Pérolas no esterco:

tatuagem, imprensa, polícia e ciência em crônicas de Machado de Assis

  • Ana Paula Cardozo de Souza Ph.D. Candidate Leiden University/NL
Palavras-chave: História, Crônica e Ciência

Resumo

Em sua série de crônicas "A Semana", Machado de Assis tratou diversas vezes das notícias policiais publicadas nos periódicos fluminenses. A atenção dada pela imprensa a esses eventos e, sobretudo, o uso que ela fazia das informações coletadas, expondo a vida íntima de anônimos em suas páginas, foram alvo da pena do escritor. Ao abordar a crônica de 28 de julho de 1895 de Machado de Assis a respeito de um crime ocorrido na capital do país, este artigo pretende discutir o posicionamento do autor diante da conduta jornalística e como critérios técnico-científicos permeavam diversos setores da sociedade brasileira do final do século XIX, que associavam as classes baixas a "classes perigosas" e ignorantes. Identificando os diálogos entre textos distintos publicados na imprensa carioca do final do século XIX, o objetivo é apontar para a independência de que o literato gozava na feitura de suas crônicas, tanta que permitia a crítica à imprensa feita de maneira interna, divergindo, desta forma, dos outros textos e da opinião e práticas da própria Gazeta de Notícias, jornal para o qual escrevia.

Referências

ASSIS, Machado de. A Semana: crônicas (1892-1893). Edição, introdução e notas de John Gledson. São Paulo: Hucitec, 1996, p.29.

CHALHOUB, Sidney. Cidade Febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial. 4ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

DARMON, Pierre. Médicos e Assassinos na Belle Époque: a medicalização do crime. Trad. Regina G. de Agostino. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

LOMBROSO, Cesare. O Homem Delinquente. Trad. Sebastião J. Roque. São Paulo: Ícone Editora, 2007.

PORTO, Ana Gomes. Novelas sangrentas: literatura de crime no Brasil (1870-1920). Tese de Doutorado em História. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Universidade Estadual de Campinas, [s.n.], Campinas, SP: 2009.

RIO, João do (Paulo Barreto). A Alma Encantadora das Ruas. Org. Raúl Antelo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

SOUZA, Ana Paula Cardozo de. Machado de Assis e a República de “A Semana”: literatura, imprensa e práticas populares (1892-1897). Dissertação de Mestrado em História. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Universidade Estadual de Campinas, [s.n.], Campinas, SP: 2015.

Publicado
2019-03-25
Como Citar
Souza, A. P. C. de. (2019). Pérolas no esterco:. Revista Hydra: Revista Discente De História Da UNIFESP, 1(2), 78-96. https://doi.org/10.34024/hydra.2016.v1.9133
Seção
Artigos Livres