Compartilhar o leito com cão: impacto no sono do dono

  • Bruna do Prado Bertocco Unifesp
  • Lucila Bizari Fernandes do Prado Unifesp
  • Gilmar Fernandes do Prado Unifesp
  • Luciane Bizari Coin de Carvalho Unifesp

Resumo

Objetivo. Verificar se dormir junto com um cachorro influencia o sono do seu dono. Método. Foram entrevistados 549 proprietários de cães e 273 indivíduos que não possuíam animais de estimação (grupo controle). Os proprietários de cães entrevistados foram divididos em: dormir com cão no leito, dormir com o cão no quarto (em outro lugar que não o leito), dormir com cão na casa (cão dorme em outro lugar da casa). Resultados. Dos 549 participantes da pesquisa, 56% (312) eram da faixa etária entre 19 a 30 anos, 53% (293) eram do sexo feminino, 50% (270) eram solteiros e 53% (290) possuíam nível superior completo. A quantidade de proprietários do grupo leito e quarto, que relatou que seu sono não foi prejudicado por dormir com o cão foi maior quando comparada a quantidade de proprietários do grupo sem cão (47%; 49%; 35% respectivamente; p<0,05). As mulheres, com escolaridade superior e sem queixas de sono que dormiam com o cão apresentaram mais chance de considerar seu sono não prejudicado por dormir com o cão. O grupo sem cão apresentou maior quantidade de sujeitos com nenhum despertar (18%) em relação aos grupos leito (8%), quarto (zero %) e casa (5%, p<0,05). Conclusão. Os proprietários que dormem com o cão no leito ou no quarto consideram seu sono não prejudicado e queixam-se menos de problemas de sono, apesar de apresentarem despertares.

Publicado
2019-11-07
Como Citar
Bertocco, B. do P., Prado, L. B. F. do, Prado, G. F. do, & Carvalho, L. B. C. de. (2019). Compartilhar o leito com cão: impacto no sono do dono. Revista Neurociências, 24, 1-16. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/neurociencias/article/view/9959
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##