A “pedagogia da adesão”

o papel das ordens honoríficas na promoção da “causa do Brasil” (1822-1831)

Autores

  • Camila Borges da Silva Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-463320161305

Palavras-chave:

Ordens Honoríficas, Condecorações, Centralização

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar o papel das ordens honoríficas na
construção do Império do Brasil. As condecorações eram compostas por
mantos, medalhas e faixas concedidos a todos que prestassem serviços ao
Estado de modo que se constituíram em importante moeda de troca para que
o poder central angariasse apoio e fidelidade. A busca pela condecoração
fez com que grupos adesistas ao Rio de Janeiro nas diferentes províncias
atuassem na incorporação das mesmas ao Império no Primeiro Reinado. Com
isso, discute-se a relação entre a centralização e o poder local no Primeiro
Reinado através da análise dos serviços realizados para adentrar em uma
ordem.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

Borges da Silva, C. . (2021). A “pedagogia da adesão”: o papel das ordens honoríficas na promoção da “causa do Brasil” (1822-1831). Almanack, (13). https://doi.org/10.1590/2236-463320161305

Edição

Seção

Artigos