A Escola no “turbilhão da política”:

a Instrução Pública e o Estado Nacional na província do Piauí (1822-1834)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/2236-463329ea00620

Palavras-chave:

História, Educação, Instrução Pública, Escolas, Piauí (séc. XIX)

Resumo

O presente artigo, discute a instrução pública na província do Piauí e sua expansão, adotando como recorte temporal o período entre os anos de 1822, com início do Império brasileiro, e 1834, com o Ato Adicional à Constituição, que pôs fim ao modelo educacional implantado com as Aulas Régias, recorte em que se assistiu a tentativas frustradas de institucionalização de uma educação pública nos primeiros anos do Império. Metodologicamente, trata-se de pesquisa histórica de base bibliográfica que, além da literatura sobre o tema e a legislação vigente no período, apoiou-se na documentação pertencente ao Arquivo Público do Estado do Piauí (Apepi), sobremaneira a documentação expedida pela Presidência da Província e pela Assembleia Provincial, o que permitiu a construção de um diálogo que possibilitou novos olhares a respeito da história da educação no período, bem como a reflexão sobre outras dimensões do tecido social local. De maneira geral, com a pesquisa, verificou-se uma lenta expansão da instrução pública, como consequência do pequeno interesse dos poderes públicos em seu desenvolvimento, resultando em limitados investimentos, aliados a um modelo produtivo que pouco demandava do saber formal em suas práticas cotidianas.

2.11.0.0

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Sousa Neto, Universidade Estadual do Piauí

Professor Associado do Curso de História da Universidade Estadual do Piauí.

Professor Permanente do Mestrado Profissional em Hist´ória (ProfHistória-UESPI)

Professor Permanente Programa de Pós-Graduação em História do Brasil, da Univeridade Federal do Piauí (Mestrado e Doutorado).

Doutor em História do Norte e Nordeste do Brasil (UFPE), com Pós-doutorado em História do Brasil (UFPI/PNPD/CAPES). Mestre em Educação (UFPI), Especialista em História Sociocultural (UFPI) e História Política (UESPI). Graduação em História (UESPI) e Direito (UESPI). Advogado (OAB-PI, 15227).

