Das variáveis por trás dos excessos policiais: um estudo de caso

Autores

  • Mauricio Fontana Filho Universidade Passo Fundo, UPF

DOI:

https://doi.org/10.34024/pensata.2021.v10.11165

Resumo

A pesquisa trata da morte de Eric Garner e perscruta as circunstâncias e o meio em que ele estava inserido. A partir desta investigação inicial que compõe a primeira seção do artigo, trabalha-se na segunda com o movimento Black Lives Matter, sua origem, organização, objetivos e o impacto do uso de vídeo como mecanismo de mobilização social. Analisa-se os diversos contornos que o caso de Eric tomou ao longo dos anos e a sua contribuição para com o movimento. O método é o fenomenológico. Conclui-se apontando o vídeo como garantia de visibilidade da arbitrariedade que alimentaria o movimento por anos, até que em 25 de maio de 2020 um novo homem negro, George Floyd, morreria proferindo as mesmas palavras de Garner, reforçando ou substituindo-o como símbolo contra a brutalidade policial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauricio Fontana Filho, Universidade Passo Fundo, UPF

Pós-graduando em Ciências Sociais pela Universidade Passo Fundo, UPF. Graduado em Direito pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, UNIJUÍ. Bolsista voluntário no projeto de pesquisa "Finanças partidárias: equilíbrios organizacionais nos partidos políticos brasileiros (1995-2017)".

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

Fontana Filho, M. (2022). Das variáveis por trás dos excessos policiais: um estudo de caso. Pensata: Revista Dos Alunos Do Programa De Pós-Graduação Em Ciências Sociais Da UNIFESP, 10(2). https://doi.org/10.34024/pensata.2021.v10.11165

Edição

Seção

Artigos de Fluxo Contínuo
Recebido: 2020-09-14
Aceito: 2022-01-05
Publicado: 2022-04-19