Pequenos fujões

trabalho infantil doméstico em Fortaleza no final do século XIX e começo do século XX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-463332ea00621

Palavras-chave:

Menores Fugas Trabalho infantil Fortaleza

Resumo

Este artigo trata da fuga de menores de idade das casas familiares de Fortaleza, do final do século XIX ao século XX. O artigo também destaca como essa questão foi correlacionada com o problema dos servidores e com a crise de saúde pública gerada pela sífilis no início do século XX. As casas de tutores e empregadores constituíram-se em espaços de correção pelo ethos do trabalho. Mas, os menores provaram ser capazes de agir por si mesmos, de fazer escolhas e promover rupturas, ainda que pontuais, em estruturas sociais enraizadas em uma sociedade compreendida entre o fim da escravidão e o contexto do imediato pós-Abolição.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eylo Fagner Silva Rodrigues, Universidade Federal do Ceará

Mestre e Doutor em História Socail pela Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2022-12-08

Como Citar

Silva Rodrigues, E. F. (2022). Pequenos fujões: trabalho infantil doméstico em Fortaleza no final do século XIX e começo do século XX. Almanack, (32). https://doi.org/10.1590/2236-463332ea00621

Edição

Seção

Artigos