A saúde pública e a atuação dos postos de profilaxia rural no Piauí (1924-1930)

  • Romão Moura de Araújo Nenhuma
Palavras-chave: Saneamento Rural; Estrutura Sanitária; Piauí.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o processo de institucionalização da saúde pública no Piauí considerando o período compreendido entre 1920 e 1930. É neste momento que passa a vigorar no estado o Serviço de Saneamento Rural, fruto do convênio assinado com o Governo Federal tendo como justificativa o combate às endemias rurais. No período mencionado aponto que, a instalação dos postos de profilaxia rural, decorrente dos convênios firmados com a União, foram no estado, a base impulsionadora para a criação e consequente ampliação aos municípios de uma estrutura sanitária que ainda era muito incipiente no período. Neste sentido, considero a década de 1920 como o momento a partir do qual a saúde pública no Piauí alcança por meio de ações práticas outras regiões, criando uma estrutura sanitária que fluirá para além da zona próxima a Teresina, capital do Estado.

Referências

BLAKE, S. (2003). The Medicalization of Nordestinos: Public Health and Regional Identity in Northeastern Brazil, 1889-1930. The Americas, 60(2), p. 217-248.

CASTRO SANTOS, Luiz A. Poder, Ideologias e Saúde no Brasil da Primeira República. In: HOCHMAN, Gilberto (org.). Cuidar, Controlar, Curar: ensaios históricos sobre saúde e doença na América Latina e Caribe. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2004.

HOCHMAN, Gilberto. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil. 3.ed. São Paulo: Hucitec, 2012.

HOCHMAN, Gilberto & FONSECA, Cristina M. Oliveira. O que há de novo? Políticas de saúde e previdência, 1937-45. In: PANDOFI, Dulce (org.). Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1999, p. 73-93.

LIMA, Nísia Trindade. Um sertão chamado Brasil. 2. ed., aumentada. São Paulo: Hucitec, 2013.

PONTE, Carlos Fidelis; KROPF, Simone P.; LIMA, Nísia, T. O sanitarismo (re)descobre o Brasil. PONTE, Carlos Fidelis; FALLEIROS, Ialê. (org.). Na corda bamba de sombrinha: a saúde no fio da história. Rio de Janeiro: Casa de Oswaldo Cruz - Fiocruz; Escola Politécnica de Saúde - Fiocruz, 2010. Disponível em: http://observatoriohistoria.coc.fiocruz.br/php/level.php?lang=pt&component=37&item=7.

SOUZA, Christiane Maria Cruz de. A Gripe Espanhola na Bahia: saúde, política e medicina em tempos de epidemia. Tese (Doutorado em História das Ciências da Saúde) – Casa de Oswaldo Cruz – Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2007.

SOUZA, Érika Mello de. Educação sanitária: orientações e práticas federais desde o Serviço de Propaganda e Educação Sanitária ao Serviço Nacional de Educação Sanitária (1920-1940). Dissertação (Mestrado em História das Ciências e da Saúde) - Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.

Publicado
2020-09-22
Como Citar
Moura de Araújo, R. (2020). A saúde pública e a atuação dos postos de profilaxia rural no Piauí (1924-1930). Revista Hydra: Revista Discente De História Da UNIFESP, 4(8), 298-338. https://doi.org/10.34024/hydra.2020.v4.10717