Contradições e dilemas do turismo de voluntariado: a experiência na comunidade do Lago do Acajatuba, na Amazônia Brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2022.v15.13876

Palavras-chave:

Trabalho voluntário; Volunturismo, Amazônia; Turismo Sustentável.

Resumo

Entre as modalidades turísticas consideradas responsáveis e sustentáveis há a denominada de turismo de voluntariado ou volunturismo. Esta visa apoiar comunidades locais a partir da ação voluntária organizada por instituições com ou sem fins lucrativos. As experiências com esta modalidade de turismo no Brasil são recentes e por isso observam-se desafios na execução das atividades tendo como base a compreensão dos objetivos finalísticos da atividade, assim como do papel das organizações e dos/as turista(s) e impactos por eles/as causados nas visitas, os quais não têm sido mensurados. Este artigo utiliza parte dos resultados de uma pesquisa de mestrado, a partir da experiência junto à comunidade do Lago do Acajatuba - AM, pertencente à Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro, onde ocorrem atividades de turismo de base comunitária promovidos por uma agência de turismo. A pesquisa objetivou verificar as percepções dos sujeitos participantes das atividades, sejam eles/as voluntários/as, sejam comunitários/as ou membros das organizações que promovem as atividades. A metodologia utilizada foi: 1) pesquisa bibliográfica e documental; 2) mapeamento de instituições atuantes com turismo de voluntariado por meio de pesquisa na internet e método bola de neve; 3) observação direta, com a presença da pesquisadora in loco durante uma atividade de turismo de voluntariado realizada pela agência; 4) realização de entrevistas semiestruturadas com comunitários/as; 5) aplicação de questionários aos/às turistas voluntários/as visando compreender suas percepções sobre as atividades realizadas; 6) Seleção das ideias-chave contidas nos dados coletados, sua tabulação e análise. Na visita in loco foi possível observar que se trata de uma ação mais focada no turismo com atividades pontuais de voluntariado, o que pode revelar um certo distanciamento quanto à proposta inicial, dificuldades na compreensão do papel do voluntariado e das expectativas dos/as envolvidos/as, além de avaliação incipiente sobre este fazer, o que evidencia a importância de olhares atentos a estes processos que vêm ocorrendo na Amazônia Brasileira e que tem potencial transformador sob diversos aspectos e que, por estes motivos, precisam ser analisados e aprimorados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Silveira Lenci, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Bióloga - Mestra em Análise Ambiental Integrada pela Unifesp; Professora na E.E. Professor Alberto Conte. Educadora com experiência em educação formal e informal; Projetos Socioambientais e de Responsabilidade Social; Experiência na Elaboração de Projetos Socioambientais; Facilitação de grupos; Gestão de terceiro setor; Educação em ensino médio

Andrea Rabinovici, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Professora Associada da Universidade Federal de São Paulo, Departamento de Ciências Ambientais, Diadema, SP. Programa de Pós-Graduação em Análise Ambiental Integrada.

Referências

BENSON, A. M.; HENDERSON, S. A strategic analysis of volunteer tourism organizations. Service Industries Journal, v.31, n. 3, p. 405-424, 2011.

BORGES, S. H.; PINHEIRO, M. Preservação do Rio Negro: as Unidades de Conservação. In: OLIVEIRA, A. A.; DALY, D. C. Florestas do Rio Negro. São Paulo: Companhia das Letras: UNIP, 2001.

BRIGHTSMITHA, D. J; STRONZAB, A; HOLLEC, K. Ecotourism, conservation biology, and volunteer tourism: A mutually beneficial triumvirate. Biological Conservation, n. 141, p. 2832-2842, 2008.

CAMARA, R. B.; LIMA, R. N. Turismo: Múltiplos espaços no contexto contemporâneo. (In) BELFORT, C; CUTRIM, K. D. G; CAMARA, R. B. (Orgs). Espaço, turismo e cultura. São Luiz: Edufma, 2017. 190p.

COELHO. D. B. Amazônia animada: a representação da região amazônica no cinema de animação brasileiro. Dissertação (Mestrado em Artes) Pontifícia Universidade Católica - Rio. Rio de Janeiro, 2012.

COGHLAN, A. Towards an understanding of the volunteer tourism experience. 2005, 367f. Thesis submitted for the degree of (Doctor of Philosophy in the Tourism Program), James Cook University, Queensland, 2005.

DANTAS, J. C. S.; BÁRCIA, L. C. Agências de viagens no Brasil e turismo voluntário. Revista acadêmica: Observatório de Inovação do Turismo, v. 11, n. 1, p. 37-52, 2017.

FREIDUS, A. L. Unanticipated outcomes of voluntourism among Malawi’s orphans. Journal of sustainable tourism, v. 25, n. 9, p. 1 - 16, 2016.

HOLMES, K. Volunteers and tourism. In: CORREIA, A.; DOLNICAR, A. (ed.). Women's voices in tourism research: Contributions to knowledge and letters to future generations. Brisbane, Australia: The University of Queensland, 2021, 668p.

