Efeitos da Covid-19 sobre os negócios do Turismo Receptivo na cidade de Barreirinhas (MA)

Autores

  • Marcelo Aragão Saldanha Instituto Federal do Maranhão - Campus Barreirinhas
  • Leonardo Augusto Lobato Bello Universidade da Amazônia
  • Sílvia Helena Ribeiro Cruz Universidade Federal do Pará
  • Fernanda Carvalho Brito Instituto Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.34024/rbecotur.2022.v15.13317

Palavras-chave:

Effects; Covid-19; Business; Receptive Tourism; Barreirinhas.

Resumo

O trabalho objetiva mapear os efeitos, especialmente, aqueles de ordem econômica da Covid-19 sobre os negócios já estabelecidos no segmento do Turismo Receptivo (agências/operadoras de viagens) na cidade de Barreirinhas - porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, uma das belezas naturais mais singulares do mundo. Para tanto, no que concerne à busca das informações inerentes, é proposta (visto a pesquisa de campo acontecida junto a 10 equipamentos, todos devidamente providos do CADASTUR, bem como em operação mínima de um ano antes da pandemia decretada no país) a metodologia quantitativa/qualitativa, na qual foi aplicado um questionário estruturado, fundamentando assim, a macro investigação. A partir dos resultados obtidos nota-se que os dados claramente apontam para significativas (pois, também acumuladas) perdas da atividade com necessárias revisões da oferta dos seus produtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Augusto Lobato Bello, Universidade da Amazônia

Profo. doutor da Universidade da Amazônia, UNAMA.

Sílvia Helena Ribeiro Cruz, Universidade Federal do Pará

Professora doutora da Universidade Federal do Pará - UFPA.

Fernanda Carvalho Brito, Instituto Federal do Maranhão

Professora mestre do Instituto Federal do Maranhão, IFMA - campus Barreirinhas.

Referências

AGUIAR, M. R.; DIAS, R. Fundamentos do turismo. Campinas, SP: Alínea, 2002.

ARENDIT, E. J. Introdução à economia do Turismo. Campinas, SP: Alínea, 2002.

BARREIRINHAS. Prefeitura. Mapa do estado do Maranhão: em destaque município de Barreirinhas [sem título], 2020. Disponível em: .

BENI, M.C. Análise estrutural do turismo. São Paulo: Senac, 2001.

BURITI do Maranhão. Catálogo de Produtos. São Luís: Sebrae, 2010.

CASASOLA, L. Turismo e ambiente. São Paulo: Roca, 2003.

EMPRESA GOIANA de TURISMO. Boletim Especial do Observatório do Turismo. Goiânia, 2020.

FAULKNER, B. Towards a framework for Tourism disaster management. Tourism Management, 22, 2001.

FERNANDES, I. P.; COELHO, M. F. Economia do turismo: teoria e prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2002.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ. Rio de Janeiro: 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Senso IBGE. Brasília, 2018.

LAGE, B. H. G.; MILONE, P. C. Turismo: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2000.

MARTINS, K. M.; SANTOS, W. L.; ÁLVARES, A. C. M. A importância da imunização: revisão integrativa. Revista Iniciação Científica, 2019.

MELLO, Al. Vacina: um olhar de esperança. Artigo editorial. Jornal O Estado do Maranhão, 2021.

MUCELIN, G.; SOUZA D’AQUINO, Lucia. O papel do direito do consumidor para o bem estar da população brasileira e o enfrentamento à pandemia de COVID-19. Revista de Direito do Consumidor, 2020.

RABAHY, W. A. Turismo e desenvolvimento: estudos econômicos e estatísticos no planejamento. Barueri, SP: Manole, 2003.

RAMOS, B. História de Barreirinhas: Porta dos Lençóis Maranhenses. Edição revisada. São Luís, 2019.

RODRIGUES, L.M. Os sentidos do lugar turístico no discurso da propaganda oficial sobre os Lençóis Maranhenses. São Luís: EDUFMA, 2013.

SEBRAE. Plano de Desenvolvimento Regional dos Lençóis Maranhenses: Programa Líder. Lençóis Maranhenses, 2019.

SEBRAE. Seminário Estratégico Rota das Emoções 2017/2018: Carta de Barreirinhas. Rota das Emoções, 2016.

SILVA, D. L. B. Turismo em unidades de conservação: Contribuições para a prática de uma atividade turística sustentável no parque nacional dos lençóis maranhenses. Brasília: Universidade de Brasília, 2008.

STANKOV, U.; FILIMONAU,V; VUJINIC, M.D. A mindful shift: an opportunity for mindfulness-driven Tourism in a post-pandemic world. Tourism Geographies, 22(3), 2020.

UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE AND DEVELOPMENT. Tourism: A life line in free fall. 2020.

http://unctad,org/en/pages/newsdetails.aspx?OriginalVersionID=2312

VAREIRO, L.M.C; PINHEIRO, T.C.S. A influência da crise na escolha pelo consumidor entre agências de viagens ou operadoras on-line. Revista Turismo Visão e Ação, 19(2), 2017.

VERDÉLIO, A. Governo restringe entrada de estrangeiros por voos nacionais. Agência Brasil, Brasília, 2020

WAHAB, S.E. Introdução à administração do turismo. São Paulo: Pioneira,1997.

WORLD ECONOMIC FORUM. This is how coronavirus could affect the travel and Tourism industry. 2020. Disponível em: <https://www.weforum.org/agenda/2020/03/world-travel-coronavirus-Covid19-jobs-pandemic-tourism-aviation>.

WORLD TOURISM ORGANIZATION. Toward a safer world: The travel, Tourism and aviation sector. 2010. Disponível em: <http://towardsasaferworld.org/sites/default/files/TASWreportontravelsector.pdf>.

WORLD TOURISM ORGANIZATION. World Tourism barometer, v.17, n.3, 2019 Disponível em: <http://www.e-unwto.org/toc/wtobarometereng/17/3>.

YÁZIGI, E. A pequena hotelaria e o entorno municipal: guia de montagem e administração. São Paulo: Contexto, 2003.

ZENKER, S;KOCK, F. The coronavirus pandemic - A critical discussion of a Tourism research agenda. Tourism Management, v.81, 2020.

Downloads

Publicado

08/01/2022

Como Citar

Saldanha, M. A., Bello, L. A. L., Cruz, S. H. R., & Brito, F. C. (2022). Efeitos da Covid-19 sobre os negócios do Turismo Receptivo na cidade de Barreirinhas (MA). Revista Brasileira De Ecoturismo (RBEcotur), 15(4). https://doi.org/10.34024/rbecotur.2022.v15.13317
Recebido: 2022-01-07
Aceito: 2022-05-24
Publicado: 2022-08-01

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)