Turismo e sustentabilidade em comunidades costeiras: reflexões sobre mudanças socioambientais em Jericoacoara (CE) e Barreirinhas (MA)

  • Thays Regina Rodrigues Pinho Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA
  • Eustógio Wanderley Correia Dantas Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE
  • Jader de Oliveira Santos Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE
Palavras-chave: Turismo, Sustentabilidade, Mudanças Climáticas, Comunidades Costeiras

Resumo

A prática do turismo enquanto atividade socioeconômica considerada indutora do desenvolvimento local possibilita o surgimento de novas dinâmicas socioambientais em comunidades costeiras no nordeste brasileiro. A zona costeira tornou-se o principal alvo para os investimentos associados ao turismo e a sua supervalorização econômica pode acarretar efeitos adversos, especialmente ao se tratar da massificação turística e da turistificação dos espaços. No intuito de inibir tais efeitos, buscam-se viabilizar ações no contexto da sustentabilidade turística em comunidades costeiras receptoras. Mais recentemente, a identificação dos riscos inerentes às mudanças climáticas, que surgem como um desdobramento da crise ambiental, simboliza um desafio pelas incertezas que pode promover no cenário associado ao clima em termos globais e nas destinações turísticas. O estudo objetiva, primordialmente, apresentar as transformações socioambientais experimentadas por duas comunidades costeiras nordestinas, Jericoacoara/CE e Barreirinhas/MA, localizadas nas adjacências dos Parques Nacionais de Jericoacoara e dos Lençóis Maranhenses, respectivamente, a partir da prática do turismo litorâneo e suas atividades correlatas. As principais modificações relacionadas à apropriação dos espaços pelo turismo evidenciam-se com o deslocamento da população local de seu locus habitual, intensa especulação imobiliária, expansão da área urbana e dos empreendimentos turístico-hoteleiros. Em se tratando da massificação turística, percebe-se aumento do fluxo turístico e deterioração das paisagens e dos atrativos turísticos locais. O estudo delineia ainda, enquanto objetivo secundário, os possíveis impactos das mudanças climáticas apresentados na literatura científica recente que podem repercutir nas comunidades investigadas. O possível cenário envolve o avanço do mar com desaparecimento e destruição de infraestruturas construídas, perda da biodiversidade, diminuição dos recursos pesqueiros e diminuição da atratividade local. Tais mudanças são relevantes para a gestão sustentável das localidades pois poderão impor novas reconfigurações às comunidades e poderão impactar diretamente nas práticas turísticas, consideradas fundamentais para a economia local.

Biografia do Autor

Thays Regina Rodrigues Pinho, Universidade Federal do Maranhão, São Luis, MA

Departamento de Turismo e Hotelaria

Publicado
2019-08-21
Como Citar
Pinho, T. R. R., Dantas, E. W. C., & Santos, J. de O. (2019). Turismo e sustentabilidade em comunidades costeiras: reflexões sobre mudanças socioambientais em Jericoacoara (CE) e Barreirinhas (MA). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 12(4). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2019.v12.6698