Efeito da facilitação neuromuscular proprioceptiva na Doença de Hirayama: relato de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.13857

Palavras-chave:

Relato de caso, Fisioterapia, Força Muscular, Qualidade de Vida

Resumo

Objetivo. Avaliar os efeitos da Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (FNP) sobre a força dos Membros Superiores (MMSS), atividade elétrica muscular, funcionalidade e a qualidade de vida de um indivíduo com doença de Hirayama. Método. Relato de caso realizado por meio de um protocolo com 20 sessões fisioterapêuticas baseadas na FNP. A medida da força muscular de MMSS foi obtida utilizando o dinamômetro hidráulico, a atividade elétrica muscular pelo eletromiógrafo de superfície, a qualidade de vida pelo The Medical Outcomes Study 36- Item Short-Form Health Survery SF-36 e a funcionalidade pelo questionário de Avaliação Funcional das Mãos em Hanseníase (AFMH), pré e pós protocolo pela FNP. Resultados. Obteve-se melhora na força muscular de MMSS. Quanto à atividade elétrica muscular em relação aos músculos abdutor curto do polegar direito e abdutor do dedo mínimo direito, observou-se aumento, indicando que o indivíduo está recrutando mais unidades motoras após as 20 sessões, diminuindo assim a sua eficiência biomecânica. Ademais, ele obteve melhora nos domínios capacidade funcional e vitalidade e piora no domínio estado geral de saúde no questionário SF-36. Na AFMH observou-se uma melhora para se realizar atividades cotidianas. Conclusão. A FNP teve efeito positivo sobre a força dos MMSS, a atividade elétrica muscular do Extensor Radial Longo Carpo Direito, a funcionalidade e a qualidade de vida do indivíduo com DH participante do estudo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandra Cristina Coelho Barroso, Universidade do Estado do Pará

Graduanda do Curso de Fisioterapia

Márcia Goretti Guimarães de Moraes, Universidade do Estado do Pará

Fisioterapeuta do Centro Especializado de Reabilitação da Unidade de Ensino e Assistência de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade do Estado do Pará (UEAFTO-UEPA);

Mestranda em Gestão e Serviço de saúde pela Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará - FSCMPA

João Sérgio de Sousa Oliveira, Universidade do Estado do Pará

Fisioterapeuta;

Doutor em Biologia Parasitária na Amazônia - Instituto Evandro Chagas (IEC) - Universidade do Estado do Pa´rá (UEPA);

Professor do Departamento de Ciências do Movimento Humano (DCMH) da Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Referências

Diluca P, Giraldo H, Muñoz R, Salvatico R, Lambre H, Lylyk P. Resonancia Magnética de columna com secuencia em flexión para diagnóstico de la enfermidade de Hirayama. Rev Argent Radiol 2017;81:105-9. http://dx.doi.org/10.1016/j.rard.2016.06.004

Huang YLMD, Chi-jen MD. Hirayama disease. Neuroimag Clin 2012;21:939-50. http://doi: 10.1016/j.nic.2011.07.009

Lee KH, Choi DS. Clinical experiences of uncommon motor neuron disease: Hirayama disease. Korean J Spine 2016;13:170-2. http://dx.doi.org/10.14245/kjs.2016.13.3.170

Anuradha S, Fanai V. Hirayama Disease: A Rare Disease with Unusual Features. Case Rep Neurolog 2016;16:1-4. http://dx.doi.org/10.1155/2016/5839761

Orsini ML, Freitas MRG, Melo MP, Reis CHM, Eigenheer JF, Branco AC, et al. Doença de Hirayama: relato de caso e atualização. Rev Neurocienc 2010;15:251–3.

https://doi.org/10.34024/rnc.2007.v15.8696

Alder SS, Beckers D, Buck M. PNF: Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva: Um guia ilustrado. 2ª Ed. Barueri: Manole; 2007; p.1-422. https://www.manole.com.br/pnf-2-edicao/p

Emílio M, Campos SAR, Raimundo KC, Souza LAPS. Irradiação como princípio da FNP em pacientes hemiparéticos pós AVE, análise funcional e eletromiográfica: estudo piloto. ConSaúde 2017;16:367-74. https://doi.org/10.5585/conssaude.v16n3.7452

Ferreira TL, Alvarez RRA, Virmond MCL. Validação do questionário de avaliação funcional das mãos em hanseníase. Rev Saúde Pública 2012;46:435-45. https://doi.org/10.1590/S0034-89102012000300005

