Médicos e cirurgiões nas primeiras décadas do século XIX no Brasil

  • Tânia Salgado Pimenta Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz
Palavras-chave: Artes de curar, médicos, cirurgiões, Fisicatura-mor, século XIX

Resumo

Nesse artigo pretendemos compreender melhor a prática de médico e de cirurgião nas primeiras décadas do século XIX na corte e também em outros centros populacionais onde haveria fiscalização do exercício das artes de curar. Aprofundamos a análise dos processos da Fisicatura-mor a partir de alguns casos em que pudemos identificar partes de trajetórias. Dessa forma, abordamos questões como a relação entre médicos e cirurgiões que curavam de medicina prática, o conhecimento exigido para serem autorizados a exercer suas atividades, a nomeação desses indivíduos para cargos da própria Fisicatura-mor, sua mobilidade geográfica, a cobrança e o pagamento por seus serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Salgado Pimenta, Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz
Pesquisadora do Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz-Fiocruz, Professora do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde - Fiocruz
Publicado
2019-09-18
Como Citar
Pimenta, T. S. (2019). Médicos e cirurgiões nas primeiras décadas do século XIX no Brasil. Almanack, (22), 88-119. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/alm/article/view/1391
Seção
Dossiê História das Doenças e das Práticas de Curar no Oitocentos