Turismo sustentável: perspectiva socioambiental como geração de valor em empreendimentos hoteleiros de Barreirinhas (MA)

Autores

  • Rosélis de Jesus Barbosa Câmara Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA
  • Raimunda Rocha Reis Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA
  • Rozuila Neves Lima Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2020.v13.9812

Palavras-chave:

Turismo, Barreirinhas, Empreendimentos Hoteleiros, Geração de Valor, Sustentabilidade

Resumo

A atividade do turismo representa um fator notável de desenvolvimento econômico e social, uma vez que possui grande capacidade de impacto e é capaz de promover influências em diversos setores e aspectos de um local ou região. O município de Barreirinhas/MA, considerado o principal portão de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, destaca-se por sua notabilidade turística. Assim, a presente pesquisa teve como propósito investigar a sustentabilidade socioambiental no contexto dos empreendimentos de hospedagem de Barreirinhas/MA, posto que a sustentabilidade influencia fatores relevantes como: a preservação dos atrativos turísticos e dos recursos naturais, o relacionamento com os stakeholders, a redução de custos e a oportunidade de captação de demanda por nichos. Para o estudo, foi utilizado o método de pesquisa de campo, com caráter exploratório e abordagem quali-quantitaiva. A investigação constatou que os empreendimentos de hospedagem de Barreirinhas/MA ainda não atingiram o nível desejado de sustentabilidade. Assim, defende-se a necessidade de se desenvolver uma atividade turística pautada na sustentabilidade, no cuidado com o ecossistema natural e o ambiente social, essenciais ao município.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosélis de Jesus Barbosa Câmara, Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA

Profª Drª Adjunto IV do Departamento de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão

Referências

ALMEIDA, I.D.; ABRANJA, N.A. Turismo e sustentabilidade. Cogitur, Journal of Tourism Studies, Lisboa, n. 2, 2009. Disponível em: <http://recil.grupolusofona. pt/handle/10437/1874>. Acesso em: 20 set. 2018.

ALMEIDA, R.L. et al. Hotelaria e turismo sustentável: estudo de caso em uma pousada na cidade de Tiradentes/MG. In: Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 10, 2013, Resende - RJ. Anais eletrônicos [...]. Resende - RJ: Associação Educacional Dom Bosco. Disponível em:<https://www.aedb.br/seget/ arquivos/artigos13/15918643.pdf>. Acesso em: 5 nov. 2018.

BACHA, M.L.; SANTOS; J.; SCHAUN, A. Considerações teóricas sobre o conceito de Sustentabilidade. Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 7., 2010, Resende - RJ. Anais eletrônicos [...]. Resende - RJ: Associação Educacional Dom Bosco. 14 p. Disponível em: <https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos10/31 _cons%20teor%20bacha.pdf>. Acesso em: 10 set. 2018.

BRASIL. Decreto nº 86.060, de 2 de junho de 1981. Cria, no Estado do Maranhão, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, com os limites que especifica e dá outras providências Brasília, DF: Diário Oficial da União. Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1980-1987/decreto-86060-2-junho-1981-435499-publicacaooriginal-1-pe.html>. Acesso em: 13 out. 2018.

BRASIL. Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008. Dispõe sobre a Política Nacional de Turismo, define as atribuições do Governo Federal no planejamento, desenvolvimento e estímulo ao setor turístico; revoga a Lei no 6.505, de 13 de dezembro de 1977, o Decreto-Lei nº 2.294, de 21 de novembro de 1986, e dispositivos da Lei no 8.181, de 28 de março de 1991; e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2008. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11771.htm>. Acesso em: 26 set. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Brasília, DF, 18. jul. 2000. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9985.htm>. Acesso em: 15 out. 2018.

CARDOSO, M.L.; FIGUEIREDO, M.D. Práticas de inovações sustentáveis: estudo qualitativo no setor hoteleiro em Fortaleza/CE. Caderno Virtual de Turismo, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, p. 46-59, abr. 2016.

CORDEIRO, I.J.D. Instrumentos de avaliação da sustentabilidade do turismo: uma análise crítica. 2008. 15 f. Dissertação – (Mestrado em Ordenamento do Território e Planejamento Ambiental) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2008. Disponível em:<https://run.unl.pt/bitstream/10362/1921/1/Cordeiro_2008.pdf>. Acesso em: 15 out. 2018.

DIAS, R. Turismo sustentável e meio ambiente. São Paulo: Atlas, 2007. 208 p.

DIAS, R.G. Tempo de muito chapéu e pouca cabeça, de muito pasto e pouco rastro: ação estatal e suas implicações para comunidades tradicionais no Parque Nacional Dos Lençóis Maranhenses. 2017. 193 f. Tese – (Doutorado em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências Sociais, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2017. Disponível em <https://tedebc.ufma.br/jspui/bitstream/tede/1998/2/ROSEANEDIAS. pdf> Acesso em: 19 nov. 2018.

FEIL, A.A.; SCHREIBER, D. Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável: desvendando as sobreposições e alcances de seus significados. Cad. EBAPE. BR, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3, p. 667-681, jul./set. 2017.

FREITAS, N.R. et al. As discussões sobre a sustentabilidade na atividade turística: uma análise para o Brasil na última década. El Periplo Sustentable, [S.l.], n. 27, p. 54-91. 2014.

GRAÇA, I.M. Barreirinhas em tempo de mudança: reconstrução de identidades nas rotas do turismo. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2010. 371 p.

