"Eu fui sempre contrário à publicação d'uma edição brasileira deste meu livro"

A descrição do Dossiê Charles R. Boxer e uma seleta da correspondência entre Charles R. Boxer e a Companhia Editora Nacional

Palavras-chave: Charles R. Boxer, Companhia Editora Nacional, História Editorial

Resumo

Produto da iniciativa do grupo PET-História da Universidade Federal de São Paulo, este artigo traz a descrição do dossiê Charles R. Boxer, um dos dossiês componentes do acervo da Companhia Editora Nacional (CEN), atualmente custodiado pelo Centro de Memória e Pesquisa Histórica (CMPH) da Unifesp. O dossiê é composto de vasta documentação a respeito da trajetória das obras de Boxer publicadas pela CEN, assim como de uma volumosa correspondência trocada entre Boxer e os editores da CEN. Além disso, nas páginas que se seguem há a transcrição de uma seleta de tal correspondência, em especial àquela onde que remetem a tratativas para a publicação de uma edição brasileira de The Golden Age of Brazil (1962).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOXER, Charles R. “Um panfleto raro acerca dos abusos da escravidão negra no Brasil (1764). Reimpresso e comentado por C. R. Boxer”. Anais do Congresso Comemorativo do Bicentenário da Transferência da Sede do Governo do Brasil da Cidade do Salvador para o Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1963, v. 3, p.171-186.

BOXER, Charles R. “Uma instrução inédita de Luís Diogo Lobo da Silva, Governador de Pernambuco, acerca da elevação das aldeias dos índios a categoria de vilas no Nordeste do Brasil (1761)”. Anais do Congresso Comemorativo do Bicentenário da Transferência da Sede do Governo do Brasil da Cidade do Salvador para o Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1963 v. 4, p.147-160.

BOXER, Charles R. A idade de ouro do Brasil: dores de crescimento de uma sociedade colonial. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1963.

BOXER, Charles R. Salvador de Sá e a luta pelo Brasil e Angola (1602-1686). São Paulo: Companhia Editora Nacional/ Editora da Universidade de São Paulo, 1973.

BOXER, Charles R. Os holandeses no Brasil (1624-1654). São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1961.

MAXWELL, Keneth Maxwell. “Charles Boxer”. Folha de S. Paulo, 10 fev. 2014.

NEWITT, Malyn. “Charles R. Boxer (1904-2000)”. Proceedings of the British Academy, n. 115, p.75-99, 2002.

SCHNEIDER, Alberto Luiz. “Charles Boxer (contra Gilberto Freyre): raça e racismo no Império Português ou a erudição histórica contra o regime salazarista”. Estudos Históricos, v. 26, n. 52, p.253-273, dez. 2013.

SCHNEIDER, Alberto Luiz. “Charles Boxer: História e a Historiografia”. In: Camila Aparecida Braga Oliveira (org.). Caderno de resumos & Anais do 5º. Seminário Nacional de História da Historiografia: biografia & história intelectual. Ouro Preto: EdUFOP, 2011, p.1-13.

SCHNEIDER, Alberto Luiz. “O Brasil e o Atlântico Sul na historiografia de Charles Boxer”. Ler História, 71, p.181-203, 2017.

SCHWARTZ, Stuart B. “Religião popular e a Igreja militante: novos rumos no estudo do Brasil colonial”. In: Stuart Schwartz e Erik Myrup. O Brasil no Império Marítimo português. Bauru: Edusc, 2009.

Publicado
2019-09-10
Como Citar
RIBEIRO, A. DOS S.; MELO, M. P. M. E. "Eu fui sempre contrário à publicação d’uma edição brasileira deste meu livro". Revista de fontes, v. 6, n. 10, p. 1-48, 10 set. 2019.
Seção
Documentos