Referências

ALENCASTRE, José Martins Pereira de. Memória cronológica, histórica e corográfica da província do Piauí. Teresina: SEDUC, 2005.
ALMEIDA, José Ricardo Pires de. Instrução pública no Brasil (1500-1889). Trad. Antonio Chizzotti. 2ª ed. rev. São Paulo: EDUC, 2000.
BASTOS, Maria Helena Câmara. O ensino monitorial/mútuo no Brasil (1827-1854). In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara (Orgs.). História e memória da educação no Brasil. Petrópolis, RJ: Vozes, vol. I, 2005.
BONAVIDES, Paulo e AMARAL, Roberto. Textos políticos da história do Brasil. 3. ed. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2002.
BRASIL. Lei de 15 de outubro de 1827. Manda criar escolas de primeiras letras em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império. Art. 4°. Coleção de Leis do Império. 1827. I Parte. Rio de Janeiro: Typographia Nacional, 1878a.
BRASIL. Ato Adicional de Interpretação à Constituição de 1824. Lei n. 16, de 12 de agosto de 1834. Coleção de Leis do Império. 1834. Rio de Janeiro: Typographia Nacional, 1878b.
CARDOSO, Tereza Fachada Levy. As aulas Régias no Brasil. In.: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara (Orgs.). História e memória da educação no Brasil. Petrópolis, RJ: Vozes, vol. I, 2004.
CHAVES, Joaquim Raimundo Ferreira. Obra completa. Prefácio de Teresinha Queiroz - Teresina: Fundação Cultural Mons. Chaves, 1998.
COSTA FILHO, Alcebíades. A escola do sertão: ensino e sociedade no Piauí, 1850-1889. Teresina: Fundação Cultural Mons. Chaves, 2006.
COSTA, Francisco Augusto Pereira da. Cronologia histórica do estado do Piauí. Rio de Janeiro: Artenova, vol. I e II, 1974.
FÁVERO, Osmar (Org.). A educação nas Constituintes brasileiras: 1823-1988. 2. ed. rev e amp. Campinas, SP: Autores Associados, 2001.
FEBVRE, Lucian. Combates pela história. Vol. I. Lisboa: Editorial Presença, 1985.
FERRO, Maria do Amparo Borges. Educação e sociedade no Piauí republicano. Teresina: Fundação Cultural Mons. Chaves, 1996.
GONDRA, José Gonçalves; SCHUELER, Alessandra. Educação poder e sociedade no Império brasileiro. São Paulo: Cortez, 2008.
LOPES, Antonio de Pádua Carvalho. Beneméritas da instrução: a feminização do magistério primário piauiense. Fortaleza-CE [Dissertação de Mestrado], 1996.
NEVES, Abdias. O Piauí na confederação do Equador. Teresina: Ed. EDUFPI, 1997.
NUNES, Odilon. Pesquisas para a história do Piauí. Rio de Janeiro: Artenova, vol. I, II, III e IV, 1975.
PIAUÍ. AHU. Aviso do [secretário de estado da Marinha e Ultramar, visconde de Anadia [João Rodrigues de Sá e Melo], ao [conselheiro do Conselho Ultramarino], barão de Moçâmedes, [Manuel de Almeida e Vasconcelos Soveral de Carvalho Maia Soares de Albergaria], ordenando que o Conselho Ultramarino dê seu parecer sobre o requerimento de Matias de Lima Taveira, em que pede para ser nomeado professor de gramática latina para a cidade de Oeiras no Piauí. Cx. 20, doc. 25, D. 1353, Lisboa, 1 de julho de 1803.
PIAUÍ. AHU. Ofício da Junta Governativa do Piauí, ao secretário do estado da Marinha e Ultramar, [Inácio da Costa Quintela], sobre a situação lastimosa da instrução pública na província do Piauí, relatando a forma como foram criadas cadeiras de primeiras letras e de gramática latina e os baixos salários pagos aos seus mestres. Cx. 24, doc. 28, D. 1619, Oeiras, 25 de fevereiro de 1822.
PIAUÍ. AHU. Provisão do Junta Governativa do Piauí, sobre o provimento de João Lobo Fróis, como professor da cadeira de gramática latina, criada na cidade de Oeiras do Piauí por ordem régia. Cx. 24, doc. 2, D. 1612, Oeiras 15 de Janeiro de 1822.
PIAUÍ. AHU. Provisão do príncipe regente [D. João], criando na cidade de Oeiras do Piauí, uma cadeira de gramática latina. Cx. 23, doc. 46, D. 1596, Rio de Janeiro, 3 Agosto de 1818.
PIAUÍ. APEPI. Ata da 7ª Sessão do Conselho de Governo da Província do Piauí, de 30 de dezembro de 1826. Sala do Poder Executivo. Província do Piauhy – Actas, 1825-1831.
PIAUÍ. APEPI. Ata da Sessão Extraordinária do Conselho de Governo da Província do Piauí, de 28 de abril de 1828. Sala do Poder Executivo. Província do Piauhy – Actas, 1825-1831.
PIAUÍ. APEPI. Decreto de 06 de setembro de 1843. Sala do Poder Executivo. Livro de Registro de Leis e Resoluções, 1843-1848.
PIAUÍ. APEPI. Decreto de 20 de agosto de 1836. Sala do Poder Executivo. Livro de Registro de Leis e Resoluções, 1843-1848.
