Dinâmicas do processo de governança e coordenação dos agentes que compõem um destino de turismo sustentável, no Centro-Oeste brasileiro

Autores

  • Milton Augusto Pasquotto Mariani Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS
  • Dyego de Oliveira Arruda Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, Valença, RJ
  • Maria Claudia Mancuelho Malta Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2015.v8.6438

Palavras-chave:

Sistema Turístico, Economia dos Custos de Transação (ECT), Estruturas de Governança, Coordenação.

Resumo

A atividade turística, para que seja planejada e desenvolvida, necessita da participação e de uma série de agentes dos mais variados setores econômicos, os quais devem coordenar-se de forma sistêmica para o sucesso dos produtos turísticos. Partindo desta premissa, o presente estudo tem como objetivo geral analisar as dinâmicas de coordenação e estruturas de governança entre agentes envolvidos na operacionalização do sistema turístico de Bonito, no Mato Grosso do Sul – um dos mais relevantes destinos de ecoturismo nacionais e regionais. Utilizou-se, para tanto, a transação como unidade de análise, partindo do referencial teórico da Economia dos Custos de Transação (ECT), particularmente no que tange à importância dos atributos da transação, dos pressupostos comportamentais e do ambiente institucional na coordenação e governança entre agentes econômicos. Foram pesquisadas agências de turismo de Bonito; atrativos turísticos; guias de turismo; além de representantes do ambiente institucional local/regional. Notou-se, a partir da apuração dos resultados levantados com entrevistas e análise de conteúdo, que os agentes investigados estabelecem formas híbridas de governança, com um contrato explícito (Voucher Único), além de contratos tácitos embasados em relações de confiança e proximidade, que garantem todo o funcionamento e a eficiência do sistema turístico em questão. Sugere-se, à guisa de maiores conclusões, que outros sistemas turísticos, à luz do caso de Bonito, também poderiam estabelecer mecanismos de ordenamento e coordenação de suas respectivas atividades de turismo, contribuindo para a ampliação da eficiência e da perenidade desta importante atividade socioeconômica. Dynamics of governance process and coordination of agents that compose a sustainable tourism destination in the brazilian Midwest ABSTRACT Tourism activity, to be planned and developed, requires the participation of a significant number of agents of the most varied economic sectors, which should coordinate themselves in a systemic way for the success of tourism products. Based on that premise, the present study has as main objective to analyze the dynamics of coordination and governance structures between agents involved in the operation of the tourism system of Bonito, in Mato Grosso do Sul/Brazil - one of the most relevant national and regional ecotourism destinations. In this work, we used the transaction as the unit of analysis, based on the theoretical framework of the Transaction Cost Economics (TCE), particularly regarding the importance of attributes of transactions, behavioral assumptions of agents and importance of institutional environment in the coordination and governance between economic agents. We surveyed, in Bonito city, tourism agencies; tourist attractions; tour guides; and representatives of local and regional institutional environment. We noted, from the results collected with interviews and content analysis, that agents investigated establish hybrid forms of governance, with an explicit contract (the named 'Single Voucher'), and tacit agreements grounded on trust and closeness of agents, that ensure the eficience and all dynamics of the tourism system under analysis. It is suggested that other tourism systems, based in the case of Bonito city, could also establish mechanisms for planning and coordination of their respective tourism activities, contributing to the expansion of the efficiency and sustainability of this important socioeconomic activity. KEYWORDS: Tourism System; Transaction Cost Economics (TCE); Governance Structures; Coordination.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milton Augusto Pasquotto Mariani, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS

Professor efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), no curso de graduação em Administração, e no Programa de Mestrado em Administração e Mestrado Profissional em Estudos Fronteiriços. É Pós-Doutor em Administração e Doutor em Geografia Humana, ambos pela Universidade de São Paulo (USP). Tem interesse e experiência nas seguintes temáticas de pesquisa: turismo, desenvolvimento local, economia solidária e cultura organizacional.

Dyego de Oliveira Arruda, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, Valença, RJ

Professor efetivo do campus Valença do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ). Doutorando em Administração de Organizações pela Universidade de São Paulo (USP) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP/USP). É Mestre em Administração e Bacharel em Ciências Econômicas, ambos pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Possui experiência e interesse nas seguintes temáticas de pesquisa: economia do turismo, economia das organizações, marketing e comportamento do consumidor.

Maria Claudia Mancuelho Malta, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS

É mestre e Bacharel em Administração, ambos pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Tem experiência profissional em gestão e tutoria em educação a distância. Tem experiência e interesse nas seguintes temáticas de pesquisa: turismo, sustentabilidade e gestão de empreendimentos turísticos.

Downloads

Publicado

31.05.2015

Como Citar

Mariani, M. A. P., Arruda, D. de O., & Malta, M. C. M. (2015). Dinâmicas do processo de governança e coordenação dos agentes que compõem um destino de turismo sustentável, no Centro-Oeste brasileiro. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 8(2). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2015.v8.6438

Edição

Seção

Artigos
##plugins.generic.dates.received## 2015-02-02
##plugins.generic.dates.accepted## 2015-04-16
##plugins.generic.dates.published## 2015-05-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)