Vida na grande cidade: Notas sobre Will Eisner, antropologia e subjetividade

Autores

  • Caio Silva Victoria University of Wellington – Te Herenga Waka
  • Gustavo Said Universidade Federal do Piauí

Resumo

Este artigo foca em analisar comparativamente a presença de uma subjetividade autoral na criação de antropologia e quadrinhos. Nós propomos relacionar os clássicos estudos urbanos da Escola de Chicago e o quadrinista americano Will Eisner. Buscamos perceber e encontrar traços de consciência, consistência e subjetividade antropológica entre os quadrinhos de Eisner sobre a cidade e as teorias urbanas que os pesquisadores de Chicago produziram. Colocando em perspectiva os métodos de ambos é possível pensar etnograficamente a existência de uma subjetividade urbana – ou espírito urbano (PARK, 1973). O que é uma cidade? O que é uma existência urbana? O que explica a moderna urbanização? Nosso objetivo é pensar, em diferentes tempos, como essas questões foram as principais preocupações tanto de uma escola acadêmica quanto de um quadrinista popular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-25

Como Citar

Silva, C., & Said , G. . (2021). Vida na grande cidade: Notas sobre Will Eisner, antropologia e subjetividade. Pensata: Revista Dos Alunos Do Programa De Pós-Graduação Em Ciências Sociais Da UNIFESP, 10(1). Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/pensata/article/view/11195
Recebido em 2020-09-22
Publicado em 2021-08-25