“Aderir”, “jurar” e “aclamar”

o Império no Maranhão (1823-1826)

Autores

  • Marcelo Cheche Galves Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-463320110108

Palavras-chave:

Independência, Império do Brasil, política

Resumo

O texto tem como objetivo apresentar nuances da gradativa incorporação simbólica da província do Maranhão ao novo corpo político que se deli
neava a partir do Rio de Janeiro, novo centro de autoridade, formalmente reconhecido a partir de julho de 1823. Como recurso, priorizei as discretas manifestações de reconhecimento da autoridade do Imperador, entre os anos de 1823 e 1825, os juramentos à Constituição de 1824 e, por fim, os festejos que marcaram a aclamação do Imperador e o aniversário de um ano do príncipe imperial, entre outubro e dezembro de 1826.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-18

Como Citar

Cheche Galves, M. . (2022). “Aderir”, “jurar” e “aclamar”: o Império no Maranhão (1823-1826). Almanack, (1). https://doi.org/10.1590/2236-463320110108

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.