HANAI, F.Y. Desenvolvimento sustentável e sustentabilidade do turismo: conceitos, reflexões e perspectivas. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional - G&DR, Taubaté, v. 8, n. 1, p. 198-231, jan./abr. 2012.

IBAMA. Plano de manejo dos Lençóis Maranhenses. Brasil, 2003. Disponível em: <http://www.icmbio.gov.br/parnalencoismaranhenses/planos-de-manejo.html>. Acesso em: 26 out. 2018.

MARTINS, É.M. Desenvolvimento local e atividade turística em Barreirinhas: cidade portal dos Lençóis Maranhenses. 2008. 131 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Faculdade de Geografia, Meio Ambiente e Desenvolvimento, Universidade Estadual de Londrina, Londrina. 2008. Disponível em: <http://www.uel.br/projetos/ternopar/pages/arquivos/dissertacao%20Erica.pdf> Acesso em out. 2018.

MINISTÉRIO DO TURISMO (Brasil). Programa de regionalização do turismo: diretrizes. Brasília, DF, 2013. 47 p. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/images/programas_acoes_home/PROGRAMA_DE_REGIONALIZACAO_DO_TURISMO_-_DIRETRIZES.pdf>. Acesso em: 22 set.2018.

MINISTÉRIO DO TURISMO (Brasil). Plano Nacional de Turismo 2018 – 2022: mais emprego e renda para o brasil. Brasília, DF, 2018. 160 p. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/images/MTur-pnt-web2.pdf>. Acesso em: 22 set.2018.

MINISTÉRIO DO TURISMO (Brasil). Glossário do turismo: compilação de termos publicados por Ministério do Turismo e Embratur nos últimos 15 anos. Brasília, DF, 2018. 44 p. Disponível em: <http://www.turismo.gov.br/images/pdf/Publica%C3%A7 %C3%B5es/Glossario_do_Turismo_-_1%C2%AA_%20edi%C3%A7%C3%A3o.pdf>. Acesso em: 16 nov. 2018.

MIRANDA, A.L. Vantagem competitiva em pequenos negócios: perspectivas à luz das capacidades dinâmicas: caso São Luís. 2017. 203 f. Tese - (Doutorado em Gestão) – Faculdade de Gestão, Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE – IUL), Lisboa. 2017. Disponível em: <https://repositorio.iscte-iul.pt/bitstream/10071/16105/ 1/anderson_lourenco_oliveira_tese_doutoramento.pdf>. Acesso em: 16 nov. 2018.

NEVES, J.R.O. O Papel dos eventos no reforço da atractividade turística de Cabo Verde: (o caso da cidade da praia). 2012. 147 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) - Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, Estoril, 2012. Disponível em: <https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/4454/1/2012.04.017 _.pdf> Acesso em: 15 out. 2018.

OLIVEIRA, M.A.S.; ROSSETTO, A.M. Modelo Integrado de Sustentabilidade e Competitividade em Meios de Hospedagem [MISCMH]. Revista Rosa dos Ventos – Turismo Hospitalidade, v. 6, n. 4, p. 546-563, out./dez, 2014

PORTO, R.B.; SANTOS, P.M.F. A gestão ambiental como fonte de vantagem competitiva sustentável: contribuições da visão baseada em recursos e da teoria institucional. Revista de Ciências da Administração, v. 15, n. 35, p. 152 – 167, abr. 2013.

PRODANOV, C.C.; FREITAS, E.C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Rio Grande do Sul: Universidade FEEVALE, 2013. 276 p. Disponível em: <http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf>. Acesso em22. nov. 2018.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO. INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Atlas do desenvolvimento humano do Brasil. Disponível em: <http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/perfil_uf/maranhao>. Acesso em: 22 out. 2018.

REIS, A.R.V. A importância do desenvolvimento sustentável do turismo uma experiência didática no 8.º ano de escolaridade. 2015. 251 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de História e Geografia no 3.º Ciclo do Ensino Básico e Ensino - Universidade de Lisboa, Lisboa, 2015. 251 p. Disponível em: <http://repositorio.ul.pt/handle/10451/22734>. Acesso em: 22. nov. 2018.

RODRIGUES, L.M. Os sentidos do lugar turístico no discurso da propaganda oficial sobre os Lençóis Maranhenses. São Luís: EDUFMA, 2013. 214 p.

SANCHES, F.C.; SCHMIDT, C.M. Indicadores de sustentabilidade ambiental: uma análise das práticas sustentáveis em empreendimentos de turismo rural. Desenvolvimento em Questão, v. 14, n. 37, p. 89-114, 30 nov. 2016.

SANTOS, G.S.; SANTOS, A.A.P.; SEHNEM, S. Como mensurar a sustentabilidade?: um estudo das principais técnicas e indicadores. Revista Organizações e Sustentabilidade, Londrina, v. 4, n. 1, p. 3 - 48, jan./jun. 2016.

Downloads

Publicado

2020-02-02

Como Citar

Câmara, R. de J. B., Rocha Reis, R., & Neves Lima, R. (2020). Turismo sustentável: perspectiva socioambiental como geração de valor em empreendimentos hoteleiros de Barreirinhas (MA). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 13(1). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2020.v13.9812
Recebido em 2019-09-28
Aceito em 2019-11-26
Publicado em 2020-02-02