“As relações entre os governos britânico e brasileiro”

O opúsculo de um agente do Império do Brasil em Londres (1865)

  • Henrique Antonio Ré Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Departamento de História (pós-doutorando), São Paulo, SP, Brasil https://orcid.org/0000-0001-9527-495X
Palavras-chave: Abolição, Questão Christie, Escravidão

Resumo

Em meados de 1863, Brasil e Grã-Bretanha romperam as relações diplomáticas. A seguir, o governo brasileiro aproveitou o episódio para reivindicar a revogação da Lei Aberdeen e o fim da ingerência britânica nos assuntos brasileiros como os primeiros passos para que as relações fossem restabelecidas. William Henry Clark, um inglês com fortes interesses no Brasil, escreveu vários textos defendendo as posições do governo brasileiro. Seu opúsculo, agora traduzido, é uma peça essencial para se compreender as questões daquele momento e a diretriz antiescravista que os liberais brasileiros começavam a adotar.

Referências

ALONSO, Angela. Joaquim Nabuco. Os salões e as ruas. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

BURLINGHAM, Russell e BILLIS, Roger. Reformed Characters: The Reform Club in History and Literature – An Anthology with Commentary. London: Reform Club, 2005.

CARVALHO, Antônio Gontijo de. Um ministério visto por dentro. Cartas inéditas de João Batista Calógeras, alto funcionário do Império. Rio de Janeiro: José Olympio, 1959

CHRISTIE, William Dougal. Notes on Brazilian questions. London: Macmillan & Co., 1865.

[CHRISTIE, William Dougal]. The Brazil correspondence in the cases of the “Prince of Wales” and officers of the “Forte”. (Reprinted from the Papers laid before Parliament). With an Introduction telling some truth about Brazil. London: William Ridgway, 1863.

Coleção de Leis do Império do Brasil. Atos do poder executivo. Parte II. Rio de Janeiro: Typographia Nacional 1880.

CONRAD, Robert. Os últimos anos da escravatura no Brasil: 1850-1888. 2ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978

GRAHAM, Richard. “Os fundamentos da ruptura de relações diplomáticas entre o Brasil e a Grã-Bretanha em 1863: ‘A Questão Christie’”. Parte I. Revista de História, v. 24, n. 49, p.117-138, 1962;

GRAHAM, Richard. “Os fundamentos da ruptura de relações diplomáticas entre o Brasil e a Grã-Bretanha em 1863: ‘A Questão Christie’”. Parte II. Revista de História, v. 24, n. 50, pp. 379-402, 1962.

International Exibition 1862. Official Catalogue of the Industrial Department. 2ª ed. London: Truscott, Son, and Simmons, 1862.

MAMIGONIAN, Beatriz G. Africanos livres. A abolição do tráfico de escravos no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

MENDONÇA, Renato. Um diplomata na Corte de Inglaterra. O Barão de Penedo e sua época. Brasília: Senado Federal, 2006.

NABUCO, Joaquim. Minha formação. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1963.

PARRON, Tâmis. A política da escravidão no Império do Brasil, 1826-1865. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

RÉ, Henrique Antonio. “Um agente do Império brasileiro em Londres: William Henry Clark e o fim da política da escravidão saquarema”. Antíteses, v. 11, n. 22, p.815-840, jul./dez. 2018.

RÉ, Henrique Antonio. “A revogação do Bill Aberdeen e a Lei do Ventre Livre: um acordo antiescravista internacional, 1864-1872”. Revista de História, 178, p.1-35, 2019.

Publicado
2019-09-10
Como Citar
Ré, H. A. (2019). “As relações entre os governos britânico e brasileiro”. Revista De Fontes, 6(10), 114-171. https://doi.org/10.34024/fontes.2019.v6.9385
Seção
Documentos