ECOTURISMO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA PROPOSTA PARA A RECUPERAÇÃO E PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E NATURAL DA BARRAGEM DO RIO VACACAÍ MIRIM–SANTA MARIA/RS

Autores

  • Eliane Carine Portela
  • Elsbeth Léia Spode Becker
  • Roselena Pereira dos Santos
  • Joelmir Christian Kuntz Pereira

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2011.v4.5974

Resumo

Este trabalho tem como principal objetivo propor a recuperação e proteção do patrimônio histórico e natural no entorno da Barragem do Rio Vacacaí Mirim, na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul. A barragem tem grande relevância por ser responsável em abastecer cerca de 40% da população da cidade. Sua construção, na década de 1980, decorreu das estiagens prolongadas nos meses de verão e também, do aumento da população em função da cidade tornar-se aporte de um crescente número de estudantes do ensino superior e de militares do exército e da aeronáutica. A construção do reservatório, no entanto, motivou a extinção do famoso Parque da Montanha Russa, que submergiu sob as águas da represa. O Parque da Montanha Russa era um importante atrativo turístico e de lazer para os habitantes de Santa Maria e da região. No período de 1907 e 1932, foi considerada, uma área nobre da cidade e ponto de encontro da sociedade Santa-mariense. Nas décadas posteriores, com a construção de clubes na cidade, o local sofreu um gradual desinteresse da população e descaso da administração municipal. Muitos habitantes de Santa Maria sequer lembram que, sob as águas da Barragem que abastece a cidade, existiu um grande atrativo turístico, que movimentava o fluxo de pessoas e trazia visitantes de outras localidades. Assim por meio desta proposta e da prática do ecoturismo voltado para educação ambiental e preservação do ambiente, pretende-se: despertar a consciência ambiental do visitante e do morador, além de resgatar a história de um passado glorioso e um novo cenário no entorno da Barragem. Para o desenvolvimento desta pesquisa, foram consultadas obras que abordam os seguintes temas: ecoturismo; sustentabilidade ambiental; educação ambiental; sustentabilidade sociocultural e resgate da memória local. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa de caráter exploratório e descritivo, com base nas pesquisas bibliográficas e nas entrevistas semi-estruturadas com moradores do entorno da Barragem. Constatou-se que o ambiente no entorno da Barragem encontra-se degradado e a maioria dos moradores habita em condições mínimas de saneamento básico. Além disso, o local é reconhecido como uma área para a prática de vandalismos como saques, pequenos assaltos e outros delitos. Diante desta realidade, percebe-se a necessidade de projetos que promovam a conservação e valorização do entorno do reservatório, bem como resgate do passado histórico-social. Acredita-se, desta maneira na possibilidade de desenvolver o ecoturismo aliado a educação ambiental, através de roteiro turístico guiado, tendo como base alguns dos pontos citados nas entrevistas com os moradores. Cabendo ao final do passeio a cada um, individualmente ou em grupo, o entendimento que todos são responsáveis pela construção do espaço público voltado as práticas turísticas onde a cidadania e a democracia devem estar presentes. Da coletividade e da solidariedade, será possível pensar em um futuro melhor, num mundo sustentável e em uma nova ética pautada no respeito ao outro e ao mundo onde se vive. Palavras-chave: Ecoturismo; Patrimônio ambiental; Patrimônio sociocultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10/24/2011

Como Citar

Portela, E. C., Becker, E. L. S., Santos, R. P. dos, & Pereira, J. C. K. (2011). ECOTURISMO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA PROPOSTA PARA A RECUPERAÇÃO E PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E NATURAL DA BARRAGEM DO RIO VACACAÍ MIRIM–SANTA MARIA/RS. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 4(4). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2011.v4.5974

Edição

Seção

Arquivos Individuais
Recebido: 2011-08-25
Aceito: 2011-09-01
Publicado: 2011-10-24

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)