Turismo de observação de aves nas Unidades de Conservação da região da Ilha do Bananal, Cantão (TO)

  • Renato Torres Pinheiro Universidade Federal do Tocantins, Palmas, TO
Palavras-chave: Observação de aves, Ciência cidadã, Conservação, Ecoturismo

Resumo

A observação de aves é um dos segmentos do ecoturismo que tem atraido mais praticantes no Brasil e no mundo, sendo considerada de baixo impacto ambiental e provendora de boa rentabilidade econômica. A notável variedade de ambientes encontradas no país e a rica avifauna associada a eles tem propiciado atividades de observação de aves em todas as regiões e grande parte desta biodiversidade é encontrada nas unidades de conservação, porém poucas estão estruturadas para receber este público. Ainda que grande parte do conhecimento ornitológico seja obtido por ornitólogos, é crescente o número de novos registros efetuados por observadores de aves, que exercem a chamada ciência cidadã. Este trabalho apresenta uma listagem da avifauna da região da Ilha do Bananal/Cantão - Tocantins, um dos principais destinos para observação de aves no país, atualizada a partir de registros documentados realizados por observadores de aves e analisa o importante papel da ciência cidadã na aquisição de informações relevantes para o conhecimento e conservação da avifauna regional.

Biografia do Autor

Renato Torres Pinheiro, Universidade Federal do Tocantins, Palmas, TO

http://lattes.cnpq.br/5050256632943011

Publicado
2019-08-19
Como Citar
Pinheiro, R. T. (2019). Turismo de observação de aves nas Unidades de Conservação da região da Ilha do Bananal, Cantão (TO). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 12(4). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2019.v12.6740