Ciconelli RM, Ferraz MB, Santos W, Meinão I. Quaresma MR. Tradução para língua portuguesa e validação do questionário genérico de avaliação de qualidade de vida SF-36 (Brasil SF-36). Rev Bras Reumatol 1999;39:143-50.

https://www.ufjf.br/renato_nunes/files/2014/03/Valida%C3%A7%C3%A3o-do-Question%C3%A1rio-de-qualidade-de-Vida-SF-36.pdf

Cruz-Jentoft AJ, Baeyens JP, Bauer JM, Cederholm T, Landi F, Martin FC, et al. Sarcopenia: European consensus on definition and diagnosis: Report of the European Working Group on Sarcopenia in Older People. Age Ageing 2010;39:412-23. https://doi 10.1093/ageing/afq034

Jiang N, Ubogu EE. Hirayama Disease: An Important Cause of Focal Hand Weakness in Young Adults. J Investig Med High Impact Case Rep 2021;9:23247096211001646.

https://doi.org/10.1177/23247096211001646

Hulisz D. Amyotrophic lateral sclerosis: disease state overview. J Manag Care 2018;24:320-6.

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30207670/

Barbero M, Merletti R, Rainoldi A. Atlas of muscle innervation zonnes understanding surface electromyography and its applications. Italia: Springer-Verlag; 2012.

https://link.springer.com/book/10.1007/978-88-470-2463-2

Piccoli MB, Rainold A, Heitz C, Wüthrich M, Boccia G, Tomasoni E, et al. Innervation zone locations in 43 superficial muscles: toward a standardization of electrode positioning. Mus Nerve 2014;49:413-21. https://doi: 10.1002/mus.23934

Basmajian JV, De Luca CJ. Muscle alive: their function revealed by electromyography. 5ª Ed. Baltimore: Williams & Wilkins; 1985. https://www.worldcat.org/title/muscles-alive-their-functions-revealed-by-electromyography/oclc/805568666

Marchetti PH, Duarte M. Instrumentação em eletromiografia. São Paulo: Laboratório de Biofísica da Escola de Educação Física e Esporte (USP); 2006:1-29. https://docplayer.com.br/1998003-Instrumentacao-em-eletromiografia.html

Santos KKS, Pereira TMA, Ramos MCA, Damasceno SAN, Macêdo JLC, Azizi M, et al. Facilitação neuromuscular proprioceptiva em pacientes com acidente cerebrovascular. Rev Neurocienc 2020;28:1-17. https://doi.org/10.34024/rnc.2020.v28.10248

Tedla JS, Sangadala DR. Proprioceptive neuromuscular facilitation techniques in adhesive capsulitis: a systematic review and meta-analysis. J Musculoskelet Neuronal Interact 2019;19:482-91. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31789299/

Lai CC, Chen SY, Yang JL, Lin JJ. Effectiveness of stretching exercise versus kinesiotaping in improving length of the pectoralis minor: A systematic review and network meta-analysis. Phys Ther Sport 2019;40:19-26. https://doi.org/10.1016/j.ptsp.2019.08.003

Cuesta-Barriuso R, Gómez-Conesa A, López-Pina JA. Manual and educational therapy in the treatment of hemophilic arthropathy of the elbow: a randomized pilot study. Orphanet J Rare Dis 2018;13:151. https://doi.org/10.1186/s13023-018-0884-5

İğrek S, Çolak TK. Comparison of the effectiveness of proprioceptive neuromuscular facilitation exercises and shoulder mobilization patients with Subacromial Impingement Syndrome: A randomized clinical trial. J Bodyw Mov Ther 2022;30:42-52. https://doi.org/10.1016/j.jbmt.2021.10.015

Pedro MFB, Marciano LHSC, Marques T, Quaggio CMP, Nardi SMT, et al. Desempenho funcional de pacientes com deformidades visíveis na hanseníase. Hansen Int 2017;42:19-27. https://doi.org/10.47878/hi.2017.v42.34971

Downloads

Publicado

2022-10-04

Como Citar

Barroso, L. C. C., Moraes, M. G. G. de ., Oliveira, J. S. de S. ., & Silva, D. D. de O. (2022). Efeito da facilitação neuromuscular proprioceptiva na Doença de Hirayama: relato de caso. Revista Neurociências, 30, 1–15. https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.13857

Edição

Seção

Relato de Caso
Recebido: 2022-04-29
Aceito: 2022-08-25
Publicado: 2022-10-04

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.