FLORESTAN FERNANDES E O DILEMA EDUCACIONAL BRASILEIRO

  • Marcos Marques de Oliveira Universidade Federal Fluminense

Resumo

Há na sociologia de Florestan Fernandes (1920-1995), em seu projeto para o Brasil, uma preocupação premente com a questão educacional, um dos vetores de modernização das relações sociais, considerado por ele como o principal mecanismo de difusão de uma consciência científica da sociedade e, por isso, um importante instrumento de mudança social. Esta é a hipótese que atravessa este texto, que identifica as reflexões sobre o dilema educacional brasileiro na obra de Florestan, com ênfase na investigação de sua participação num dos debates mais relevantes da História da Educação brasileira, quando foi aberta a oportunidade de se organizar o sistema nacional de ensino através dos preparativos para a nossa primeira Lei de Diretrizes e Bases (LDB), entre os anos de 1948 e 1961.

Publicado
2020-07-28
Como Citar
Oliveira, M. M. de. (2020). FLORESTAN FERNANDES E O DILEMA EDUCACIONAL BRASILEIRO. Pensata: Revista Dos Alunos Do Programa De Pós-Graduação Em Ciências Sociais Da UNIFESP, 9(1). https://doi.org/10.34024/pensata.2020.v9.10538