A DANÇA CONTEMPORÂNEA DO BALLET STAGIUM

A COMPOSIÇÃO COREOGRÁFICA DANÇA DAS CABEÇAS COMO FORMA DE MANIFESTAÇÃO SOCIAL (1978)

  • Carlos de Moura Veloso Junior Unifesp
Palavras-chave: Arte, Manifestação, Política

Resumo

Este artigo tem por objetivo verificar os motivos que instigaram os diretores do Ballet Stagium a criar o espetáculo de dança contemporânea Dança das Cabeças, obra que tinha em seu enredo coreológico a questão da migração nordestina para as regiões centrais do Brasil. Essa companhia de dança surgiu durante o período do regime militar brasileiro, especificamente no ano de 1971, e tinha como característica central elaborar espetáculos de dança que discutissem questões de âmbito social, transformando a arte da dança em uma forma de manifestação política/artística. Pretende-se também analisar discursos publicados na imprensa, de determinados críticos de dança do período sobre o espetáculo Dança das Cabeças, para então verificar quais informações sobre a obra circulavam para a população.

Biografia do Autor

Carlos de Moura Veloso Junior, Unifesp

Mestrando do Programa de Pós-graduação História da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e bacharel em História pela mesma instituição.

Referências

FONTES DE ANÁLISE
DIAS, Lineu. O apelo fácil na nova proposta do Stagium. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 26 jul. 1978, p. 13.
KATZ, Helena. A dança, hoje, é das cabeças. Folha de S. Paulo. São Paulo, 20 jul. 1978, Ilustrada, p. 43.
VALLIM, Acácio. Como colocar o homem brasileiro no palco. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 14 nov. 1978, p. 18.

REFERÊNCIAS
KATZ, Helena. O Brasil descobre a dança, a dança descobre o Brasil. São Paulo: DBA, 1994.
MARTINE, G. As migrações de origem rural no Brasil: uma perspectiva histórica. In: NADALIN, S. O. et al. (Org.). História e população: estudos sobre a América Latina. São Paulo: Fundação SEADE, 1990. p. 16-25.
OTERO, Décio. Stagium: as paixões da dança. São Paulo: Hucitec, 1999.
OTERO. Marika Gidali: singular e plural. São Paulo: Ed. Senac, 2001.
PAIVA, Odair da Cruz. Histórias da (I)migração: imigrantes e migrante em São Paulo entre o final do século XIX e o início do século XXI. São Paulo: Arquivo Público do Estado, 2013.
SILVA, Elisabeth Pessôa Gomes da. Décio Otero: danças, andanças e mudanças nos prelúdios do Ballet Stagium. Belém: Paka-Tatu, 2013.
SILVA, Uvanderson Vitor da. Velhos caminhos, novos destinos: migrante nordestino na região metropolitana de São Paulo. 171 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.
VELOSO JUNIOR, Carlos de Moura. A dança contemporânea do Ballet Stagium: uma nova forma de manifestação artística na década de 1970. 92 f. Monografia (Graduação em História) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo, Guarulhos, 2015.
Publicado
2019-08-01
Como Citar
Veloso Junior, C. de M. (2019). A DANÇA CONTEMPORÂNEA DO BALLET STAGIUM. Revista Hydra: Revista Discente De História Da UNIFESP, 3(6), 36-53. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/hydra/article/view/9588