LENCI. S. F. Contradições e dilemas do turismo de voluntariado: o caso no Lago do Acajatuba, na Amazônia Brasileira. 2020. 163f. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de São Paulo, Diadema, SP, Brasil, 2020. Repositório Unifesp. Disponível em: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/62101

LONELY PLANET. Volunteer: A Traveller’s Guide to Making a Difference Around the World, 2010. Disponível em <http://media.lonelyplanet.com/pdfs/volunteer-book.pdf> Acesso em nov. 2020

LUPOLI, C. A. Volunteer Tourism: A Catalyst for Promoting Community Development and Conservation. 2013, 244f. Dissertation (Doctor of Philosophy) - Graduate Faculty of Auburn University, Alabama, 2013.

MAKANSE, Y; ALMEIDA, M. V. Turismo e voluntariado: Estudo sobre a experiência solidária no âmbito do turismo. Revista Iberoamericana de Turismo, v. 4, n. 1, p. 35-41, 2014.

MANFREDO, M. A. Turismo na Amazônia: elementos culturais, conflitos e imaginários envolvendo a região de Manaus. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2017.

MARQUES, A. M. A oferta do volunturismo no Brasil: uma análise do posicionamento das agências que atuam no segmento. 2017. 89 p. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Turismo) - Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

MENDES, T. C.; SONAGLIO, K. E. Volunturismo: uma abordagem conceitual. Revista Turismo Visão e Ação, v. 15, n.2, p. 185 - 205. 2013.

MINARI, M.L.; RABINOVICI, A. Diálogo, participação e projetos de turismo com comunidades em Unidades de Conservação na Amazônia brasileira. Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.7, n.1, fev 2014-abr 2014, p.44-66.

NASCIMENTO, R. C. Turismo e Voluntariado: um estudo sobre as publicações em revistas científicas nacionais e internacionais. Turismo em Análise. v. 23, n. 2, p. 265-285, 2012.

PEREIRA, L. N.; ANJOS, F. A.; VIEIRA, R. Destinações turísticas na Amazônia: as relações entre morfologia urbana e atratividade da destinação turística. Revista Turismo Visão e Ação - Eletrônica, v. 14, n. 3, p. 419-435, 2012.

PGRDS. Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro. Volume I e II. Manaus - AM, 2016. Disponível em <http://meioambiente.am.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/PGRDS-RioNegro-2017_Vers%C3%A3o-inrev.pdf> Acesso em 12 abr. 2021.

RABINOVICI, A. Organizações não governamentais e turismo sustentável: trilhando conceitos de participação e conflitos. 2009. 311 p. Tese (doutorado) - Universidade Estatual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/280526> Acesso em 12 abr. 2021.

SANSOLO, D. G. Turismo e sustentabilidade na Amazônia: um novo conteúdo territorial e a experiência no Município de Silves, Amazonas. Revista de Turismo y Patrimonio Cultural. Vol. 1 Nº 1 págs. 39-50. 2003.

SILVA, S. C. P.; TELLO, J. C. R.; PEREIRA, C. F.; PEREIRA, M. C. G. Ferramenta de planejamento participativo para o desenvolvimento de atividades ecoturísticas em uma comunidade amazônica. Revista GeoAmazônia, v. 8, n. 15-16, p. 26 - 49, 2020.

SIMONETTI, S. R. Turismo no Rio Negro: pelos caminhos das representações sociais dos comunitários do Lago do Acajatuba e da Vila de Paricatuba (Iranduba - AM). Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.

SIN, H. L. Volunteer Tourism – Involve Me and I Will Learn?. Annals of Tourism Research, v. 36, n. 3, p. 480 – 501, 2009.

STAINTON, H. A segmented volunteer tourism industry. Annals of Tourism Research, Elsevier, vol. 61, p. 256-258, 2016.

TOMAZOS, K.; BUTLER, R. Volunteer tourism: the new ecotourism?. Anatolia: An International Journal of Tourism and Hospitality Research, v. 20, n.1, p. 196 - 2011.

WEARING, S. Volunteer tourism: Experiences that make a difference. Wallingford:

CABI. 2001. Disponível em <https://books.google.com.br/books?id=6VRrdFoCCDwC&printsec=frontcover&hl=pt-BR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=false>. Acesso em 15 out. 2020.

WEARING, S.; MCGEHEE, N. G. Volunteer tourism: a review. Tourism Management, v. 38, p. 120-130, 2013.

Downloads

Publicado

01.08.2022

Como Citar

Lenci, F. S., & Rabinovici, A. (2022). Contradições e dilemas do turismo de voluntariado: a experiência na comunidade do Lago do Acajatuba, na Amazônia Brasileira. Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 15(4). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2022.v15.13876
##plugins.generic.dates.received## 2022-05-06
##plugins.generic.dates.accepted## 2022-07-29
##plugins.generic.dates.published## 2022-08-01