Desafios para o ecoturismo no Parque Nacional da Serra da Bocaina: o caso da Vila de Trindade (Paraty, RJ)

Autores

  • Bruna Ranção Conti Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ
  • Marta de Azevedo Irving Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2014.v7.6400

Palavras-chave:

Parque Nacional, Ecoturismo, Desenvolvimento.

Resumo

O município de Paraty (RJ) é reconhecido como um dos municípios de maior atratividade turística no Estado do Rio de Janeiro e compreende também 40% da área do Parque Nacional da Serra da Bocaina (PNSB), uma importante área protegida para a conservação do bioma Mata Atlântica. Nesse contexto, o ecoturismo emerge como alternativa potencial para a conservação da biodiversidade regional e também para a inclusão social, em ambientes ambientalmente e socialmente vulneráveis. Com base nesta afirmação, este artigo incide sobre a interpretação da vila de Trindade, situada no município de Paraty e parcialmente no interior do Parque Nacional da Serra da Bocaina, sobre o desenvolvimento turístico no local. A intenção neste caso é interpretar, pela perspectiva local, os efeitos do turismo sobre os modos de vida na localidade e sobre a conservação da biodiversidade no âmbito do PNSB. No plano metodológico, a pesquisa se baseou em revisão bibliográfica e documental, além de entrevistas em profundidade dirigidas, principalmente, às lideranças da população local de Trindade. A partir dos resultados obtidos é possível afirmar que, ao mesmo tempo em que o aumento progressivo no número de turistas é percebido como vantagem econômica pelos trindadeiros, o turismo é também entendido como ameaça à conservação da biodiversidade na região, em função do aumento da pressão antrópica sobre a base de recursos naturais. Da mesma forma, mudanças no cotidiano local são também identificadas como problemas a serem enfrentados. Diante disso, os trindadeiros não parecem ainda ter clareza sobre como compatibilizar o atendimento às necessidades dos turistas e a demanda por aumento de sua renda, com o compromisso de conservação da natureza e valorização de suas atividades tradicionais. Assim, o ecoturismo representa ainda não uma realidade, mas uma potencialidade a ser consolidada nesta localidade, no futuro. Challenges for ecotourism in the National Park of Serra da Bocaina: the case of the District of Trindade (Paraty, RJ, Brazil) ABSTRACT Paraty (RJ) is recognized as one of the biggest tourist attractiveness among the municipalities of the state of Rio de Janeiro and also comprises 40% of the Bocaina Mountains National Park (PNSB, in Portuguese) area, an important protected area for the conservation of the Atlantic Forest biome. In this context, ecotourism emerges as a potential alternative for the conservation of regional biodiversity and also for social inclusion in environmentally and socially vulnerable environments. Based on this claim, this article focuses on the interpretation of Trindade town, located in the municipality of Paraty and partially inside the Bocaina Mountains National Park, on the tourist development on the site. The intention is to interpret, through the local perspective, the effects of tourism on the ways of life in the locality and on the conservation of biodiversity within the park. Methodologically, the research was based on literature and document review and on interviews in depth mainly with leaders of the local population of Trindade. From the results obtained, it is clear that, while the progressive increase in the number of tourists is perceived as an economic advantage by the inhabitants, tourism is also perceived as a threat to biodiversity conservation in the region, due to the increased anthropic pressure on the natural resource base. Likewise, changes in the local daily life are also identified as problems to be addressed. Thus, the locals are still unclear about how to reconcile the addressing of the tourists needs and the demand for increasing their income, with a commitment to nature conservation and appreciation of their traditional activities. Thus, ecotourism is not yet a reality, but a potentiality to be consolidated at this location in the future. KEYWORDS: National Park; Ecotourism; Development.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Ranção Conti, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Doutoranda em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (IE/UFRJ)

Marta de Azevedo Irving, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Professora Associada dos programas de pós-graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social (EICOS/IP/UFRJ) e Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (PPED/IE/UFRJ). Pesquisadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (CNPq).

Downloads

Publicado

2014-08-27

Como Citar

Conti, B. R., & Irving, M. de A. (2014). Desafios para o ecoturismo no Parque Nacional da Serra da Bocaina: o caso da Vila de Trindade (Paraty, RJ). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 7(3). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2014.v7.6400
Recebido em 2014-01-28
Aceito em 2014-06-06
Publicado em 2014-08-27

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)