Médicos e cirurgiões nas primeiras décadas do século XIX no Brasil

  • Tania Salgado Pimenta COC - Fiocruz

Resumo

Nesse artigo pretende-se analisar a medicina praticada por médicos e cirurgiões, contribuir para a identificação de práticas e do perfil desses terapeutas nas primeiras décadas do século XIX na corte, bem como em outros centros populacionais nos quais havia fiscalização do exercício das artes de curar. Aprofunda-se, ainda, a análise dos processos da Fisicatura-mor (1808-1828) a partir de casos em que é possível identificar partes de trajetórias de médicos e cirurgiões. Este órgão era responsável por regulamentar e fiscalizar todos os assuntos relacionados aos ofícios de cura e por conceder autorização àqueles que praticavam artes de curar. Por meio, sobretudo, dessa documentação, são abordadas questões como a relação entre médicos e cirurgiões que curavam demedicina prática, o conhecimento exigido para serem autorizados a exercer suas atividades, a nomeação desses indivíduos para cargos da própria Fisicatura-mor, sua mobilidade geográfica, a cobrança e o pagamento por seus serviços.

Publicado
2019-09-18
Como Citar
Pimenta, T. S. (2019). Médicos e cirurgiões nas primeiras décadas do século XIX no Brasil. Almanack, (22), 120-152. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/alm/article/view/9743
Seção
Dossiê História das Doenças e das Práticas de Curar no Oitocentos