock Research Institute, c2012. Disponível em: <https://cgspace.cgiar.org/bitstream/handle/10568/21161/ZooMap_July2012_final.pdf> Acesso em: 14 abr. 2020.

JACKSON, C.R.; FEDORKA-CRAY, P.J.; BARRETT, J.B.; LADELEY, S.R. Effects of tylosin use on erythromycin resistance in enterococci isolated from swine. Applied Environmental Microbiology, v. 70, n. 7, p. 4205-4210, 2004.

JOY, M. Porque amamos os cachorros, comemos porcos e vestimos vacas: uma introdução ao carnismo. São Paulo: Cultrix, 2014.

KATAOKA, A.M.; FERNANDES, C.T.; NOGUEIRA, J.F.F.; MORAES, M.M. A complexa relação entre consumo de carne e a educação ambiental. In: MORAES, J.L.; CAMPOS, M.A.T. A educação ambiental sob o luar das araucárias. Curitiba: Appris, 2019.

KOLBER, T. A sexta extinção: uma história não natural. 1. ed. Rio de Janeiro: Intrinsceca, 2015.

LEDEBERG, J.; SHOPE, R.E.; OAKS S.C. Emerging infections: microbial threats to health in the United States. Washington: National Academy Press, 1992.

MALHEIROS, P.; SILVA, P. Contaminação bacteriológica das águas subterrâneas da região oeste de Santa Catarina. Revista do instituto do Adolfo Lutz, v. 68, n. 2, p. 18-34, 2009.

MARQUES, L. A pandemia incide no ano mais importante da história da humanidade: Serão as próximas zoonoses gestadas no Brasil? Unicamp, c2020. Disponível em < https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2020/05/05/pandemia-incide-no-ano-mais-importante-da-historia-da-humanidade-serao-proximas>. Acesso em: 19 abr. 2020.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Consumo sustentável: Manual de educação. Brasília: Consumers International/MEC/IDEC, 2015.160 p.

MORAES, M. C. Da Epistemologia da Complexidade à Docência Transdisciplinar. Transdisciplinaridade e Educação do Futuro. Brasília: Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, p. 135-165, 2019.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2015.

MORIN, E. O método 1: da natureza a natureza. Porto Alegre: Sulina, 2013.

MORIN, E. Os sete saberes necessários a educação do futuro. 2. Ed. São Paulo: Cortez, 2011.

NASA, 2020. GISS Surface Temperature Analysis (GISTEMP), version 4. NASA Goddard Institute for Space Studies. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2020.

NELLEMAN, C.; MACDEVETTE, M.; MANDERS, T.; EICKHOUT, B.; SVIHUS, B.; PRINS, G.A.; The environmental food crisis the environment’s role in averting future food crises: a UNEP rapid response assessment, c2009. Disponível em: <http://old.unep-wcmc.org/medialibrary/2010/09/07/51d38855/FoodCrisis.pdf> Acesso em: 27 abr. 2020.

NEUMANN, P.; ANTONIO, J. M.; KATAOKA, A. M. K. Identidade Terrena e Educação Ambiental Complexa: reflexões a partir de uma experiência pedagógica no Brasil. Revista Pedagógica, v. 21, p. 577-596, 2019.

NICOLESCU, B. O Manifesto da Transdisciplinaridade. São Paulo: Triom, 1999.

NICOLESCU, B. Transdisciplinaridade: uma esperança para a humanidade. In: DRAVET, F.; P., FLORENT; C., J.; CASTRO, G. (Orgs.). Transdisciplinaridade e Educação do Futuro. Brasília: Cátedra UNESCO de Juventude, Educação e Sociedade, p. 13-18, 2019.

PAULINO, M. A ameaça do desmatamento. Revista de informações e debates do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, v. 84, n. 12, p. 1-16, 2015.

PECL, G.; ARAUJO, M. B.; BELL, J. D.; BLANCHARD, J.; BRONEBRAKE, T. C. Biodiversity redistribution under climate change: Impacts on ecosystems and human well-being. Science, v. 355, p. 1-9, 2017.

PENA, G.O. Doenças infecciosas e parasitárias: aspectos clínicos, de vigilância epidemiológica e de controle - guia de bolso. Brasília: Ministério da Saúde: Fundação Nacional de Saúde, 220 p.,1998.

PINHEIRO, B.G.; DE-LUCA, M.M.M.; VASCONCELOS, A.C. Conexões políticas nas maiores companhias listadas na BM&FBOVESPA. Revista eletrônica de administração, v. 84, n. 2, p. 394-428, 2016.

RIPPLE, J.W.; WOLF, C.; NEWSOME, T.M.; GALETTI, M.; ALAMGIR, M.; CRIST, E.; MAHMOUD, M.I.; LAURANCE, W.F. World Scientists’ Warning to Humanity: A Second Notice. BioScience, v. 67, n. 12, p. 1026–1028, 2017.

SAPKOTA. A.R.; HULET, R.M.; ZHANG, G.; MCDERMOTT, P.; KINNEY, E.; SCHWAB, K.J.; JOSEPH, S.W.; Lower prevalence of antibiotic-resistant enterococci on U.S. conventional poultry farms that transitioned to organic practices. Environmental Health Perspectives, v. 119, p. 1622-1628, 2011.

SCHMIDINGER, K.S. Including CO2 implications of land occupation LCAs —method and example for livestock products. The International Journal of Life Cycle Assessment, v. 17, n. 1, p. 962-972, 2012.

SCHUCK, C.; RIBEIRO, R. Comendo o planeta: impactos ambientais da criação e consumo de animais. 3 ed. Curitiba: Vesper AMB, 2015.

SETTELE, J.; DÍAZ, S.; BRONDIZIO, E.; DASZAK, P. COVID-19 Stimulus Measures Must save Lives, Protect Livelihoods, and Safeguard Nature to Reduce the Risk of Future Pandemics. Plataforma intergovernamental sobre biodiversidade e serviços ecossistêmicos (IPBES), c2020. Disponível em: <https://ipbes.net/covid19stimulus?fbclid=IwAR0RUfOUl9csjtcmx0yEDEghPeQkFwgZ4kUSK4F-Mzp8LqnKUPwPr-2wlDM>. Acesso em: 20 abr. 2020.

SISTEMA DE ESTIMATIVA DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA (SEEG). Análise das emissões de GEE no Brasil (1970-2013) e suas implicações para políticas públicas. São Paulo: Observatório do Clima, 52 p., 2015.

WORLD ECONOMIC FORUM (WEF) How biodiversity loss is hurting our ability to combat pandemics, c2020. Disponível em: <https://www.weforum.org/agenda/2020/03/biodiversity-loss-is-hurting-our-ability-to-prepare-for-pandemics>. Acesso em: 28 abr. 2020.

Downloads

Publicado

28-07-2020

Como Citar

Taques, R. C. V., Neumann, P., & Solak, T. F. C. (2020). O consumo de carne, a crise climática e a saúde mundial pela perspectiva da Educação Ambiental complexa. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(4), 55–69. https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10792

Edição

Seção

Edição Especial
##plugins.generic.dates.received## 2020-06-15
##plugins.generic.dates.accepted## 2020-07-26
##plugins.generic.dates.published## 2020-07-28

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.