A percepção da comunidade de Perobas (RN), acerca o desenvolvimento do turismo

Autores

  • Wagner Araújo Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN
  • Clébia Bezerra da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6514

Palavras-chave:

Planejamento, Percepção, Turismo, Perobas.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo avaliar a percepção da comunidade de Perobas com relação ao desenvolvimento do turismo nos seus recifes de corais. Esta comunidade situa-se no município de Touros/RN, distante aproximadamente 90 km da Capital do Estado - Natal, o qual faz parte da área de influência direta da Área de Proteção Ambiental dos Recifes de Corais juntamente com os municípios de Maxaranguape e Rio do Fogo. Os procedimentos metodológicos consistiram na revisão da literatura, aplicação de questionários, visita in loco e capturas de imagens. Os resultados obtidos mostram que a comunidade tem uma visão do turismo como uma atividade alternativa para ganhos econômicos e dá uma importância significativa ao parracho, pois a partir das atividades que ocorrem no local como o turismo e a pesca, as famílias tiram seu próprio sustento por meio da geração de emprego e renda. Logo, conclui-se que a comunidade tem alguns entraves quanto ao desenvolvimento do turismo e da conservação e manutenção dos recifes de corais. Portanto, ver-se a necessidade de um planejamento correto e uma gestão eficaz, capaz de desenvolver o turismo de forma sustentável e garantir a preservação e a conservação dos recifes de corais e a distribuição dos benefícios gerados para todos os atores envolvidos de forma equitativa. The perception of Perobas community (RN, Brazil) on the development of tourism ABSTRACT The aim of the present study was to evaluate the perception of the Perobas community regarding the development of tourism in the Perobas coral reefs. The Perobas community is located in Touros (RN), 90km away from the province capital, Natal, which, along with the municipalities of Maxaranguape and Rio do Fogo are part of the direct influence area of the Environmental Protection Area Coral Reef. The methodological process consisted in a literature review, questionaries, on-site visit and snapshots. The results show that the community seems tourism as an alternative activity for economic gain, and gives a significant importance to the Parrachos, because activities such as fishing and tourism guarantees the earnings by the generation of jobs and income. Finally, it is concluded that the community have some obstacles in the development of tourism, conservation and maintenance of coral reefs, therefore, there is a need for a plan regarding a correct and an effective management able to develop a sustainable form of tourism, ensuring the preservation and conservation of coral reefs and an equally distribution of the benefits generated for the agents involved. KEYWORDS: Planning; Perception; Tourism; Perobas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Araújo Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Mestrando em Turismo (UFRN) Especialista em Gestão Ambiental (IFRN) e Bacharel em Turismo (UFRN

Clébia Bezerra da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Possui graduação em Turismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, especialização em Educação e Sustentabilidade Ambienta e mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente, ambos pela UFRN. Atualmente é professora Assistente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Turismo e Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas:planejamento e gestão em turístico e em unidades de conservação, ecoturismo, sustentabilidade e desenvolvimento local.

Downloads

Publicado

02/29/2016

Como Citar

Oliveira, W. A., & Silva, C. B. da. (2016). A percepção da comunidade de Perobas (RN), acerca o desenvolvimento do turismo. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 9(1). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2016.v9.6514
Recebido: 2015-07-07
Aceito: 2016-02-15
Publicado: 2016-02-29

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.