Desigualdades, isolamento e o ensino remoto emergencial: reflexões a partir da realidade de estudantes da rede pública de ensino médio do Distrito Federal

Autores

  • Stefan Klein
  • Clara Chaves
  • Mariana Moreno
  • Isabella Sousa
  • Cecília Palau
  • Júlia Vivas
  • Irene do Planalto
  • Carolina Nogueira
  • Amanda Paes
  • Daniel Maia
  • Guilherme da Luz

DOI:

https://doi.org/10.34024/pensata.2021.v10.13153

Resumo

O presente artigo busca articular alguns dos resultados de pesquisa, realizada no contexto da interrupção das aulas em virtude dos efeitos da pandemia de COVID-19, sobre estudantes do ensino médio da rede pública do Distrito Federal, com especial atenção ao papel do isolamento e das desigualdades educacionais. Tendo aplicado um questionário online e obtendo 502 respostas, realizamos uma discussão teórico-empírica envolvendo os embates da adoção do assim chamado ensino remoto emergencial (ERE), confrontando as questões postas na literatura com parte dos achados da pesquisa e problematizando determinados aspectos. Conferimos atenção especial às possibilidades de acesso e uso de tecnologias, bem como às condições de estudo. Finalmente, concluímos expondo reflexões a partir das dificuldades postas pelo referido cenário, apontando dilemas futuros para as ciências sociais que se desdobram das discussões anteriores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

Klein, S., Chaves, C. ., Moreno, M., Sousa, I. ., Palau, C., Vivas, J., do Planalto, I., Nogueira , C., Paes, A., Maia, D., & da Luz, G. (2022). Desigualdades, isolamento e o ensino remoto emergencial: reflexões a partir da realidade de estudantes da rede pública de ensino médio do Distrito Federal. Pensata: Revista Dos Alunos Do Programa De Pós-Graduação Em Ciências Sociais Da UNIFESP, 10(2). https://doi.org/10.34024/pensata.2021.v10.13153

Edição

Seção

Dossiê
Recebido: 2021-12-20
Aceito: 2022-03-02
Publicado: 2022-04-19