Prática etnográfica, experimentação e pensar coletivo

  • Andrea Barbosa Professora Associada de Antropologia do Departamento de Ciências Sociais da UNIFESP.
Palavras-chave: etnografia, grupo de pesquisa, produção de conhecimento, antropologia visual, antropologia urbana

Resumo

Trata-se aqui de mapear o percurso teórico e metodológico do Visurb-Grupo de Pesquisas Visuais e Urbanas da Unifesp, que se propôs a realizar em seus 10 anos uma série de reflexões e experimentações a partir da experiência etnográfica e do pensar coletivo.

Referências

AGUALUSA, José Eduardo. A sociedade dos sonhadores involuntários. São Paulo: Planeta, 2017.

BARBOSA, Andrea. São Paulo cidade Azul. São Paulo: Alameda, 2012.

______________. Significados e sentidos em textos e imagens. In Barbosa, Andrea, Cunha, Edgar Teodoro da, Hikiji, Rose Satiko G. Imagem-Conhecimento. Campinas: Papirus, 2009.

BARCELOS NETO, Aristóteles, RAMOS, Danilo, BUHLER, Maíra, SZTUTMAN, Renato, MARRAS, Stélio, MACEDO, Valéria. Abaeté rede de Antropologia Simétrica. Entrevista Com Marcio Goldman e Eduardo Viveiros de Castro, Revista Cadernos de campo, São Paulo, n. 14/15, p. 1-382, 2006.

BRUNO, Giuliana. Atlas of Emotion. Journeys in art, Architecture and film. London: Verso, 2007.

CARERI, Francesco. Walkscapes. O caminhar como prática estética. São Paulo: Editora G. Gilli, 2013.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do cotidiano 1: Artes do fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de consumo e Pós-modernismo. Sã o Paulo: Studio Nobel, 1995.

INGOLD, Tim e VERGUNST, Jo Lee . Ways of walking. Etnography and practice on foot. Farnhan: Ashgate Publishing, 2008.

INGOLD, Tim e JANOWSKI, Monica. Imagining landscapes: past, present and future. Farnhan: Ashgate Publishing, 2012.

LATOUR, BRUNO. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. Rio de Janeiro: Editora 34, 1994.

Magnani, José Guilherme Cantos. Etnografia como prática e experiência. Porto Alegre, ano 15, n. 32, p. 129-156, jul./dez. 2009

Peirano, Marisa. Etnografia não é método. In Horizontes antropológicos, s, Porto Alegre, ano 20, n. 42, p. 377-391, jul./dez. 2014.

SIMMEL, Georg. A Filosofia da paisagem. In: Revista Política e trabalho, n.12, setembro, 1996, p.05- 09.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. 1996. “Os pronomes cosmológicos e o perspectivismo ameríndio”. Mana 2(2): 115-144.

______. 2002. “O nativo relativo”. Mana 8(1): 113–48WAGNER, ROY. A invenção da Cultura. São Paulo: Cosac Naif, 2010.

Publicado
2019-03-25
Como Citar
Barbosa, A. (2019). Prática etnográfica, experimentação e pensar coletivo. Pensata: Revista Dos Alunos Do Programa De Pós-Graduação Em Ciências Sociais Da UNIFESP, 6(1), x. https://doi.org/10.34024/pensata.2017.v6.9294