PIAUÍ. APEPI. Fala com que o Excelentíssimo Senhor Presidente desta Província abriu a sessão ordinária da Assembleia Provincial de 1840. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala do Barão da Parnaíba [Manoel de Sousa Martins] à Assembleia [Legislativa Provincial], no ato de sua instalação, em 04 de maio de 1835. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala do Excelentíssimo Senhor Presidente da Província na instalação da Assembleia Legislativa Provincial, em 10 de agosto de 1838. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala que o Excelentíssimo Senhor Presidente desta Província abriu a sessão ordinária Assembleia Provincial em 13 de julho de 1837. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala que recitou o Excelentíssimo Senhor Visconde da Parnaíba, Presidente desta Província do Piauí, na ocasião da abertura da Assembleia Provincial em 7 de julho de 1843. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala, que recitou o Excelentíssimo Senhor Barão da Parnaíba, Presidente da Província do Piauí, na ocasião da abertura da Assembleia Legislativa Provincial, no 9° de julho do corrente ano de 1838. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Fala, que recitou o Excelentíssimo Senhor Visconde da Parnaíba, Presidente desta Província do Piauí, na ocasião da abertura da Assembleia Legislativa Provincial, em 4 de outubro de 1842. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Lei n. 198, de 4 de outubro de 1845. Institui o cargo de Diretor de Instrução Pública, cria na cidade de Oeiras um Liceu e dá outras providências. Art. 8°. Sala do Poder Excecutivo. Livro de Registro de Leis e Resoluções, 1843-1848.
PIAUÍ. APEPI. Lei n. 31, de 17 de setembro de 1938. Coleção de Leis da Província do Piauí. Oeiras: Tipographia Provincial, 1838.
PIAUÍ. APEPI. Lei n. 86, de 20 de setembro de 1838. Coleção de Leis da Província do Piauí. Oeiras: Tipographia Provincial, 1838.
PIAUÍ. APEPI. Lei Provincial n. 75. Obriga os professores da Província a assistir pessoalmente as lições diárias dos alunos. Sala do Poder Legislativo. Série: Leis e Resoluções. Folha: 01 avulsa. 20 de setembro de 1837.
PIAUÍ. APEPI. Livro de posses da capitania. Sala do Poder Executivo, 1814-1859.
PIAUÍ. APEPI. Ofício da Assembleia Legislativa da Província do Piauí ao Governo da Província, deliberando sobre o número de alunos nas aulas de Francês na cidade de Oeiras, em 12 de setembro de 1937. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Ofício da Câmara de Jaicós à Assembleia Legislativa Provincial, solicitando gratificação especial ao fiscal da Vila. Sala do Poder Legislativo. Correspondências da Assembleia Legislativa Provincial, 5ª Legislatura, Cx: 187, de 5 de julho de 1845.
PIAUÍ. APEPI. Ofício encaminhado pela Câmara Municipal de Jaicós, à Assembleia Legislativa Provincial, informando a substituição do Agente dos Correios daquela Vila. Sala do Poder Legislativo. Legislativo Municipal, Jaicós, cx: 93, 5 de outubro de 1835.
PIAUÍ. APEPI. Relatório do Presidente da Província, Dr. Franklin Américo de Menezes Dória, a Assembleia legislativa provincial, em 1° de julho. Teresina: Typ. B. de Mattos. 1864.
PIAUÍ. APEPI. Relatório do Presidente da Província, Dr. José Antonio Saraiva, à Assembleia Legislativa Provincial, em 3 de julho de 1851. Oeiras: Typ. Saquarema, 1851.
PIAUÍ. APEPI. Relatório do Presidente da Província, Dr. Zacarias de Góes e Vasconcelos, a Assembleia legislativa provincial, em 11 de julho. Oeiras: Typ. Provincial. 1846.
PIAUÍ. APEPI. Resposta à fala do excelentíssimo Senhor Presidente da Província, na instalação da Assembleia Legislativa Provincial, em 15 de maio de 1835. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Resposta à fala do Excelentíssimo Senhor Presidente da Província na instalação da Assembleia Legislativa Provincial, em 10 de agosto de 1838. Sala do Poder Legislativo. Registro de Correspondência da Assembleia Legislativa, com o Governo da Província, 1835-1843.
PIAUÍ. APEPI. Termo de juramento e posse de Dona Maria Ferreira do Nascimento, professora de primeiras letras para meninas pelo método múltiplo na Vila de Campo Maior, em 13 de maio de 1837. Sala do Poder Executivo. Livro de posses da capitania, 1814-1859.
PINHEIRO, Antonio Carlo Ferreira. Da era das cadeiras isoladas à era dos grupos escolares na Paraíba. Campinas, SP: Autores Associados, São Paulo: Universidade São Francisco, 2002.
SALES, Luís Carlos. O valor simbólico do prédio escolar. Teresina: EDUFPI, 2000.
SILVA, Adriana Maria Paulo da. Processos de construção das práticas de escolarização em Pernambuco, em fins do século XVIII e primeira metade do século XIX. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2007.
SOUSA NETO, M. Padre Marcos e sua Boa Esperança: instrução pública e política no Piauí (1820-1850). Gênero & História (UFPE). v.3, 2005, p.79 - 105. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/cadernosdehistoriaufpe/article/view/110128
STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara (Orgs.). História e memória da educação no Brasil. Petrópolis, RJ: Vozes, vol. I, 2005.

Downloads

Publicado

2022-02-23

Como Citar

Sousa Neto, M. (2022). A Escola no “turbilhão da política”:: a Instrução Pública e o Estado Nacional na província do Piauí (1822-1834). Almanack, (29). https://doi.org/10.1590/2236-463329ea00620

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.