Oferta de Parques Urbanos e Naturais em Sorocaba (SP): alavanca para políticas de uso público

Autores

  • Kleber Vinícius Barros Kachinsk Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, SP
  • Maria Helena Mattos Barbosa dos Santos Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, SP
  • Eliana Cardoso-Leite Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, SP

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2018.v11.6683

Palavras-chave:

Parques Urbanos, Uso Público, Lazer, Meio Ambiente, Sorocaba–Brasil

Resumo

Conservar a natureza e garantir o uso pelas populações é elemento central na construção dos programas de uso público dos parques urbanos e naturais municipais, tendo em vista a relevância que os temas vinculados ao meio ambiente, assumem em nossa sociedade, sobretudo, em interface com valores e práticas imbricadas na estrutura social, econômica e política vigente. No que diz respeito ao desenvolvimento da consciência e de práticas de conservação ambiental, é fundamental considerar as características locais e, ao mesmo tempo, não apenas garantir o acesso a programas de educação não formal e de uso público de espaços coletivos e públicos, mas também fomentar práticas culturais e lazer nestes espaços. Isto porque, inclusive, os espaços públicos e seus usos implicados, considerando os apontamentos de Jacobs (2011), são fundamentais para as cidades mais vivas, seguras, sustentáveis e saudáveis. O presente trabalho aborda os parques em ambiente urbano, buscando analisar a distribuição destas áreas na cidade de Sorocaba e como se dá o uso do espaço público pela população, por meio de práticas recreativas e de lazer. O estudo de caráter exploratório, descritivo, pautado em abordagem quali-quanti, foi realizado por meio da combinação da pesquisa bibliográfica, documental e da pesquisa de campo, balizada por observação sistemática (suportada por protocolo de observação) e realização de entrevistas semiestruturadas, com os usuários dos parques urbanos e parques naturais municipais do município de Sorocaba. Estas pesquisas foram realizadas na área amostral de 8 parques da cidade (4 delimitados - cercados e 4 sem delimitação física - não cercados) e os resultados apontam que há disparidades na oferta de serviços com relação à política de atividades e ao quesito segurança, bem como recorrente demanda por melhorias da infraestrutura e paisagismo ambiental. Os parques de Sorocaba, são utilizados para a prática de esportes, para o descanso, encontro com amigos, passeios com crianças e contemplação da natureza. Entretanto, apesar do elevado número de parques criados e de sua distribuição atender a todas as regiões de Sorocaba, estes resultados suportam ações para uma intervenção mais assertiva das instituições do setor público, no que se refere à devida valorização da importância das atividades de cultura e lazer, inclusive àquelas destinadas ao fomento da preservação e conservação ambiental – via práticas de educação ambiental – em todas as regiões, que forçosamente resultarão em melhorias dos aspectos paisagísticos, da manutenção e conservação e dos resultados, inestimáveis, de maior segurança pública. Urban and Natural Parks supply in Sorocaba (SP, Brazil): encouragement for public use polices ABSTRACT Conserving nature and guaranteeing its use by the population is a central element in the construction of programs for the public use of urban parks, in view of the relevance that the themes related to the environment assume in our society, above all, interfacing with articulation values and practices in the current social, economic and political structure. Concerning the development of environmental awareness and conservation practices, it is essential to consider local characteristics and, at the same time, not only guarantee access to non-formal education programs and public use of collective and public spaces, but also promote cultural practices and leisure in these spaces. This is because public spaces and their uses, considering the Jacobs (2011) notes, are fundamental for cities that are more alive, safe, sustainable and healthy. he present work deals with the parks in an urban environment, trying to analyze the distribution of these areas in the city of Sorocaba and how the public space is used by the population, through recreational and leisure practices. The exploratory, descriptive study, based on a quali-quanti approach, was carried out through a combination of bibliographic, documentary and field research, using systematic observation (supported by observation protocol) and semi-structured interviews with users of urban parks and natural parks in the municipality of Sorocaba. These surveys were carried out in the sample area of 8 city parks (4 delimited - fenced and 4 without physical delimitation - not fenced) and the results indicate that there are disparities in the service offer in relation to the activities policy and the safety question, as well as environmental and landscape improvements. The parks of Sorocaba, are used for sports, for rest, meeting with friends, walks with children and contemplation of nature. However, despite the high number of parks created and their distributions serving all regions of Sorocaba, these results support actions for a more assertive intervention of public sector institutions, regarding the proper appreciation of the importance of culture and leisure activities , including those aimed at promoting environmental preservation and conservation - via environmental education practices - in all regions, which will inevitably result in improvements in the landscape, maintenance and conservation, and invaluable results of greater public safety. KEYWORDS: Urban Parks; Public Use; Leisure; Environment; Sorocaba-Brazil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kleber Vinícius Barros Kachinsk, Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba, SP

Programa de Pós Graduação Sustentabilidade na Gestão Ambiental. Centro de Ciência e Tecnologia para Sustentabilidade. Lattes:

Downloads

Publicado

2018-08-30

Como Citar

Kachinsk, K. V. B., Santos, M. H. M. B. dos, & Cardoso-Leite, E. (2018). Oferta de Parques Urbanos e Naturais em Sorocaba (SP): alavanca para políticas de uso público. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 11(3). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2018.v11.6683
Recebido em 2018-03-14
Aceito em 2018-07-23
Publicado em 2018-08-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)