Ecoturismo: uma ponte para o turismo sustentável

Autores

  • Eduardo Spaolonse Colégio Militar de Manaus, Manaus, AM
  • Suzana da Silva de Oliveira Martins Centro de Biotecnologia da Amazônia, Farmacologia, Toxicologia e Biotério, Manaus, AM

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6554

Palavras-chave:

Ecoturismo, Turismo, Sustentabilidade.

Resumo

Diversas áreas naturais de importância socioambiental no Brasil agregam comunidades locais. Muitas das comunidades residem nessas áreas e delas tiram a sua sobrevivência há muitas gerações, percebendo-as como território fundamental para sua reprodução social, cultural e econômica. O Ecoturismo de base comunitária desponta como uma possibilidade para o desenvolvimento sustentável e econômico dessas comunidades. Este artigo foi construído através de pesquisas bibliográficas baseando-se que o Ecoturismo se diferenciou, dos demais segmentos do turismo, por se apoiar em princípios que reforçam o compromisso com a conservação ambiental e o benefício comunitário. Hoje as estatísticas demonstram que Ecoturismo cresce mais que a média do turismo convencional no mundo todo e especialmente no Brasil. Entre estas temáticas observou-se à necessidade de considerar a forma de organização social das comunidades locais na construção dos processos participativos. Com isso espera-se contribuir para uma reflexão sobre o Ecoturismo de base comunitária em uma perspectiva em que a participação comunitária torna-se a base para uma efetiva sustentabilidade, portanto, pretende-se que a compreensão integrada dos temas abordados possa facilitar outros processos semelhantes. Ecoturismo é um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista através da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações envolvidas e dos atores sociais. O aproveitamento desse potencial por meio do desenvolvimento de estratégias que fortaleçam o turismo participativo, solidário e sustentável é, sem dúvida, uma grande oportunidade para o país. Neste processo de transição reside o desafio de serem estabelecidas estratégias e consolidadas práticas que estimulem a valorização cultural, a organização comunitária e a conservação ambiental. Práticas que assegurem o acesso ao compartilhamento dos benefícios gerados pela atividade, com estímulo ao empreendedorismo social e à criação de negócios inclusivos. E que, finalmente, estabeleçam-se arranjos sustentáveis de interação social e das populações com o território e o ambiente em que vivem. Ecotourism: a bridge to sustainable tourism Several natural areas of environmental importance in Brazil add local communities. Many of the communities living in these areas and take them to survive for generations, seeing them as a key territory for their social reproduction, cultural and economic. Ecotourism community based emerged as a possibility for sustainable and economic development of these communities. This article was constructed through literature searches based on the Ecotourism differed, the other segments of tourism, by relying on principles that reinforce the commitment to environmental conservation and community benefit. Today the statistics show that Ecotourism is growing more than the average conventional tourism worldwide and especially in Brazil. Among these issues there was the need to consider the form of social organization of local communities in the construction of participatory processes. It is expected to contribute to a reflection on the Ecotourism community based on a perspective that community participation becomes the basis for an effective sustainability, therefore, it is intended that the integrated understanding of topics to facilitate similar processes. Ecotourism is a segment of tourism that uses in a sustainable manner, the natural and cultural heritage, encourages its conservation and seeks the formation of environmental awareness through the interpretation of the environment, promoting the well-being of people involved and the social actors. The use of this potential by developing strategies to strengthen participatory, supportive and sustainable tourism is undoubtedly a great opportunity for the country. In this transition lies the challenge of being established strategies and consolidated practices that encourage cultural development, community organizing and environmental conservation. Practices that ensure access to the sharing of benefits generated by the activity, with encouragement of social entrepreneurship and the creation of inclusive business. And finally, set up sustainable arrangements of social interaction and populations with the territory and the environment in which they live. KEYWORDS: Ecotourism; Tourism; Sustainability

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Spaolonse, Colégio Militar de Manaus, Manaus, AM

Ensino a Distância / Turismologo

Downloads

Publicado

2016-11-30

Como Citar

Spaolonse, E., & Martins, S. da S. de O. (2016). Ecoturismo: uma ponte para o turismo sustentável. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 9(6). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6554
Recebido em 2016-08-26
Aceito em 2016-11-27
Publicado em 2016-11-30